sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ 2011!

O blog do Aeroporto de Fortaleza deseja a todos um feliz ano novo,que em 2011 vocês alcancem todos seus objetivos e acima de tudo viva a vida intensamente sem medo de ser Feliz.Muita Paz,Saude,Felicidade, e Sucesso a todos em 2011.

Agradeço a todos que acompanham nosso blog,participam de forma direta ou indireta.Agradeço as quase 8 mi visitas em sete meses,para alguns pode ser pouco mais para nos isso significa muito.Obrigado a todos e em 2011 o nosso blog vem com muitas novidades..Aguardem! Um Feliz Ano novo a Todos.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Em nota, Gol esclarece que todos os comissários estão habilitados por lei

Companhia teria encurtado o período de treinamento para incorporá-los às equipes de trabalho.

São Paulo - Em nota, a Gol afirmou na tarde desta quarta-feira que todos os comissários estão habilitados por lei para desemmpenhar funções em voos. A companhia teria encurtado o período de treinamento para incorporá-los às equipes de trabalho, noticiou nesta quarta-feira o jornal Folha de S. Paulo.

Confira a nota na íntegra

A Gol esclarece que todos os comissários em seu quadro de voo possuem as licenças necessárias e habilitações exigidas por lei, não havendo nenhuma redução no número obrigatório de horas para a liberação desses profissionais ao exercício de suas funções a bordo.

A companhia julga importante ressaltar que os 39 comissários liberados para voo pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) tiveram validação de suas competências técnicas. Todos passaram pelos treinamentos de segurança requeridos e foram atestados por documentos normativos da empresa e autorizados pelo agente regulador.

A Gol garante a segurança de suas operações, sendo esta a premissa básica de sua Missão, Visão e Valores. A companhia salienta que possui rígidos controles para garantir que todos os procedimentos sejam executados de forma consistente e de acordo com os mais rigorosos requisitos exigidos no mundo, assegurando também, o conforto e a tranquilidade de seus clientes.

Greve no setor aéreo está descartada durante ano-novo

Em Fortaleza, Natal não causou grandes transtornos no Pinto Martins, mas atrasos chegaram a 30%.
Os aeronautas (comissários e pilotos) e aeroviários (que trabalham em terra) descartaram, nesta quarta-feira (29), a chance de haver greve durante as comemorações de ano-novo.

A decisão atinge o Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, e os demais no País. A informação oficial é do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea).


quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Projeto Social de Congonhas capacitou cerca de 200 jovens em 2010

A Infraero capacitou no ano de 2010 no Aeroporto de Congonhas cerca de 200 jovens e adolescentes, dentro do projeto social "Hangar do Aprendiz". Desde 2002, o projeto forma e coloca os jovens como aprendizes no mercado de trabalho.“Nossa meta para 2011 é capacitar 260 alunos”, afirmou Wagner Machado, gerente de Administração e Finanças.

A ação conta com aulas de informática e curso preparatório de formação profissional que abrange temas como Higiene, Saúde, Relações Humanas, Comportamento Social, Atendimento ao Cliente e outros. “Os resultados foram extremamente satisfatórios. Mais de 90% dos jovens capacitados em nosso projeto estão inseridos no mercado de trabalho. A maior satisfação de todos os envolvidos é poder contribuir para que tenhamos uma sociedade mais justa, dando perspectivas de futuro a esses jovens” explicou Eliana Akemi, superintendente do Aeroporto de Congonhas, referindo-se aos jovens que hoje trabalham em empresas como Rede Globo, Johnson & Johnson, Avianca Linhas Aéreas, Sadia S/A, dentre outras.

O projeto social "Hangar do Aprendiz" conta com a parceria da Associação Grupo Assistencial Luis Sergio, da empresa RA – Catering Ltda e do Núcleo Rotary de Aprendizagem Profissional. Além dessas empresas, o projeto conta com outras 26 que absorvem esses jovens para o mercado de trabalho.

Aeroportos da Bahia, Alagoas e Sergipe prontos para a alta temporada

Os aeroportos da Superintendência Regional do Centro-Leste da Infraero estão com reforços nas equipes operacionais e de atendimento aos passageiros para garantir a tranquilidade, o conforto e a segurança para quem vai viajar durante a alta estação.

Entre as ações já em execução nos Aeroportos Internacionais de Salvador e Maceió e nos Aeroportos de Aracaju, Ilhéus e Paulo Afonso estão os reforços nos cuidados com a limpeza dos banheiros e das lixeiras distribuídas nos terminais, bem como nos sistemas de esteiras de bagagem, escadas rolantes e elevadores; além da segurança dos Terminais e estacionamentos, com atenção especial para os saguões de embarque e desembarque, onde o fluxo de passageiros deverá ser maior em função das festas de fim de ano.

Para executar esse plano de ação, empregados da Infraero estão divididos em equipes que atum durante 24 horas como atendentes nos terminais, todos identificados com os coletes amarelos com a frase “ Posso Ajudar” em português e inglês. Para o superintendente Regional do Centro Leste, Wellington Santos, esse trabalho destaca o comprometimento da Infraero com os passageiros. “Todos devem unir esforços em ações coordenadas e compartilhar informações para que esta alta estação passe de forma tranquila e sem transtornos”, afirmou.

Campanha Fique Por Dentro
O esclarecimento dos passageiros é um dos objetivos da campanha Fique Por Dentro, que entrou em sua segunda fase nesta alta temporada. A ação também já foi iniciada em outros 15 aeroportos de sua rede e pretende garantir que os passageiros conheçam mais a responsabilidade de órgãos e empresas que integram o sistema aéreo.

A principal novidade da nova fase da campanha é o conceito de presença digital, que vai reunir informações e esclarecimentos por meio de ferramentas como hot-site, mensagens SMS, acesso a conteúdos por aplicativos móveis, como Bluetooth e smartphones, além da interação por meio das redes sociais, como o Twitter.

Além dos vídeos, folders explicativos sobre os itens que podem ou não serem transportados nas bagagens estão sendo distribuídos, além de edições de bolso do Guia do passageiro.

Pernambuco recebe charter da Air Italy para a temporada de verão

A capital pernambucana recebe amanhã (30/12) o segundo voo charter de Milão (Itália) para esta temporada de verão. A operação teve início na última quinta-feira (23/12), quando chegou a Recife o primeiro grupo de italianos. Entre os meses de dezembro e fevereiro, o Estado receberá nove voos charters da Itália.

Neste período, são esperados 1.350 passageiros, o que representa um incremento de R$ 8 milhões na economia, levando em consideração os gastos dos turistas com hospedagem, alimentação, passeios e compras. O voo Milão-Salvador-Recife será operado pela companhia Air Italy e comercializado pela operadora italiana Just Brazil. Confira abaixo os próximos voos: 6, 13, 20 e 27 de janeiro; 01,23 e 24 de fevereiro

Atrasos atingem 11,8% dos voos domésticos, aponta Infraero

Dos 1.129 voos previstos até as 12h, 133 registraram atraso.
80 decolagens foram canceladas no período.



A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) registra atrasos em 11,8% dos voos domésticos previstos para decolar até as 12h desta quarta-feira (29). Das 1.129 partidas programas, 133 (11,8%) tiveram atraso e 80 (7,1%) foram canceladas.

No Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o percentual de atrasos supera o índice nacional. Dos 91 voos previstos, 14 (15,4%) tiveram atraso, até as 12h, e um (1,1%) foi cancelado. No Aeroporto de Congonhas, dos 94 voos programados, 11 (11,7%) registraram atraso e 24 (25,5%) foram cancelados.

No Rio de Janeiro, no Aeroporto do Galeão, 11 voos (19,6%) tiveram atraso e um (1,8%) foi cancelado, entre os 56 previstos. No Aeroporto Santos Dumont, três (4,5%) voos registraram atraso e 18 (27,3%) foram cancelados, do total de 66 voos programados.

No Aeroporto de Brasília, a Infraero registra atrasos em 13 (15,1%) voos e cancelamentos em cinco (5,8%), entre os 86 previstos.

Companhias aéreas
Segundo boletim da Infraero, 46,4% dos voos previstos para decolar pela companhia aérea Webjet registraram atraso, o que equivale a 26 voos, do total de 56. A empresa teve três (5,4%) voos cancelados.

Na segunda-feira (27), passageiros da companhia enfrentaram problemas para embarcar e a Webjet chegou a registrar atrasos em 61,4% dos seus voos. Em nota, a empresa informou que problemas meteorológicos que atingiram as regiões Sul e Sudeste causaram os atrasos e cancelamentos dos voos no início da semana. Nesta quarta-feira, o G1 entrou em contato e aguarda retorno sobre as causas dos atrasos desta manhã.

Voos internacionais
Entre os voos internacionais, os atrasos atingem 13,8% (11 voos) do total de 80 voos previstos. Foram canceladas quatro decolagens (5%), um deles no Aeroporto de Porto Alegre e três no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Transtornos
Nos últimos dias, passageiros têm enfrentado transtornos para embarcar em aeroportos pelo país, devido a reflexos de más condições meteorológicas em algumas regiões do Brasil.

Durante a semana do Natal, os passageiros que tinham viagem de avião marcada também já enfratavam alguns problemas. Aeroviários e aeronautas ameaçaram entrar em greve para reivindicar reajuste salarial.

