sábado, 30 de abril de 2011

Aeroporto de Salvador revitaliza pontes de embarque e torres de iluminação

O Aeroporto Internacional de Salvador/Luís Eduardo Magalhães (BA) está recebendo obras de manutenção e adequação para a melhoria das operações do aeroporto, com a restauração das 11 pontes de embarque (fingers) do aeroporto e das torres de iluminação dos pátios de aeronaves. Os trabalhos envolvem investimentos da ordem de R$ 709 mil.

Os trabalhos têm conclusão prevista para o segundo semestre de 2011. A revitalização das torres de iluminação, iniciada em dezembro de 2010, já está em estado avançado: 12 das 17 torres do aeroporto já foram entregues. Quanto às pontes de embarque, está em conclusão a restauração da ponte nº 3. As obras de manutenção dos fingers estão sendo feitas em uma ponte de cada vez para manter a fluidez das operações de embarque e desembarque do Aeroporto de Salvador.

As melhorias fazem parte do cronograma de manutenção contínua e preventiva do aeroporto, com o fim de garantir o conforto e segurança dos passageiros, de acordo com o superintendente do Aeroporto de Salvador, Afranio Souza Mar. “O plano de manutenção está sendo realizado dentro do cronograma estabelecido. Além dos ganhos em conforto para os usuários, o aeroporto terá também uma melhor apresentação”, finalizou Afranio.

Mais melhorias em Salvador

Além dos trabalhos de manutenção em curso, há obras de grande porte previstas para o Aeroporto de Salvador até 2014. Estão em fase de licitação os projetos das obras de reforma e revitalização do Terminal de Passageiros e pátio de aeronaves do aeroporto, e o edital para a construção da nova Torre de Controle de Salvador está em elaboração. Os investimentos totais previstos para estas melhorias são da ordem de R$ 45,1 milhões.

Aeroporto de Brasília ganha linha de ônibus executivos para o Setor Hoteleiro

O Aeroporto Internacional de Brasília/Presidente Juscelino Kubitschek (DF) ganhou nesta sexta-feira (29/4) uma nova linha de ônibus executivos ligando o aeroporto ao Setor Hoteleiro da capital federal. Os quatro ônibus do itinerário são equipados com ar-condicionado, TV a bordo e possuem rampas e assentos exclusivos como itens de acessibilidade para deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida.

A nova linha funcionará todos os dias, inclusive nos finais de semana e feriados, e fará o itinerário Aeroporto/Esplanada dos Ministérios/Rodoviária do Plano Piloto/Setores Hoteleiros Norte e Sul, com viagens realizadas a cada 20-30 minutos. O ponto de embarque e desembarque de passageiros fica no piso térreo do Terminal de Passageiros 1 do Aeroporto de Brasília.

Para o superintendente do aeroporto, Antonio Erivaldo Sales, o início do funcionamento dos ônibus atende a uma necessidade dos usuários do aeroporto. “Com a nova linha, o passageiro que chega à capital contará com uma opção de transporte de qualidade, que vai facilitar seu deslocamento pela cidade”, notou Sales.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Terminais de Carga de Guarulhos, Viracopos, Manaus e Galeão estão entre os dez melhores da América Latina

Os Terminais de Logística de Carga (Teca) dos aeroportos internacionais de Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Galeão (RJ) e Manaus (AM) estão entre os melhores da América Latina de acordo com a Air Cargo Excellence Survey 2011, pesquisa realizada pela revista americana Air Cargo World Magazine, uma das maiores publicações especializadas em logística de carga no modal aéreo do mundo. A pesquisa avalia complexos logísticos no mundo todo, certificando os melhor posicionados no ranking final com um atestado de excelência.

A pesquisa toma como base a avaliação do desempenho dos Terminais de Carga feita por clientes do setor de logística e leitores da revista em quatro categorias: desempenho (avalia o atendimento ao cliente e das atividades de logística), valor (avalia a competitividade e a compatibilidade das taxas com os serviços oferecidos), facilidades (analisa a qualidade das instalações do Terminal de Carga) e alfândega (avalia serviços de alfândega e segurança, entre outros).