Na quarta-feira (22), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que 80% dos trabalhadores devem continuar trabalhando até o início de janeiro. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 100 mil. Em assembleia na manhã de quinta-feira (23), os funcionários decidiram suspender a paralisação.

Paraíba inaugura pista do Aeroporto de Cajazeiras

O Governo do Estado da Paraíba inaugurou ontem (28/12) a pista de pouso do Aeroporto Regional de Cajazeiras e o balizamento noturno do aeródromo de Sousa, no Sertão da Paraíba, às 15h e 18h, respectivamente. O aeroporto também será dotado de uma estação de passageiros, hangares para a aeronave do Governo do Estado e para particulares.

Ele foi construído para atender um pleito de empresários e pela necessidade de um aeroporto de médio porte na região. Já a reforma do aeródromo do município de Sousa vai facilitar o pouso e decolagem dos aviões de pequeno porte.

449 voos em apenas três dias em Fortaleza

Para sexta-feira, último dia do ano, a Infraero informa que sete voos foram cancelados em Fortaleza

São Paulo/Fortaleza Entre pousos e decolagens, o Ceará deverá receber, via Aeroporto Pinto Martins, um total de 449 voos comerciais de hoje a sexta-feira. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informa ainda que houveram sete voos cancelados (incluindo partidas e chegadas). Todos na sexta-feira, último dia do ano.

Nesse mesmo período está prevista a operação de seis voos charters, que irão operar para os seguintes terminais aeroportuários: Confins (Belo Horizonte), Afonso Pena (Curitiba) e Guarulhos (São Paulo).

No País

No País, os desembarques de passageiros de voos domésticos já somam, de janeiro a novembro deste ano, 61,2 milhões, registrando mais um recorde na série histórica, iniciada em 1993, segundo os dados divulgados ontem pelo Ministério do Turismo. No mesmo período em 2009, foram 56 milhões. Considerando apenas o mês de novembro, a Infraero contabilizou 5,8 milhões de desembarques, o que representa um crescimento de 13% na comparação com igual mês do ano passado, quando a movimentação doméstica foi de 5,1 milhões.

"Podemos terminar 2010 com mais de 66 milhões de desembarques domésticos", estima o diretor de Estudos e Pesquisas do ministério, José Francisco Lopes, o que representaria uma expansão de 19% em relação à movimentação nos aeroportos em 2009.

Os desembarques internacionais (7,2 milhões) tiveram crescimento de 21,3% no acumulado dos onze meses. Só em novembro, foi registrado um fluxo de 670 mil passageiros nos aeroportos brasileiros.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ex-comissário cobra da Vasp R$ 1,5 milhão

O ex-comissário Paulo Cesar Seeman, 50, cobra na Justiça há quase dez anos o pagamento de salários atrasados e benefícios da Vasp.

Ele faz parte de um grupo seleto de credores com dívidas de alto valor e espera receber R$ 1,5 milhão.

Seeman foi demitido em 2000 e voltou para a companhia em 2008 por meio de uma ação de reintegração. Como a Vasp deixou de voar em 2005, ele passou a trabalhar na área administrativa.

A saída da empresa foi traumática: ele atuava como chefe de equipe da primeira classe em voos internacionais e trabalhava no setor havia duas décadas. Aos 40 anos, não conseguiu arrumar emprego em outra companhia aérea.

"Morava em um condomínio fechado em São Paulo. Tive de vender a casa, colocar minha filha para estudar em escola pública. De todos os meus amigos que foram demitidos, sou o único que conseguiu permanecer casado, uma coisa como essa abala a vida da gente."

Seeman voltou a estudar e hoje atua na área de recursos humanos. Mesmo assim, afirma que recebe hoje metade do que ganhava como comissário.

Ele diz ter esperança de finalmente receber parte do que a companhia deve após a venda da fazenda Piratininga, do empresário Wagner Canhedo, ex-proprietário da Vasp.

O cenário é menos otimista para o comissário aposentado da Varig José Paulo de Resende, 62.

Beneficiário do Aerus, fundo de pensão da companhia aérea que está sob intervenção desde 2006, Resende viu sua renda encolher e não tem plano de saúde há dois anos.

"Lembro-me do meu último voo. Fui homenageado em um voo NY-Rio. Minha aposentadoria começou com benefício de R$ 3.475 e hoje recebo R$ 592", disse.

"Não esperava envelhecer sem dignidade. O governo não fez nada, está esperando que a gente morra, e desde 2006 muitos já morreram."

Os aposentados dependem do julgamento de uma ação de defasagem tarifária da Varig contra a União no STF (Supremo Tribunal Federal).

Aéreas falidas têm dívidas de R$ 25 bi

Há 18,5 mil ações trabalhistas de ex-funcionários de Varig, Vasp e Transbrasil e passivos com ex-fornecedores

Em 2000, as três tinham 24 mil empregados; 58 aviões estão sem uso, mas falência morosa impede retirada

Aviões da Vasp no aeroporto de Congonhas

As falências de Varig, Vasp e Transbrasil, as principais companhias aéreas da década de 1990, deixaram para trás um rastro de dívidas que supera R$ 25,4 bilhões, segundo levantamento feito pelo advogado do setor aéreo Carlos Duque-Estrada, a pedido da Folha.

O cálculo foi feito a partir de informações atualizadas da Justiça e da 1ª Vara de Falência de São Paulo.

Esse montante é devido a milhares de credores, que vão desde fornecedores de água dos escritórios dessas empresas até fornecedores de combustível e peças.

Varig e Vasp saíram do mercado no governo Lula, que chegou a incluir as companhias aéreas na nova lei de recuperação judicial. O mecanismo deu sobrevida às empresas, mas até agora se mostrou insuficiente para mantê-las em operação.

Até hoje, a crise da Varig é citada por especialistas como um dos pontos de partida das diversas crises do setor nos últimos cinco anos.

O montante de R$ 25,4 bilhões inclui ainda dívidas com União, INSS e Receita Federal, além de fornecedores e funcionários.

"Quase R$ 3 bilhões são dívidas trabalhistas. Os processos se arrastam por conta de estratégias de advogados que usam e abusam de recursos para não deixar que as ações se encerrem", diz o advogado Duque-Estrada.

Protecionismo

Em 2000, as três empresas contavam com 23.993 funcionários, entre pilotos, comissários, auxiliares de voo, pessoal de manutenção e revisão, tráfego e vendas.

Os dados são do Anuário Estatístico da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e não incluem os 2.745 funcionários de empresas do antigo grupo Varig - como Rio Sul e Nordeste.

Para ter ideia do porte dessas companhias, esse é o mesmo volume de funcionários que TAM e Azul tinham, somadas, em 2009.

"Essas empresas viveram um outro momento político, em que os militares garantiam um retorno mínimo para as companhias. Quando acabou o protecionismo do Estado, elas não conseguiram se adaptar", afirma Graziela Baggio, do Sindicato Nacional dos Aeronautas.

Na Justiça do Trabalho, são ao menos 18.500 processos trabalhistas ativos envolvendo ex-funcionários das três companhias. Somente em São Paulo são 6.581 ações, segundo levantamento atualizado até 17 de dezembro do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

Um dos sinais da morosidade do processo de falência de uma companhia aérea é a presença de 58 aviões inoperantes em 25 aeroportos administrados pela Infraero.

Esses aviões são listados como ativos das empresas e estão envolvidos em disputas judiciais, o que dificulta a retirada. Quando a Justiça der autorização para a remoção, será preciso definir, ainda nos processos de falência, quem deverá retirá-los.

Até o dia 7 passado, as dívidas de Vasp, Varig e Transbrasil com a administradora de aeroportos somavam R$ 47 milhões em tarifas de pouso e permanência, além do adicional recolhido sobre as tarifas.

GOL lança passagens a R$ 59 em voos regionais

A Gol comemor sua parceria com a Passaredo Linhas Aéreas com a promoção de passagens a partir de R$ 59. A ação contempla assentos destinados à Gol nos trechos operados pela empresa regional, além das suas próprias conexões em voos domésticos. Os clientes podem efetuar reserva até o dia 9 de janeiro, para viagens realizadas entre os dias 10 de janeiro e 28 de fevereiro.
Na última semana, as empresas anunciaram um acordo comercial para venda de passagens em todos os seus canais. Com a parceria, a Gol incorporou à sua malha as cidades de Marília, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, no estado de São Paulo, Barreiras e Vitória da Conquista, na Bahia, e o município de Ji-Paraná, em Rondônia, além do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

Os bilhetes promocionais estão à venda no site da Gol (www.voegol.com.br). Mais informações e o regulamento da ação podem ser obtidos pelo telefone 0300-115-2121.

12,2% dos voos domésticos registram atraso, aponta Infraero

Dos 551 voos previstos até as 8h, 67 registraram atraso.Foram canceladas 27 (4,9%) decolagens.


Dos 551 voos domésticos previstos para decolar até as 8h desta terça-feira (28), 67 (12,2%) registraram atraso superior a 30 minutos e 27 (4,9%) foram cancelados, segundo boletim divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Em números absolutos, as maiores quantidades de voos com atraso pertencem às companhias Gol e TAM, com 21 (11,2%) e 29 (15,4%), respectivamente. A Gol teve, até as 8h, nove voos (4,8%) cancelados, enquanto a TAM teve sete (3,7%) das suas decolagens suspensas. Ambas as companhias aéreas tinham 188 voos previstos para o período.

O maior percentual de voos domésticos cancelados é da empresa Webjet (quatro voos, que equivalem a 18,2% dos voos da companhia). Na segunda-feira (27), 61,4% dos voos da Webjet registraram atraso. Em nota, a empresa informou que problemas meteorológicos que atingiram as regiões Sul e Sudeste do país no fim de semana e na manhã de segunda-feira geraram os atrasos e cancelamentos dos voos.

Entre os voos internacionais, dos 32 previstos até as 8h, dois (6,3%) registraram atraso e um (3,1%) foi cancelado. O cancelamento ocorreu no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, onde sete voos estavam previstos.

Pelo país
Em São Paulo, no Aeroporto de Guarulhos, dos 43 voos previstos, sete (16,3%) registraram atraso e quatro (9,3%) foram cancelados. No Aeroporto de Congonhas, um voo (3,1%) registrou atraso e seis (18,8%) foram cancelados, entre os 32 programados para o período.

Nos aeroportos do Rio de Janeiro, o percentual de atrasos também supera a média nacional. No Galeão, dos 29 voos previstos, quatro (13,8%) tiveram atraso. Não houve cancelamentos. No Santos Dumont, dos 26 voos programados, quatro (15,4%) registraram atraso e sete (26,9%) foram cancelados.

Em Belo Horizonte, no Tancredo Neves, dez voos (41,7%) registraram atraso e quatro (16,7%) foram cancelados, entre os 24 previstos. A situação é mais tranquila no Aeroporto da Pampulha, onde não há voos atrasados e apenas uma das seis decolagens previstas foi cancelada.

Semana do Natal
Durante a semana do Natal, os passageiros que tinham viagem de avião marcada enfrentaram alguns transtornos. Aeroviários e aeronautas ameaçaram entrar em greve para reivindicar reajuste salarial.

Na quarta-feira (22), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que 80% dos trabalhadores devem continuar trabalhando até o início de janeiro. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 100 mil. Em assembleia na manhã de quinta-feira (23), os funcionários decidiram suspender a paralisação.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Gol tem promoção em voos para Belém (PA)

Em comemoração ao aniversário de Belém (PA), que acontece no dia 12 de janeiro, a Gol colocou no ar a promoção "Você Faz a Festa". Clientes com destino à cidade aniversariante entre os dias 11 e 12 de janeiro, partindo de Brasília (DF), Fortaleza (CE), São Paulo (SP), Marabá (PA), Manaus (AM), Macapá (AP), São Luis (MA) e Santarém (PA), terão a passagem de ida grátis.

"Além de reforçar nosso compromisso com a população regional, oferecendo tarifas competitivas com as cobradas por empresas de ônibus, a promoção é uma excelente opção para quem está programando a viagem de férias", destaca Eduardo Bernardes, diretor Comercial da GOL.

Clientes que adquirem passagens com 21 dias de antecedência, por exemplo, encontram o trecho Brasília-Belém a partir de R$ 239. Na compra antecipada de 28 dias, uma viagem partindo de Fortaleza sai por R$ 169, ou, com origem em São Paulo, por R$ 269 e de Marabá por R$ 129. Já com 21 dias de antecedência, voos partindo de Manaus saem a partir de R$ 239 e de Macapá, São Luis e Santarém por R$ 119, R$ 139 e R$ 159, respectivamente. Ou seja, além de levar o trecho de ida de graça pela promoção, o cliente paga preço baixo na volta.

As passagens da "Você Faz a Festa" podem ser compradas até o dia 28 de dezembro pelo site da companhia (www.voegol.com.br). O valor promocional está sujeito à disponibilidade de assentos nas aeronaves. Mais informações e o regulamento da ação podem ser obtidos no site da Gol ou com a Central de Relacionamento com o Cliente, pelo telefone 0300-115-2121.

Gol inicia voo direto entre São Paulo e Teresina


A Gol iniciou a primeira ligação direta entre São Paulo (SP) e Teresina (PI). As novas operações são realizadas com modernas aeronaves Boeing 737-800 Next Generation. O novo voo parte do Aeroporto Internacional de Guarulhos às 12h40, chegando a Teresina às 15h13. No sentido inverso, a aeronave decola da capital do Piauí às 17h50 e tem previsão de pouso às 22h25 em São Paulo.

Segundo Leonardo Pereira, vice-presidente responsável pelo Planejamento Operacional da Gol, a empresa conta com a malha mais abrangente de voos com origem e destino em Teresina. "Somos a única companhia a oferecer a opção de voos diretos entre a capital do Piauí e o Rio de Janeiro (RJ), Brasília (BSB), Fortaleza (CE), São Luiz (MA) e, agora, São Paulo. Com isso, avançamos em nossa missão de aproximar pessoas com segurança e inteligência", destaca.

O trecho entre São Paulo e Teresina, adquirido com 21 dias de antecedência, por exemplo, pode ser encontrado a partir de R$ 249. Os bilhetes para o novo voo estão à venda no site da companhia, em www.voegol.com.br, via Call Center (0300-115-2121) ou agentes de viagens.

Atrasos atingem 5,9% dos voos em Fortaleza, diz Infraero

Até 10h, nenhum voo foi cancelado,tudo calmo!

No Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, do total de 34 partidas programadas para até as 9 horas desta segunda-feira, 27, apenas duas (5,9%) atrasaram. Nenhum voo foi cancelado, segundo balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Ainda segundo a empresa, de 9h às 10h (horário de Brasília), o índice de atraso de voos domésticos nos aeroportos foi de 5,1%. Em Brasília (DF), 6% de atrasos; em Congonhas (SP), 11.3%; 9.8% de atrasos em Guarulhos (SP). O Galeão (RJ) registrou 5.1% de atrasos no período.

Dos 844 voos domésticos programados de 0h as 10h, 14.3% sofreram atrasos de mais de 30 minutos, segundo a Infraero.

Atrasos atingem 14,6% dos voos domésticos, segundo Infraero

Dos mil voos previstos para decolar até as 11h, 146 registraram atraso.
Foram canceladas 29 (2,9%) decolagens.


Dos mil voos domésticos previstos para decolar até as 11h desta segunda-feira (27), 146 (14,6%) registraram atraso superior a 30 minutos, e 29 (2,9%) foram cancelados, segundo boletim da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Entre os voos internacionais, dos 72 programados, 10 (13,9%) tiveram atraso e três (4,2%) foram cancelados. Nesta segunda-feira, nevascas que atingem a Costa Leste dos Estados Unidos causaram o cancelamento de mais de 2 mil voos no país. Nova York amanheceu com os aeroportos de JKF, La Guardia e Newark Liberty, os maiores da cidade, fechados. Apesar dos transtornos, os voos previstos para decolar do Brasil para Nova York permanecem confirmados.

Pelo país
Em São Paulo, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, 20 voos (25,3%) registraram atraso e três (3,8%) foram cancelados, dos 79 previstos. No Aeroporto de Congonhas, dos 80 voos programados, 13 (16,3%) registraram atraso e quatro (5%) foram cancelados.

No Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, dos 50 voos previstos até as 11h, 11 (22%) tiveram atraso e não houve cancelamentos. No Aeroporto Santos Dumont, dez (18,2%) voos registraram atraso e seis (10,9%) foram cancelados, entre os 55 previstos.

Em Belo Horizonte, no Aeroporto Tancredo Neves, das 56 partidas previstas, 14 (25%) tiveram atraso e quatro (7,1%) foram canceladas. No Aeroporto da Pampulha a situação é tranquila. Não há voos com atraso ou cancelados.

Transtornos
Durante a semana do Natal, que foi comemorado no sábado (25), os passageiros que tinham viagem de avião marcada enfrentaram alguns transtornos.

Insatisfeitos com o reajuste salarial proposto pelas empresas aéreas, os aeroviários e aeronautas ameaçaram entrar em greve. Na quarta-feira (22), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que 80% dos trabalhadores continuem trabalhando até o início de janeiro. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 100 mil.

Em assembleia na manhã de quinta-feira (23), os funcionários decidiram suspender a paralisação. Mesmo assim, na quinta, os passageiros enfrentaram transtornos. Até as 22h, 39,5% dos voos domésticos e 41% dos voos internacionais sofreram atrasos.

Vai viajar de avião? Saiba seus direitos em caso de atrasos ou cancelamentos

Empresas podem ser multas se descumprirem resolução da Anac


Atrasos em voos e ameaça de greve têm causado muita dor de cabeça para quem vai viajar de avião neste fim de ano pelo País. Se este é o seu caso, saiba que uma resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), em vigor desde julho, amplia os direitos dos passageiros.

Antes, qualquer apoio material, que inclui acesso a telefone e internet, era feito depois de quatro horas de atraso. Com o novo regulamento, as empresas têm de proporcionar esse serviço uma hora depois do atraso ou cancelamento. Depois de duas horas, elas também são responsáveis pela alimentação do passageiro, e, a partir de quatro, pela acomodação em local adequado.

Se o voo for cancelado ou interrompido, o passageiro tem a opção de terminar o trajeto por meio de outro transporte ou esperar o próximo voo. Se desistir da viagem, tem direito ao reembolso integral da passagem.