O Teca de Viracopos recebeu a melhor avaliação global no ranking da América Latina na categoria de 100 mil a 199 mil toneladas por ano movimentadas, recebendo a maior nota do ranking em desempenho, valor e alfândega, e o segundo lugar no quesito de facilidades. O Terminal de Carga do Galeão ficou em terceiro lugar na mesma categoria, e recebeu a maior nota, junto com o Terminal de Carga de Buenos Aires, na avaliação de facilidades. O complexo logístico do Aeroporto de Manaus ficou em quinto lugar na categoria. Já o Terminal de Carga de Guarulhos foi indicado como o quarto melhor da América Latina no ranking de avaliação global na categoria de movimentação acima de 200 mil toneladas por ano, ficando em terceiro lugar, junto com Bogotá, no desempenho oferecido.

“A avaliação é um reconhecimento notável da qualidade da infraestrutura oferecida e dos serviços prestados pela Rede Teca da Infraero”, notou o superintendente de Logística de Carga, Ednaldo Santos. “A Infraero irá trabalhar com afinco para manter e superar os resultados obtidos, com o objetivo de satisfazer os usuários da Rede e servir o país através do modal logístico aéreo”, finalizou o superintendente.

Imagens do projeto de expansão do Aeroporto de Fortaleza

Como previsto o terminal de passageiros e o pátio de aeronaves do aeroporto de Fortaleza será ampliado.O investimento previsto é de R$ 280 Milhões de reais com recursos da Infraero.

Confira as imagens e dados abaixo:

(Clique na imagem para ampliar e ver nitidamente)


( Locais onde será construindo a ampliação do terminal e novo sistema viário )


(Quando terminada a obra, o aeroporto de Fortaleza contará com 10 pontes de embarque e capacidade de 8 milhões de pass.)


(Com a ampliação o pátio de aeronaves contará com 190.800 m²,já o estacionamento contará com 2450 vagas.)

Clique na imagem para ver em tamanho maior e com uma melhor nitidez.

Dados extraidos da página oficial do aeroporto de fortaleza no Skycrapercity e dados da infraero.

Movimentação cresce 22% em Fortaleza

Em março, passaram pelo Pinto Martins, entre desembarques e embarques, cerca de 454 mil passageiros

A movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional Pinto Martins cresceu 21,9% em março, com relação a igual mês do ano passado. De acordo com a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), no terceiro mês do ano, passaram pelo terminal de Fortaleza, entre embarques e desembarques, 453.770 passageiros. Do total de pessoas, 16.526 procederam ou seguiram para destinos internacionais, enquanto que 437.244 são de rotas domésticas.

Neste caso, o trânsito de passageiros foi 23,3% maior se comparado a março de 2010, quando a movimentação no aeródromo foi de 354 mil pessoas. Com relação aos voos internacionais, houve decréscimo de 5,3%, já que, no ano passado, 17.456 passageiros passaram pelo local em igual mês.

Na Região Nordeste, o Aeroporto de Fortaleza perde apenas para Salvador em movimentação internacional. Por lá, passaram 73.678 passageiros em rotas internacionais.

Desembarque recorde

Os desembarques de passageiros de voos nacionais e internacionais aumentaram, cada um, em mais de 20% no último mês. É o melhor março da série histórica, iniciada em 93. Foram 728 mil desembarques internacionais, crescimento de 22,52% em relação a igual período de 2010. Os domésticos chegaram a 6,4 milhões, aumento de 21,5% em relação a março do ano passado. Se for mantido o ritmo, pela projeção do Ministério do Turismo, os desembarques internacionais de 2011 ficarão em torno de 9 milhões, superando em mais de um milhão os 7,8 milhões registrados de 2010. Já os desembarques domésticos devem girar em torno de 70 milhões, contra os 67,6 milhões no ano passado.