O não cumprimento das normas pode resultar em multas que variam de R$ 4 mil a R$ 10 mil por ocorrência. No site da Anac – www.anac.gov.br – há um guia do passageiro, com a descrição de todos os direitos.

Classe C invade aeroportos e faz movimento crescer 21,6% em 2010

Brasileiros fizeram 126,5 milhões de viagens entre janeiro e outubro, segundo Infraero
A classe média brasileira ganhou 29 milhões de pessoas entre 2003 e 2009 e agora representa mais da metade da população do país, segundo a FGV (Fundação Getulio Vargas). Com mais dinheiro no bolso e vontade de consumir, essa massa de trabalhadores resolveu deixar o ônibus de lado e viajar de avião. Um levantamento do R7, com base nos dados da Infraero (estatal que administra os aeroportos), mostra que o movimento nos aeroportos aumentou 21,6% neste ano.

Entre janeiro e outubro deste ano (dado mais recente), 126,5 milhões de passageiros viajaram de avião no Brasil. No mesmo período de 2009, apesar da crise, 104 milhões de pessoas usaram o transporte aéreo. Para o professor de planejamento estratégico e marketing do Mackenzie Marcos Morita, essa expansão do movimento se deve ao maior poder aquisitivo da classe média.

- Por causa das promoções, muitos voos acabam saindo pelo mesmo preço da passagem de ônibus. Esse aumento do movimento se deve à classe C, ainda que os executivos sejam maioria [dos usuários do transporte aéreo no Brasil].

O controle dos preços e o aumento do salário médio real permitiram ao brasileiro viajar mais, o que deixou os aeroportos brasileiros lotados, explica o economista e professor do Ibmec/DF José Ricardo da Costa e Silva. Para ele, entretanto, a alteração no estilo de vida do brasileiro não ocorreu agora.

- Essa mudança vem desde a estabilização de preços, que se consolida com a criação do Real [em 1994]. Quando se estabiliza preço, você permite à pessoa mais humilde fazer uma previsão dos gastos. A minha empregada doméstica já comprou dois celulares, um notebook para o filho e agora comprou um carro, ganhando R$ 900 por mês e pagando R$ 600 de prestação.

A classe C não espera para juntar dinheiro e pagar à vista. Ao contrário, ela compra conforme a parcela cabe no próprio bolso, explica Morita.

- Ela [classe média] não pensa muito nos juros, que podem dobrar o valor da compra [à vista]. O que interessa é o pagamento mensal, já que existe o desejo de ter o bem imediatamente.

Venda direta

Algumas companhias áreas, como TAM e Azul, fecharam parcerias para vender passagens diretamente para a classe C em grandes redes do comércio – Casas Bahia e Magazine Luiza, respectivamente. No entanto, as taxas de juros praticadas nas compras feitas pessoalmente são maiores que as da internet, alerta o economista do Ibmec/DF.

- Sempre compra mais barato quem opta pela internet, porque consegue fazer uma varredura maior de ofertas e ainda consegue pagar com cartão de crédito sem juros. Quando você vai para um carnê de loja física, você paga juros maiores. Como as classes C e D ainda têm um pouco de dificuldade no acesso à internet, isso ainda funciona.

Por outro lado, Morita lembra que a classe C está descobrindo a internet agora e já se tornou uma das principais clientes do segmento de compras online.

Movimento em 2011

Mesmo com o aperto no crédito, promovido pelo governo com o aumento do dinheiro que os bancos são obrigados a deixar depositado no Banco Central (depósito compulsório), não deve faltar grana para viajar no ano que vem, diz Costa e Silva.

- O problema maior do crédito no próximo ano não é a redução por causa do aumento compulsório ou da Selic [a taxa básica de juros]. O problema mais sério é uma parte da população se descobrir de mãos atadas em relação aos débitos que assumiu durante este ano. Ou seja, descobrir que se endividou mais que podia.

Para o ano que vem, a expectativa é que o movimento nos aeroportos brasileiros permaneça em alta. Isso porque, segundo o economista do Ibmec/DF, o número de pessoas que vai perceber que está devendo mais que podia ainda será menor que o de pessoas que vai entrar no mercado de crédito, o que gera uma compensação.

Procura por passaporte cresce 38% e bate recorde

No ano em que as empresas aéreas descobriram a classe C e os números da economia alavancaram o turismo, a emissão de passaportes bateu recorde em São Paulo. Até o dia 16 de dezembro, a Superintendência da Polícia Federal (PF) havia expedido mais de 557 mil cadernetas, 38% a mais do que as 403 mil de 2009. O efeito indesejado dessa procura tem sido o tempo de espera pelo agendamento - entre 15 e 20 dias, dependendo do posto escolhido.

A PF atribui o prazo dilatado exclusivamente à explosão da demanda. Mas empresários envolvidos na emissão de passaportes ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo afirmam que outros fatores contribuíram para agravar os problemas vividos por quem buscou o documento neste ano.

No início de 2009, expirou o contrato entre a PF e a Datasist, que por 13 anos forneceu mão de obra para os setores administrativos da corporação. A concorrência para suceder a empresa foi vencida pelo Instituto de Pesquisa e Elaboração de Projetos (Ipeppi), de Minas, mas o contrato não chegou a ser assinado por irregularidades com a documentação.

A Datasist, então, foi chamada para um contrato de emergência por 180 dias. A licitação seguinte teve como vencedora a Cosejes, de Fortaleza. Em vez de digitadores e preparadores de dados, os profissionais exigidos passaram a ser recepcionistas. "Essa substituição de digitadores por recepcionistas é a principal causa dos problemas na emissão de passaportes", afirma o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Empregados de Empresas de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Sindpd), Antonio Neto.

Número suficiente

A Superintendência da Polícia Federal em São Paulo informou que "tem o número suficiente de (funcionários) contratados para atender sua necessidade". A PF descarta, por ora, inaugurar novos postos de atendimento na capital paulista. Assinala ainda que a demanda por passaportes tem "picos variáveis, o que exige respostas pontuais". Quando necessário, diz a corporação, o horário de atendimento é estendido, nos fins de semana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Voos atrasados mantêm média de 9,5% em Fortaleza, neste domingo

De 42 partidas programadas para este domingo até as 15hrs, quatro (9,5%) atrasaram e um (2,3%) voo foi cancelado
No Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, do total de 42 partidas programadas para este domingo, 26, até as 15 horas, quatro (9,5%) atrasaram e um (2,3%) voo foi cancelado, segundo balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Pela manhã, dos 32 voos domésticos programados até as 9h na Capital cearense, apenas três (9,4%) registraram atraso.

Balanço nacional divulgado pela Infraero registra 159 (14,3%) voos atrasados e 48 (4,3%) cancelados, do total de 1.115 programados.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Aeroporto de Guarulhos em clima de Natal

O Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos (SP) encerra o ano decorado com o tema “Natal Tropical”, que pode ser conferido por todos os usuários do aeroporto. Inspirado no verão brasileiro, 15 Papais Noéis, medindo 1,70m de altura, vestidos com roupas de banho da década de 20, estão distribuídos ao longo do piso de embarque. Uma árvore e mais de 30 banners enfeitados com elementos e figuras natalinas completam a decoração.

A decoradora Suzy Gheler desenvolveu as peças para interagir com os passageiros e usuários que utilizam o Aeroporto de Guarulhos. “Durante a montagem das peças, um passageiro americano fez questão de tirar foto para mostrar para sua família”, disse Suzy.

Os Papais Noéis em tamanho natural despertam a atenção de passageiros e, em especial, das crianças que ficam fascinadas com os bonecos.

“A decoração ficou maravilhosa. O aeroporto está muito bonito”, afirmou a passageira Renata Remondini. “Os bonecos chamam a atenção das crianças, que chegam a tocar neles. Já tiramos fotos”, complementou Mireli Garcia.

Infraero renova frota com a compra de 30 micro-ônibus

A Infraero recebeu nesta terça-feira (21/12) 30 novos micro-ônibus para o transporte de usuários entre as aeronaves e os Terminais de Passageiros. Esses equipamentos, orçados em R$ 5,6 milhões, vão ser distribuídos em 24 aeroportos da Rede; uma nova facilidade que vai ampliar o conforto no atendimento aos passageiros.

Todos os microônibus possuem ar-condicionado, cerca de 25 assentos, e serão adaptados para o uso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Parte dos equipamentos serão destinados ao atendimento de autoridades civis e militares.

Segundo Antônio Erivaldo Sales, superintendente do Aeroporto Internacional de Brasília, que recebeu três novos micro-ônibus, os veículos vão beneficiar passageiros e usuários. "Todo equipamento que agrega conforto e segurança aos passageiros é indispensável", destacou Sales.

Além do Aeroporto de Brasília, também receberão os novos micro-ônibus os aeroportos internacionais de Guarulhos, Campinas, Porto Alegre, Florianópolis, Campo Grande, Corumbá, Cuiabá, Galeão, Confins, Recife, Fortaleza e Parnaíba; e os aeroportos de Juazeiro do Norte, Pampulha, Vitória, Macaé, Santos Dumont, Goiânia e Congonhas.

Infraero recebe 29 novas ambulâncias para renovar frota em aeroportos

A Infraero recebeu nesta segunda-feira (20/12) 29 novas ambulâncias que serão distribuídas para 24 aeroportos da Rede. No total, a empresa investiu R$ 5,56 milhões na aquisição dos veículos. As ambulâncias substituirão veículos mais antigos na frota da empresa em alguns aeroportos e complementarão a frota em outros. O aparelhamento das viaturas teve apoio do Corpo de Bombeiros que auxiliou na adaptação dentro dos mesmos moldes usados pela corporação. A Infraero fez questão de, em alguns itens, ir além das normas exigidas, e montou as ambulâncias com duas macas, dois cilindros de oxigênio, piso e forro impermeáveis a fim de permitir a correta higienização e evitar contaminação.

“Este investimento é mais uma prova do compromisso da Infraero com o conforto e a segurança dos usuários da Rede”, afirmou o presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza. O diretor de Operações da Infraero, João Márcio Jordão, enfatizou a importância dos novos veículos para a segurança dos usuários dos aeroportos. “As novas ambulâncias possibilitarão um atendimento mais ágil e completo para os pacientes. Trata-se de uma medida notável para a segurança médica”, pontuou ele.

Entre os 24 aeroportos que receberão as ambulâncias, estão os aeroportos internacionais de Brasília (DF), Viracopos (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Natal (RN) e Recife (PE), e os aeroportos de Vitória (ES), Goiânia (GO), Teresina (PI), Juazeiro do Norte (CE), Joinville (SC) e São José dos Campos (SP).

Novas áreas em Guarulhos trazem mais conforto para usuários

O Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos já colocou à disposição de passageiros e usuários novas áreas de convivência nas extremidades das Asas A e D do aeroporto. Esses espaços fazem parte do conjunto de soluções proposto pela Infraero para ampliar os níveis de conforto nos principais aeroportos da Rede com o início da alta temporada 2010/2011.

Os espaços de convivência estão localizadas no piso de embarque, nas Asas A e D dos Terminais 1 e 2, e contam com 440 m² cada. Essas áreas facilitam a circulação de passageiros, aumentando o conforto dos usuários. Entre as duas áreas foram distribuídos 250 assentos e 40 tomadas elétricas para a utilização de equipamentos eletrônicos, como notebooks e celulares. Cada espaço conta também com quatro monitores do Sistema Informativo de Voos.

O superintendente do Aeroporto de Guarulhos, Antonio Montano, notou que a medida faz parte do trabalho contínuo da Infraero. “A administração está trabalhando para implementar melhorias na prestação dos serviços e na infraestrutura, buscando prover o máximo de conforto para os usuários no período da alta temporada”, completou Montano.

Atrasos atingem 30 voos de Fortaleza, segundo Infraero

Com um total de 45,5% de vôos atrasados, Fortaleza registra índice maior do que o total do Brasil, que registrou 39% de atrasos

Dos 66 voos domésticos programados até às 19h desta quinta-feira, 23, com desembarque em Fortaleza, 30 registraram atraso e nenhum foi cancelado, segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Até as 23h59min de hoje, a previsão é de que 140 voos desembarquem no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Com um total de 45,5% de voos atrasados, Fortaleza registra índice maior do que o total do Brasil, que registrou 39% de atrasos. Dos 2.207 voos domésticos programados até às 19h nos principais aeroportos do País, 861 sofreram atrasos de mais de meia hora e 97 foram cancelados.

Entre os 172 voos internacionais, 64 atrasaram (37,2%) e cinco foram cancelados (2,9%).

Mais de 55% dos voos atrasam no início desta quinta em Fortaleza

Segundo informações do Sindicato Nacional dos Aeronautas, mesmo sem greve, pode haver atrasos nos aeroportos, já que funcionários estão trabalhando acima do limite

55,6% dos voos atrasaram até as 6 horas desta quinta-feira, 23, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. No Cariri, o único voo do aeroporto de Juazeiro do Norte também atrasou.

De acordo com a Infraero, 15 dos 27 voos atrasaram em Fortaleza. Em todo o Brasil, 412 voos foram realizados, onde 138 (33,5%) atrasaram e 15 (3,6%) foram cancelados.
Nesta quinta-feira, 23, os trabalhadores do setor aéreo decidiram suspender a greve que ocorreria nos aeroportos do País. No final da noite desta quarta, 22, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que 80% dos trabalhadores aéreos (aeronautas e aeroviários) mantenham-se em atividade desta quinta, 23, até 2 de janeiro de 2011. O descumprimento da ordem judicial pode gerar multa diária de R$ 100 mil.

De acordo com o presidente Sindicato Nacional dos Aeronautas, Gelson Dagmar Fochesato, mesmo sem greve, pode haver atrasos nos aeroportos , já que funcionários estão trabalhando acima do limite.

Com greve suspensa, atividades no Santos Dumont são mantidas em tranquilidade


Após a determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de que 80% dos aeroviários e aeronautas compareçam ao trabalho com pena de multa de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento, a operação no Santos Dumont, no Rio de Janeiro, segue normalmente. Por causa da determinação, os sindicatos decidiram suspender a greve, e as próximas reuniões serão marcadas para 2011.
O aeroporto Santos Dumont tinha clima de tranquilidade na manhã desta quinta-feira. Apesar de alguns voos cancelados e atrasados, não havia tumultos nem desorganização nas áreas de embarque e desembarque. Para garantir a segurança das operações, reforços da Anac e Infraero circulavam pelos saguões. Segundo uma funcionária da Infraero, não houve indício de greve ou manifestação desde às 6h, horário previsto pelos grevistas.
De acordo com o Sindicato dos Aeronautas, a decisão de adiar a greve foi tomada esta manhã, em uma assembléia realizada por volta das 5h em Congonhas, em São Paulo. A decisão do TST, de que 80% do contingente de trabalhadores do setor trabalhe normalmente, é válida até 02 de janeiro.
Guarulhos – Apesar da suspensão da greve, o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, começou o dia com uma manifestação dos trabalhadores do setor. O presidente do Sindicato dos Aeroviários do Aeroporto de Guarulhos, Orisson Melo, esteve presente no aeroporto, onde discursou perante funcionários e passageiros.

Empresas apontam chuva como causa para vôos atrasados, Infraero nega

Muitos passageiros estavam revoltados com a espera que chegava a mais de 48 horas e os ânimos se exaltaram.


Manaus - Apesar da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) dizer que o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, já opera em condições normais para o final do ano, os problemas com os vôos das operadoras TAM e GOL ainda causam transtornos nesta quarta-feira (22).

No guichê de atendimento da TAM não existe ninguém autorizado a responder pelos problemas com atrasos e cancelamentos de vôos. O mesmo ocorre no balcão da GOL. A orientação dos atendentes é indicar as assessorias de comunicação das operadoras, que são terceirizadas em São Paulo.

A confusão ocorrida na noite de ontem (21) e na madrugada desta quarta foi resolvida com a chegada de uma equipe de Policiais Militares pedida pela empresa TAM. Muitos passageiros estavam revoltados com a espera que chegava a mais de 48 horas e os ânimos se exaltaram.

Na manhã de hoje, a confusão foi transferida para a área de embarque onde só passageiros têm acesso. De acordo com relatos deles, ainda existem pelo menos cinco vôos com partidas atrasadas da operadora TAM.

Segundo o passageiro Sindri Mendes, ele espera desde as 23h35 de terça-feira pela saída do vôo TAM-1751 com destino a São Paulo. “É um absurdo o que estão fazendo com a gente. Nem água eles nos dão. Um desrespeito com a gente que espera há mais de 11 horas pra sair daqui. Esse vôo iria me deixar em São Paulo, onde eu iria pegar outro para Florianópolis e não tenho nenhuma informação do que houve”, lamenta.

Infraero diz que tudo está normal

Apesar do atraso na partida de pelo menos dez vôos na manhã desta quarta-feira (22), entre meia-noite e 8h, a Infraero acredita que o Aeroporto Eduardo Gomes já opera normalmente.

Ainda segundo a Infraero, o apagão aéreo provocado pelo mau tempo durou aproximadamente 12 horas e foi a principal razão para as alternâncias de vôos que vinham para a capital, e como conseqüência, os atrasos ocorridos nos últimos dias, mas que a partir de hoje as companhias aéreas não poderiam mais usar essa desculpa como motivo para novos problemas.

Na segunda-feira (20), o aeroporto ficou fechado para pousos e decolagens de 13h10 até as 19h30 por conta da forte chuva. Neste período, foram alternados seis vôos para cidade próximas, o que acabou atrasando a decolagem e evidenciando o problema estrutural que passam as operadoras GOL e TAM.

Ontem (21), a situação voltou a complicar entre 1h40 e 7h30 da manhã quando por causa de uma névoa que encobriu a pista do aeroporto. Assim, pousos e decolagens foram novamente suspensos e oito vôos foram alternados.

Para a Infraero, essa combinação de fatores acabou criando o clima de insegurança no aeroporto, e somando-se a ineficiência das companhias em oferecer informações sobre os vôos aos passageiros.

Voos atrasados são rotineiros

Das 21 chegadas programadas para a manhã de hoje, ocorreram apenas cinco atrasos, novamente dos aviões da TAM (4) e da GOL (1). Nas partidas programadas, dos 26 vôos, dez saíram de Manaus com mais de 30 minutos de atraso. Em nenhum dos casos houve cancelamento das viagens.