De acordo com o ministro do Turismo, Pedro Novais, os números mostram que o trabalho para estruturar e fortalecer o setor tem alcançado o resultado desejado. "Os indicadores sinalizam que estamos no caminho certo", avalia Novais.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

TAP voará diariamente para Fortaleza em Junho


Conforme consta na página de pedidos de autorizações de voos da anac apartir do dia 02/06, os voos da TAP Portugal para Fortaleza passarão a ser diários e em novo horário. Confiram.
Atualmente a TAP voa para Fortaleza todos os dias exceto as Quartas.

Voos autorizados, a vigorar:
A partir de 02/06

TAP167 LIS1115 1827FOR-Diário-A332

TAP166 FOR1953 0300LIS-Diário-A332

Fonte: ANAC

Após pressão, Anac determina reabertura de unidades da agência no país

Depois de pressão da sociedade e diversas reuniões e protestos públicos do Senador Flexa Ribeiro, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) resolveu reabrir os escritórios e postos de serviço da agência no país. O senador paraense deu a notícia em plenário ontem (27/04), ao ler documento da Anac assinado pelo diretor-presidente interino da agência, Carlos Eduardo Pellegrino.

A Portaria Anac nº 310, de 17 de fevereiro de 2011, foi tema de polêmica em todo o país. Ela definia o fechamento da Anac em diversos pontos do país e o atendimento ao usuário. Os procedimentos administrativos seriam realizados em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

Na portaria agora revogada, seriam extintas as Unidades Regionais de Porto Alegre e Recife, além do Escritório de Aviação Civil de Curitiba e os seguintes Postos de Serviço: Belém, Boa Vista, Brasília, Campinas, Campo Grande, Corumbá, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Galeão, Goiânia, Guarulhos, Londrina, Macapá, Manaus, Ponta Porã, Porto Velho, Ribeirão Preto, Tabatinga e Vitória.

"Ficou provado, nas audiências e nos nossos questionamentos, que centralizar o serviço e fazer o atendimento apenas de forma virtual, sem presença física da Anac nos Estados, era uma decisão errada. Foi importante a pressão para que esse desastre anunciado fosse evitado pela Anac", comentou Flexa.

Blue Panorama Airlines em Fortaleza


A companhia aérea italiana Blue Panorama, iniciará suas operações em Fortaleza em julho deste ano. Segue os detalhes do voo.

A partir de 15/07

BPA1570 MXP0930 1420FOR1535 1650SLZ1820 0940MXP-6-B763

Milão - Fortaleza - São Luis - Milão

Aguarde em breve daremos mais detalhes.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Movimento acumulado no Aeroporto de Fortaleza até Março de 2011


A infraero divulgou essa semana os números referentes aos movimentos dos aeroportos administrados por ela.Vale ressaltar que os numeros mostram o movimento de aeronaves, passageiros, carga* e mala postal nos 67 aeroportos administrados pela Infraero. Em aeronaves, estão computados pousos e decolagens. Em passageiros, embarques e desembarques. Os dados mostram, por mês, a movimentação acumulada no ano.

Veja abaixo os numeros referentes ao Aeroporto de Fortaleza

  1. AERONAVES
Domesticas: 15.669
Internacionais: 475

Total: 16.144 (Aumento de 998 aeronaves)*

2. PASSAGEIROS

Domesticos: 1.363.506
Internacionais:54.242

Total: 1.417.748 (Aumento de 132.874 passageiros)*

3. CARGA AÉREA

Domestica: 10.438.436 Kg
Internacional: 797.185 kg

Total: 11.235.531 kg (Aumento de 856.212 kg)*
4. MALA POSTAL

Domestica: 1.624.308 Kg
Internacional: 0

Total: 1.624.308 kg (Aumento de 848.698 kg)*


* Aumento equivalente ao mesmo periodo do ano passado.Dados de aumento nao oficiais e podem sofrer alterações.Os demais dados são veridicos e se encontra a disposição no site da infraero.

Fonte: Infraero

Seção Contra Incêndio de Aeroporto de Campina Grande recebe novos equipamentos

A Seção Contra Incêndio (SCI) do Aeroporto de Campina Grande/Presidente João Suassuna (PB) recebeu novos equipamentos. Os novos aparelhos fazem parte do trabalho de atualização do aparato de salvamento das SCIs dos aeroportos da Superintendência Regional do Nordeste da Infraero, que investiu cerca de R$ 687 mil nas aquisições. Deste total, foram investidos R$ 76 mil para o Aeroporto de Campina Grande.

O aeroporto recebeu quatro novos equipamentos de respiração autônoma, utilizados para a respiração em meio à fumaça, uma serra abrasiva utilizada para o corte de metal e um desencarcerador, equipamento usado para retirar pessoas presas a ferragens. Os itens foram distribuídos pelos aeroportos da Regional Nordeste ao longo do primeiro trimestre do ano. Além disso, os aeroportos deverão receber ainda no primeiro semestre novos ventiladores hidráulicos, utilizados para dissipar gases e calor em ambientes pouco ventilados.

O superintendente do Aeroporto de Campina Grande, Nilson José da Silva, frisou a importância dos novos equipamentos para a segurança no aeroporto. “Trabalhamos com prevenção, mas devemos estar preparados para um atendimento de emergência em nosso aeroporto, para que não haja brecha para ocorrência de falhas. A Infraero se preocupa em manter equipamentos de primeira linha nas nossas instalações”, destacou o superintendente.

Infraero apresenta melhorias no Aeroporto de São Luís (MA)

A Infraero vem apresentando uma série de melhorias no Aeroporto de São Luís/Marechal Cunha Machado (MA) e no Terminal provisório montado para a movimentação de passageiros. As adequações têm sido feitas desde a interdição total do aeroporto, em 24/3, com o objetivo de adaptar o aeroporto para a movimentação de passageiros e demais usuários até que as obras de reforma do atual Terminal fiquem prontas.

Em 20/4, entrou em operação a estrutura provisória que funciona como área de embarque do aeroporto. Esse sistema estruturado possui 900m², com capacidade para comportar 600 passageiros, com climatização, 400 assentos, três telas de Sistema Informativo de Voo e sistema de som.

Em 14/4, começou a ser utilizada a área provisória de desembarque do Aeroporto de São Luís. Essa estrutura funciona no antigo Terminal de Cargas da Vasp, um prédio de 650 m², e conta com climatização, assentos, duas esteiras de restituição de bagagens, máquina de bebidas, banheiros, Balcão de Informações Turísticas, estacionamento gratuito e locadoras de veículos e táxis. Também está disponível na área de desembarque o Sistema Informativo de Voos.

Melhorias já realizadas

A Infraero entregou a estrutura provisória para ampliação da área de saguão do Aeroporto de São Luís em 5/4. O sistema estruturado que compõe o novo saguão é um espaço climatizado de 650 m², e dispõe de lanchonetes, revistaria e outras facilidades.

O embarque está sendo realizado no saguão do prédio da Administração da Infraero (área já existente), onde 21 posições de check-in foram instaladas. A Infraero disponibilizou ainda uma área de pré-embarque de 300m², climatizada, com dois raios-x e pórticos, banheiros e 78 assentos.

Vale destacar que, desde a interdição do Aeroporto de São Luís, a Infraero vem trabalhando no sentido de prestar informações aos passageiros – por meio de comunicados nas principais rádios e TVs da cidade, entrevistas e coletivas de imprensa – de modo a garantir à sociedade o acesso à informação e a transparência dos trabalhos realizados.

Mudanças em São Luís

As mudanças no Aeroporto Marechal Cunha Machado tiveram início em 18/3, quando o acesso principal ao atual Terminal de Passageiros foi interditado em virtude de avaliação técnica formulada por consultores contratados pela Infraero, que indicou alteração na estrutura espacial do Terminal. Em 24/3, o Terminal foi totalmente interditado. Desde então, embarques e desembarques vêm sendo realizados em caráter temporário no antigo Terminal (atual sede da Administração do aeroporto).