A reportagem tentou contato com as assessorias das operadoras TAM (11 – 5582-8153 begin_of_the_skype_highlighting 11 – 5582-8153 end_of_the_skype_highlighting) e GOL (11 – 9306-5052 begin_of_the_skype_highlighting 11 – 9306-5052 end_of_the_skype_highlighting). A TAM informou que iria divulgar uma nota sobre o assunto no final da tarde. A GOL não atendeu a reportagem.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Mais de 30% dos voos internacionais sofrem atrasos, diz Infraero

Dos voos domésticos, 29,4% atrasaram até as 14h.
Em Cumbica, 53% das partidas estão fora do horário.



Dos 1.423 voos domésticos programados até as 14h desta quarta-feira (22) nos principais aeroportos do país, 418 atrasaram mais de meia hora (29,4%) e 61 foram cancelados (4,3%). Entre os 94 voos internacionais, 30 atrasaram (31,9%) e dois foram cancelados (2,1%). As informações foram divulgadas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Entre os aeroportos com maiores índices de atrasos de voos domésticos, estão Cumbica, em Guarulhos (53,8%), Belém (50%), Fortaleza (42,9%), Brasília (42,3%) e Manaus (37,8%).

Entre as empresas aéreas, a TAM tem 46,7% dos voos domésticos atrasados. A Webjet, 28,2% e a Gol, 28,2%. Das partidas internacionais, 48% dos voos da Gol sofreram atrasos e a Webjet, 46,8%.

Por meio de nota, a TAM informou que os atrasos nos voos domésticos são decorrentes do mau tempo em Manaus, que atrapalhou as operações de terça-feira. "As condições adversas em Manaus prejudicaram a programação de voos da TAM, que sofre os reflexos, com atrasos em diversos aeroportos do país ainda nesta quarta-feira", diz o texto. O G1 entrou em contato com a Gol e a Webjet e aguarda retorno.

A assessoria de imprensa da Infraero, em Manaus, disse que a situação está se normalizando.

Ameaça de greve
Além dos atrasos, a ameaça de greve dos funcionários das empresas aéreas preocupa os passageiros. Na terça-feira (21), representantes dos aeronautas e aeroviários, dos patrões e do Ministério Público do Trabalho se reuniram para discutir reajuste salarial, mas não fecharam acordo. Os trabalhadores dizem que devem cruzar os braços nesta quinta-feira (23).

Marcelo Schmidt, secretário-geral do Sindicato Nacional dos Aeroviários, afirma que as paralisações serão realizadas aos poucos, em cada um dos principais aeroportos do país. “O que pode acontecer amanhã é [parar] um pouco no Rio, um pouco em São Paulo, um pouco em Brasília, em Belo Horizonte, em Recife, vai pipocando, a categoria é grande, não será concentrada no mesmo local para não prejudicar o passageiro, vamos usar de inteligência, não queremos o passageiro contra a gente”, disse.

De acordo com os representantes, as empresas oferecem reajuste de 6% e os trabalhadores querem aumento de 13% para aeroviários e de 15% para aeronautas.

Nesta quarta, um grupo de funcionários decidiu fazer um piquete na porta do Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. Cerca de 60 pessoas tentavam impedir a entrada de funcionários no terminal aéreo.

Voo charter entre Portugal e Maranhão é confirmado para o final deste mês


Foi confirmado para o final deste mês o vôo charter entre Portugal e Maranhão, com roteiros diretos de Lisboa a São Luís pela companhia aérea Euroatlantic. Os voos, em aviões Boeing B767 da EuroAtlantic, com 20 lugares em classe executiva e 254 em classe turística, devem sair de Lisboa na manhã do dia 26 de dezembro e regressar no dia 2 de Janeiro de 2011.

"Estamos trabalhando pacotes a um preço entre 40% e 60% mais barato que os preços que estão no mercado para o Réveillon no Brasil, e o diferencial do Maranhão é que além da orla, o destino também possui os lençóis maranhenses, diferencial único de todo o nordeste", declarou o administrador da operadora Eduardo Pinto Lopes.

O voo estava previsto para acontecer em julho, mas precisou ser adiado pela operadora TerraBrasil devido à crise financeira da Europa. "Sofremos um pequeno atraso na concretização do voo, mas o trabalho do governo, que não mediu esforços para a consolidação do charter, e a ampla divulgação do Estado na Europa servirão para o sucesso da operação, que sem dúvida servirá de vitrine para outras operações", explicou o secretário de Turismo do Maranhão, Tadeu Palácio.

Infraero entrega novas pontes de embarque no Aeroporto de Recife

A Infraero entregou nesta terça-feira (21/12) as pontes de embarque/desembarque 8 e 9 do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre para operação assistida. A solenidade de entrega dos equipamentos contaram com a presença do diretor Comercial da Infraero, Geraldo Moreira Neves, e do superintendente Regional do Nordeste, Fernando Nicácio, que ressaltou a importância do empreendimento no aumento do conforto e da segurança dos passageiros e usuários do Gilberto Freyre. "Os novos equipamentos representam mais conforto e segurança para as operações aeroportuárias e uma redução no tempo de solo das aeronaves", destacou Nicácio.

Além das pontes de embarque/desembarque 8 e 9, a Infraero entrega, no primeiro trimestre de 2011, outras duas pontes no Aeroporto do Recife. A obra de extensão do conector do Terminal de Passageiros em 150 metros e a instalação das quatro pontes estão orçadas em R$ 10 milhões e é um investimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

"Após a conclusão dos serviços, o Aeroporto Gilberto Freyre passará a contar com 11 pontes, garantindo a prestação de serviços com qualidade, eficiência, conforto e segurança", disse o diretor Comercial da Infraero, Geraldo Moreira.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Azul lança rota Ilhéus-Confins (MG)

A Azul iniciou a venda de passagens aéreas para Ilhéus, na Bahia, a partir de Confins, em Belo Horizonte, o segundo maior centro de distribuição de voos da companhia.

A nova operação irá começar em 1º de fevereiro de 2011. A partir de Confins, é possível conectar-se com voos diretos para Campinas (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Vitória (ES), Fortaleza (CE), Recife (PE), São Luís (MA) e Natal (RN).

Além da nova ligação, a Azul irá aumentar a frequência de voos entre Confins e Porto Seguro também a partir de 1º de fevereiro de 2011. A operação que antes era um vez por semana passa a ocorrer quatro vezes por semana.

Os novos voos irão ocorrer em dias de semana alternados. Logo, os voos de Confins para Ilhéus sairão às terças, quintas e domingos. Já as operações que partem de Confins para Porto Seguro acontecerão às segundas, quartas, sextas e domingos. Entre Belo Horizonte e Porto Seguro, a Azul já opera voos aos sábados desde 1º de maio de 2010.

No estado baiano, a companhia já serve três cidades: Porto Seguro, Ilhéus e Salvador. A partir de Salvador, a Azul já transportou mais de 430 mil clientes, uma média de 18 mil por mês. De agosto a dezembro deste ano, houve um aumento de 67% no volume de clientes transportados e, ao mesmo, 47% de aumento da oferta de assentos.

Copa Airlines inaugura rota Brasil-St. Maarten via Panamá

A Copa Airlines inaugurou neste fim de semana (18/12) sua nova rota para St. Maarten, com conexão imediata no Panamá. Com duas freqüências semanais, às terças e sábados, os voos saem de São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus e Belo Horizonte. Com isso, brasileiros com destino ao Caribe não necessitam mais se preocupar com visto e burocracias americanas, já que o voo não faz escala nos Estados Unidos.
O voo inaugural CM228 saiu Às 12h22 do Panamá e chegou em St. Maarten às 16h17. Na volta, retorna como CM229, saindo às 17h30 de St. Maarten e chegando ao Panamá às 19h44.
Para divulgar a rota, a Copa Airlines e o St. Maarten Tourism Bureau empreenderam um fam trip composto por operadoras de diversos países da América Latina. Durante a permanência, o grupo conhecerá todos os benefícios e belezas da ilha, dividida entre duas nacionalidades.

sábado, 18 de dezembro de 2010

AA comemora ocupação de 100% do voo inaugural Dallas-Rio

A American Airlines inaugurou nesta sexta-feira (17/12) sua mais nova rota, conectando o Rio de janeiro com seu principal hub nos Estados Unidos, a cidade de Dallas, no Texas, num voo sem escalas operado três vezes por semana. "O voo já é um sucesso e a American Airlines só tem o que comemorar" afirmou Frances Pina, gerente da AA, e com razão. O primeiro voo de Dallas para o Rio chegou com 100% de seus assentos ocupados.

Outros números também indicam a boa aceitação da rota. Segundo Frances, para o mês de dezembro o voo já apresenta uma taxa de ocupação de 94% e para janeiro, de 80%. "Agora, os brasileiros e cariocas especialmente terão um novo ponto para conexões com a Ásia e a Costa Oeste dos Estados Unidos", explicou Frances, que disse ainda que a AA está trabalhando em parceria com o Convention Bureau do Texas para promover os atrativos da cidade.

A rota é atendida em aeronave Boeing 767-300, com saídas do Rio aos domingos, quartas e sextas, às 23h15, com chegada no aeroporto de Fort Worth em Dallas às 6h25. O trajeto inverso é feito às terças, quintas e sábados, com saída de Dallas às 19h45 e chegada ao Rio às 10h25. Com este novo voo a American passa a oferecer um total de 77 frequencias semanais no Brasil, e 17 no Rio de janeiro.

Infraero assume aeroporto de Juazeiro até fim do mês

Estado deve abrir mão do Aeroporto Regional do Cariri, passando-o para a Aeronáutica, que fará outorga à Infraero

Módulos de embarque e desembarque de passageiros devem receber primeiras melhorias
FOTOS: ELIZÂNGELA SANTOS

Juazeiro do Norte. O Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes será incorporado ainda este ano pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A informação foi confirmada pelo vice-prefeito de Juazeiro, José Roberto Barreto Celestino. Com essa definição, será possível, ainda este ano, fazer empenho da emenda da bancada federal do Ceará, da ordem de R$ 26,5 milhões, para melhorias e ampliação do aeroporto (pista e terminal de passageiros). O convênio com o Estado será encerrado em 2012. A crescente demanda do aeroporto nos últimos anos tem sido o motivo de reivindicações da população, pela falta de reformas para acompanhar o processo de crescimento.

O vice-prefeito participou de reunião, quando representou o Município, em audiência com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o deputado federal José Nobre Guimarães. Também participaram o deputado federal e senador eleito, José Pimentel, e o procurador geral do Ceará, José Leite Juca Filho, que representou o governador Cid Gomes na ocasião.

Fora do roteiro

A melhoria no aeroporto tem sido um dos temas polêmicos na região, mobilizando administradores e a própria população com abaixoassinado. A agência de viagens Ópera Romana, do Vaticano, recentemente divulgou roteiro do turismo religioso no Brasil, excluindo Juazeiro. Um dos motivos seria a falta de infraestrutura aeroportuária.

Segundo o vice-prefeito, com essa ação, que deve ser agilizada para se concretizar até o dia 31 deste mês, a Infraero iniciará as obras de instalação dos Módulos Operacionais de Embarque e Desembarque (MOPs). "Para isto ocorrer, o governador Cid Gomes e o Ministro da Defesa irão assinar até o final deste mês um ato, por meio do qual o Estado abre mão de continuar gerenciando o aeroporto, passando então para o Comando da Aeronáutica, que por sua vez fará a outorga para a Infraero", explicou Roberto.

O vice-prefeito lembra ainda que a boa receptividade do ministro Jobim ocorreu coincidentemente com a vinda do presidente Lula ao Cariri, quando o prefeito Manoel Santana entregou um documento pedindo a outorga do Aeroporto para a Infraero. Celestino também reconhece a mobilização dos segmentos de classe juazeirenses como primordial nesta conquista para a região.

Movimento popular

Há mais cerca de cinco meses foi iniciado um movimento popular na cidade reivindicando melhorias no aeroporto regional. A meta na mobilização, que é encabeçada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) local e outras instituições, é chegar a pelo menos 70 mil assinaturas.

O processo de licitação para a construção dos módulos operacionais já ocorreu e os serviços devem ser iniciados em breve. O próprio governador Cid Gomes já afirmou em recente vinda à região que, caso não sejam efetivadas as reformas por parte da Infraero, o Estado assumirá as obras necessárias.

O ministro Nelson Jobim entregou a José Roberto um relatório da Secretaria de Aviação Civil com números significativos que mostram a importância do Aeroporto Orlando Bezerra, não apenas no contexto regional, mas também interestadual já que atende aos Municípios nas dividas com os Estados do Pernambuco, Piauí e Paraíba.

Caminhada dos prefeitos

O abaixoassinado organizado pelos lojistas faz parte de uma campanha, iniciada no mês de julho, com uma caminhada dos prefeitos da região sul do Estado. A coleta de assinaturas foi iniciada em cidades da região, com a adesão de entidades lojistas das cidades de Barbalha e Missão Velha e nos Municípios de Brejo Santo, Jardim, Caririaçu e Milagres.

O intuito da campanha foi conscientizar a sociedade da importância do equipamento para o desenvolvimento regional. A meta é fechar o ano com mais de 260 mil usuários dos serviços. Não há definição da data para o final da campanha de adesão da população, mas os organizadores continuam a coleta até obter um número significativo de assinaturas. O processo de melhorias do aeroporto envolve, de urgência, a ampliação da área do terminal.

Abertura

"A boa receptividade do ministro Jobim foi coincidentemente à vinda do presidente Lula ao Cariri"

José Roberto Celestino
Vice-prefeito de Juazeiro do Norte

MAIS INFORMAÇÕES

Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, Juazeiro do Norte (CE)
Telefones (88) 3572.0700 / 3572. 2118
CDL de Juazeiro (88) 3512.2266

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

30,2% dos voos atrasados em Fortaleza

As companhias TAM, Gol e Webjet foram as que mais apresentaram voos fora do horário previsto ontem

Até as 19 horas de ontem, os voos que deviam chegar e partir do Aeroporto Internacional Pinto Martins registraram atrasos. De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), dos 63 voos que estavam previstos para quinta-feira, 20 atrasaram, sendo 19 domésticos e um internacional. Este foi o maior índice dos últimos dias no Aeroporto da Capital cearense.

Os atrasos não foram restritos aos voos de uma região específica, os que seguiam de Norte a Sul do País apontaram atrasos acima de trinta minutos, tempo que é considerado tolerável pela Infraero.

As companhias TAM, Gol e Webjet foram as que as que mais apresentaram voos fora do horário previsto. Até as 15 horas de ontem não havia sido registrado nenhum cancelamento. Apenas no dia anterior. O voo da TAM 3516, que sairia de Fortaleza com destino à Belém, às 23h30 não seguiu viagem.

Justificativa

De acordo com a assessoria de imprensa da companhia, tanto os atrasos quanto os cancelamentos se devem ao mau tempo no Sudeste do País. Da mesma forma, a assessoria de imprensa da Gol informou que o índice de atrasos em suas partidas no aeroporto de Fortaleza refletiram as condições meteorológicas adversas em variadas regiões do País. Por causa do mau tempo, a companhia precisou realizar ajustes em toda a sua malha para melhor atender os clientes.

A Gol esclareceu ainda que alterações de horários de voos, em virtude de más condições climáticas, são procedimentos, ainda que indesejados, habituais nas operações aéreas.

A companhia lamentou que essas medidas tenham causado desconforto aos passageiros, mas ressaltou que a segurança é seu valor corporativo prioritário e mais precioso.

Em nota à imprensa, a Companhia informou também que está fornecendo aos clientes a assistência necessária, dentro do que estipula a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Conforme a Resolução, em caso de atraso no aeroporto de escala ou de conexão por mais de quatro horas, o transportador deverá oferecer as seguintes alternativas ao passageiro: a reacomodação do passageiro, reembolso ou a conclusão do serviço por outra modalidade de transporte.

Quando o atraso for superior a uma hora, as companhias devem oferecer facilidades de comunicação, tais como ligação telefônica, acesso a Internet ou outros; superior a duas horas: alimentação adequada; superior a quatro horas: acomodação em local adequado e traslado quando necessário.

Tam inicia rota para Bogotá neste domingo

Neste domingo, a Tam iniciará voo diário entre São Paulo e Bogotá, na Colômbia. A operação terá uma aeronave A320 configurada em duas classes. Os passageiros que viajarem de executiva poderão utilizar o Special Service da companhia, além da sala VIP da Tam no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) e de empresa parceira no Aeropuerto Internacional El Dorado (Bogotá). Com esta nova rota, a Tam fecha o ano com 18 destinos internacionais na América do Sul, nos Estados Unidos e na Europa.

O voo JJ8048 decolará diariamente de Guarulhos às 12h40 e pousará em Bogotá às 15h40 (hora local). No sentido inverso, o JJ8049 partirá de Bogotá às 23h (hora local) com chegada em São Paulo prevista para as 7h45. Na classe econômica, a menor tarifa para passagens de ida e volta para Bogotá com saída de São Paulo está em US$ 669. Já a tarifa de passagens de ida e volta com saída de Bogotá custa a partir de US$ 619. Na executiva, a menor tarifa para ida e volta com saída de São Paulo está em US$ 1.529. Com saída de Bogotá, a menor tarifa de ida e volta sai a partir de US$ 1.498.

Anac reforça atendimento em aeroportos

A partir de hoje e até o dia 3 de janeiro, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai reforçar o atendimento aos passageiros em 11 aeroportos do país. Uma equipe de atendimento, composta por 120 pessoas, entre inspetores, diretores e pessoal de apoio, reforçará a fiscalização com relação aos direitos dos passageiros nos aeroportos.

Também será fiscalizado o cumprimento da Resolução nº 141, em vigor desde junho deste ano, que determina a assistência material, em casos de atraso ou cancelamento, reacomodação imediata no caso de cancelamento ou preterição, reembolso para o passageiro que desistir da viagem por cancelamento ou atraso acima de quatro horas, entre outros.

Puma Air Linhas Aéreas amplia serviço de Call Center


A Puma Air Linhas Aéreas ampliou o Serviço de Call Center da empresa. Agora, além do número 3003 7862, que passa a servir exclusivamente às agências de viagem, a companhia disponibiliza o 0300 773 3900, para reservas e compras de bilhetes, e o 0800 773 3900, para informações e reclamações.