Tarifa de embarque

Em virtude da interdição do Terminal, a Infraero aplicou, desde o dia 28/3, desconto nos preços da tarifa de embarque doméstico praticados no aeroporto, que passou de R$20,66 para R$13,44. A medida, que deve vigorar enquanto durarem os trabalhos de reforma da cobertura do Terminal de Passageiros, se baseia na Resolução nº 180 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), de 25/1/2011.

A redução dos preços beneficia, inclusive, os passageiros que realizaram o pagamento da tarifa antes da vigência dos novos preços, ou seja, antes de 28/3, para viagens a serem realizadas a partir desta data. Para devolução da diferença das tarifas de embarque, os passageiros devem procurar as empresas aéreas ou agências de viagem, responsáveis pela cobrança dessas tarifas.

A redução de preços das tarifas de embarque do Aeroporto de São Luís está sendo realizada em caráter temporário, com base nos serviços e facilidades disponibilizados após a transferência das operações para o antigo Terminal de Passageiros e áreas adjacentes.

Aeroporto de Congonhas sedia Airport Infraexpo

Foi inaugurada nesta terça-feira (26/4) no Aeroporto de Congonhas, no antigo Hangar da Vasp, a primeira edição da Feira Airport Infra Expo, sediada. Trata-se de um evento voltado para a cadeia de produtos e serviços destinados à operação aeroportuária que reúne 100 expositores de 18 países, de setores ligados à infraestrutura aeroportuária, como construção e design, meio ambiente, tecnologia da informação, segurança e controle de tráfego aéreo, dentre outros.

Simultaneamente à feira, será realizado o 1º Seminário Internacional de Infraestrutura Aeroportuária da América Latina que promoverá a discussão sobre as diretrizes do setor no Brasil e no exterior. Representantes da Infraero participarão do seminário como debatedores de temas como construção e ampliação de aeroportos, mercado do transporte aéreo, legislação ambiental brasileira e tecnologia da informação focada na comunicação com o cliente.

Participaram da cerimônia de abertura o Major Brigadeiro do Ar, Paulo Roberto Pertusi, comandante do IV Comando Aéreo Regional de São Paulo que representou o Comandante da Aeronáutica,Tenente Brigadeiro do Ar, Juniti Saito; o superintendente da Infraero Regional São Paulo, Willer Larry Furtado, que representou o presidente da Infraero, Gustavo do Vale; o Brigadeiro do Ar, Luiz Claudio Ribeiro Silva que representou o diretor do DECEA – Departamento do Controle do Espaço Aéreo, Tenente Brigadeiro do Ar, Ramon Borges Cardoso; e a diretora executiva do evento, Paula Faria.

O superintendente da Infraero Regional São Paulo, Willer Larry Furtado, declarou no seu discurso que a Infraero tem o maior interesse em trocar experiências e conhecer o que a indústria traz de novidades em soluções tecnológicas para o setor. Ele disse ainda que o crescimento do setor aéreo no país é notório, ultrapassando a expectativa até dos mais otimistas, como ocorreu em 2010, com aumento de 21% na movimentação de passageiros. “Diante desse cenário, é natural que os olhos se voltem para o que nossos aeroportos têm a oferecer. A infraestrutura existente possui o grau de segurança necessário e exigido pelos órgãos nacionais e internacionais que regulam o transporte aéreo”, afirmou Willer.

Ele acrescentou, também, que na última década a Infraero investiu mais de R$ 6 bilhões na modernização e ampliação dos aeroportos sob sua administração e que até 2014 serão mais R$ 9 bilhões em investimentos programados pela empresa. “Essas melhorias vão beneficiar não apenas os aeroportos relacionados à Copa do Mundo, mas outros que compõem a rede Infraero, cuja meta principal é integrar este país de dimensões continentais, independentemente dos eventos que vão acontecer nos próximos anos. Isto porque nosso foco é atender bem, com conforto e segurança, o passageiro que viaja hoje e passa por nossos aeroportos”. Concluiu.