Acesso ao Galeão será interditado neste domingo na parte da manhã


A Linha Vermelha, via de acesso à Ilha do Governador e ao Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, ficará interditada no próximo domingo (19/12), das 6h30 às 8h30. O motivo é a implosão da ala sul do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, localizado na região.
Por conta disso, a Tam divulgou uma nota orientando seus passageiros com voos marcados para o período que se antecipem na chegada ao aeroporto, no checkin e no despacho de bagagens.
Apesar da interrupção do tráfego na Linha Vermelha, serão montados desvios e outros esquemas para garantir a passagem de veículos.

Embraer deve faturar US$ 5,25 bi em 2010

O presidente da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) anunciou terça-feira (14/12) que a empresa vai encerrar 2010 com uma receita de cerca de US$ 5,25 bilhões, resultado inferior ao do ano passado, mas acima da expectativa da empresa. "O mercado internacional continua ainda com dificuldade. Então, a receita está um pouco menor. Mas o importante é que os resultados abaixo da receita, a produtividade, a rentabilidade e a geração de caixa vêm se preservando mesmo nos anos de dificuldade", disse Curado.

Segundo ele, 2011 deve apresentar um pequeno crescimento em comparação a este ano. A Embraer vai apostar na criação de uma nova unidade, de defesa e segurança, para 2011 e pretende entrar nessa área não somente produzindo aviões, mas também no controle de voos, por exemplo. "As forças tecnológicas que a empresa dispõe hoje podem, com facilidade, migrar para outras aplicações que não especificamente avião", disse.

Passaredo anuncia novos voos em Goiânia


Com uma expansão planejada que resultou em um crescimento de 130,89% no último ano, a Passaredo Linhas Aéreas anunciou a continuidade de sua evolução no mercado da aviação com a inserção de quatro novos voos na capital do estado de Goiás. Os novos vôos, que serão operados a partir do dia 17 de janeiro, terão como destino: Araguaína/TO, Curitiba/PR(um novo vôo sem escala), Recife/PE e Salvador/BA.
A empresa já liga Goiânia a 10 municípios brasileiros: Cuiabá, Curitiba, Ji-Paraná, Palmas, Porto Alegre, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São José do Rio Preto, São Paulo (GRU) e Uberlândia. Das 20 operações realizadas diariamente hoje em Goiânia a companhia passará para 34 até fevereiro de 2011.
"Acreditamos no grande potencial na cidade de Goiânia e neste momento vamos investir ainda mais em excelência e qualidade para nossos clientes da região centro-oeste do país", afirma o presidente da empresa, Comandante Felício, destacando uma tendência da empresa de focar em novos negócios na região centro-oeste.
Os novos vôos serão operados por jatos ERJ 145 que fazem parte da frota da Passaredo. "Vamos expandir muito nossa atuação em Goiânia", finaliza o Presidente.

Taca inicia nova rota para Brasília e aumenta ligações entre Brasil e Peru


A Taca Airlines iniciou ontem (16/12) sua nova rota Brasília-Lima, aumentando assim de 21 para 24 voos semanais entre o Brasil e o Peru. Atualmente, a Taca possui voos partindo de Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, e agora Brasília.
O voo TA081, com cerca de cinco horas de duração, tem saídas às terças, quintas e sábados, decolando do Aeroporto Internacional de Brasília/Juscelino Kubitschek às 07h35 (horário de verão) e pousando na capital peruana às 09h30, horário local já considerando o fuso de -3 horas com relação ao Brasil.
No retorno o voo TA080 é operado às segundas, quartas e sextas decolando às 22h05 e pousando em Brasília às 05h35. A rota é feita pela aeronave Embraer EMB-190, com 96 assentos, sendo 8 na classe executiva. A partir de Lima, o passageiro terá a possibilidade de conexão imediata para os principais destinos das Américas, incluindo Cusco, Quito, Bogotá, San José, San Salvador, Havana, México, Miami, Los Angeles, San Francisco, New York e outros.
A base de Brasília é comanda pela Executiva de Vendas, Liamar Constante, que esteve presente no voo inaugural, junto com o Gerente Regional Brasil da Taca, Ian Gillespie, a Executiva de Vendas Claudia Shishido, a Gerente Vanessa Fraga, a supervisora Érica Medeiros, o Chefe de Estação Ludim de Leon, e o mecânico responsável pelo voo, Francisco Arce.

Passageiro pode ter dor de cabeça no fim do ano


Previsão deve-se à ameaça de greve dos aeroviários, aumento na demanda e possíveis overbooking

Casablanca investe em serviços, pacotes para shows e cru- zeiros para driblar a internet na venda de passagens

Atenção, turistas. Os atrasos nos voos aéreos devem ser mais recorrentes no período entre Natal e Réveillon. Além da ameaça de paralisação, feita pelos aeroviários, a forte demanda por passagens pode provocar casos de overbooking.

A diretora comercial da Casablanca, Natália Abreu, endossa esta previsão. "Até o ano passado, nós incentivávamos que nossos funcionários saíssem de férias em dezembro. Mas, em 2009, neste período de festas de fim de ano, o serviço de pós-atendimento foi tão movimentado, que vamos liberar para férias a partir do dia 3 de janeiro", afirma a empresária.

Tendência é piorar

Para Fortaleza, 22,5% dos voos domésticos enfrentaram atrasos na última terça-feira, o que representava 16 voos. Abreu diz que a tendência é que a situação piore. Para a diretora, a demanda está muito alta e os comissários de voo não podem ultrapassar determinada carga horária. "Eles já estão trabalhando no limite", afirma. "E a Anac está com um trabalhando de fiscalização muito forte".

Ela afirma que, como o assunto está bem divulgado, o passageiro já vai ao aeroporto com disposição a enfrentar qualquer problema. Mas, se ele for cliente da agência, pode esperar na sala vip da Casablanca no aeroporto ou contar com outros serviços de acordo com o problema. "Investimentos em várias para o turista, porque nosso grande concorrente em vendas de passagens tem sido a internet", explica Abreu.

Para driblar a internet

Ela conta que a empresa tem investido em serviços, como vendas 24 horas, sala vip em aeroportos (Fortaleza e Recife), programação de fidelização, atendimento pós-venda. "São ações para driblar concorrência da internet", esclarece. "O pós-venda dá uma assistência ao cliente em caso de atraso ou perda de voo. Monitoramos o horário de saída e informamos ao cliente. Fazemos o check in antecipado para evitar o overbooking. Fornecemos suporte jurídico. Se ele perder, orientamos sobre qual o próximo voo".

Avaliação e previsões

Assim, Natalia Abreu comemora o resultado de 2010. "Foi um ano de expansão da Casablanca", avalia a diretora.

Para 2011, a Casablanca anuncia que vai trabalhar na linha de incorporar uma redução no faturamento com vendas e passagens e crescimento com pacotes. A alta deve vir com os cruzeiros e viagens para shows em outras cidades.

Eles oferecem pacotes para quem quer assistir os shows de Amy Winehouse, que passa por Florianópolis, Rio de Janeiro, Recife e São Paulo, em janeiro, do Iron Maiden em março e abril no Rio de Janeiro, Brasília e Recife, de Roxette em abril em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, e do U2 em São Paulo em abril.

Para cruzeiros, a agência estuda uma parceria com o Siriguella, mas sem detalhes.

Fatias

30% do faturamento da Casablanca são de vendas para público em busca de lazer. 70% são do mercado corporativo

FORTALEZA-MADRID

Agentes otimistas com nova rota

A apresentação do voo da Iberia em Fortaleza foi recebida com otimismo pelo trade turístico. Os agentes de viagem já planejam novos pacotes de viagem para a Europa com preços mais em conta para o cearense.

Para Irmá Cavalcante, sócia da Tour du Monde, a nova rota é importante pois dos voos são mais curtos. Segundo ela, com tarifas aéreas mais baixas, o consumidor também sentirá redução de preço nos pacotes.

De acordo com Flávio Macedo, sócio da Flama Turismo, sem dúvida o intercâmbio entre o Ceará e os outros países será incrementado. "A tarifa está bem acessível e o cearense gastará menos para viajar ao exterior", garante.

A consultora de viagem Gláucia Lima, da Calypso Viagens, compartilha desta ideia. "Os preços vieram até abaixo do que se esperava. Foi uma dádiva esse voo ter vindo. Novos produtos serão oferecidos ao consumidor cearense", comemora.

Transporte de cargas

O turismo não será o único setor da economia a ganhar com os voos regulares de Fortaleza à Europa, via Madrid. De acordo com o secretário Bismarck Maia, outros setores da economia também serão beneficiados com a rota. "Primeiramente, um dos benefícios é estimular a realização de eventos de negócios, congressos e feiras, que não dependem de alta estação para acontecerem. Segundo, a Iberia conta com uma equipe comercial extremamente competente", explica o titular da Setur.

De acordo com Maia, já existe contato comercial da companhia com a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) para que empresas possam utilizar o transporte de cargas para efetivar negócios.

Em entrevista ao Diário do Nordeste em setembro deste ano, o presidente da Adece, Francisco Zuza de Oliveira confirmou a negociação para exportação de flores, utilizando a rota da Iberia. De acordo com ele, a parceria com a Iberia seria um importante passo para facilitar as exportações de flores aos países da Europa, a partir da Espanha. (GN)