A Infraero está presente na Airport Infra Expo com um estande para receber seus clientes, parceiros e visitantes durante o período de 26 a 28 de abril, das 12h às 20h. No local, equipes de profissionais da Infraero prestam informações sobre as atividades da empresa, esclarecem dúvidas e distribuem material institucional .

Em julho, Aerolineas Argentinas terá Bariloche – São Paulo


A partir de 1 de julho de 2011 a Aerolineas Argentinas disponibilizará quatro voos semanais no trecho San Carlos de Bariloche – São Paulo (GRU), às quintas, sextas, sábados e domingos, com Boeing 737-700, para 140 passageiros. Este é um voo sazonal, operado na alta temporada, com grande procura.

Também nesta data a empresa adicionará sete voos semanais, totalizando catorze, na rota Buenos Aires – Porto Alegre, com Boeing 737-700. Outra rota, em análise de sete novas frequências, é a Buenos Aires, Aeroparque, para o Rio de Janeiro, a partir de 1 de junho.

Passaredo aposentando o Brasília (Emb-120)


Dia 29 de abril de 2011 parece ser o último dia de operações do Embraer 120 da Passaredo. A aeronave realiza hoje as linhas São Paulo (GRU) – Bauru (BAU) – Marília (MII) – Presidente Prudente (PPB) e São Paulo (GRU) – Bauru (BAU) – Marília (MII).

As três cidades do interior paulista não constam na malha da empresa a partir de maio, segunda informações disponibilizadas pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, assim como a aeronave Brasília, da Embraer. Desta forma a Passaredo passaria a operar somente aeronaves a jato, também da Embraer, modelos ERJ 135 e ERJ 145.

Com o cancelamento do voo as opções são:

- São Paulo para Bauru: 1 voo diário da Gol/VRG partindo de Congonhas com Boeing 737-700; 1 voo diário da Pantanal com ATR 42 partindo de Guarulhos e outro, de segunda a sexta, partindo de Congonhas, com Airbus A320.

- Bauru para Marília: Sem opções.

- Marília para Presidente Prudente: 1 voo diário da Pantanal com ATR 42 e um voo de segunda a sábado, com a TRIP, com ATR 72, que deve iniciar em 15 de maio próximo.

Alterações na Malha da Gol em Fortaleza


A Gol Linhas Aéreas solicitou junto a ANAC, alterações em alguns voos que operam em Fortaleza. Confiram.

Voos autorizados a vigorar:

Exclusões:

A partir de 29/04
GLO1051 SBKP1330 1645SBFZ1712 1812SBNT1845 2215SBKP-S-B738

Alterações:

A partir de 02/05
GLO1099 SBFZ0230 0530SBCF-S-B737
GLO1260 SBSP-SBCF-SBSV-SBRF-SBFZ (Alteração de equipamento p/ B737)
GLO1261 SBFZ-SBCF-SBSP (Alteração de equipamento p/ B737)
GLO1273 SBFZ-SBRF-SBSV-SBCF-SBSP (Alteração de equipamento p/ B737)

A partir de 01/05
GLO1610 SBGR-SBFZ (Alteração de equipamento p/ B737)
GLO1611 SBFZ-SBGR (Alteração de equipamento p/ B737)

GLO1824 SBJU0355 0455SBFZ0527 0849SBGL-Diário-B737
GLO1825 SBGL2106 0015SBFZ0046 0145SBJU-Diário-B737

Em tramitação:

A partir de 05/05
GLO1697 SBEG0530 0730SBBE0800 0950SBFZ1020 1130SBRF1200 1320SBSV-Diário-B738
GLO1830 SBRF1742 1905SBFZ1935 2130SBBE2200 0005SBEG-Diário-B738

A partir de 15/05
GLO1706 SBGR2315 0250SBFZ-Diário-B738
GLO1707 SBFZ0320 0700SBGR-Diário-B738

Fonte: FSG News.

Pinto Martins estará pronto para a Copa, diz Infraero

Infraero garantiu que as obras dos aeroportos estarão concluídas para a Copa do Mundo de 2014. A empresa deverá investir R$ 5,23 bilhões nos empreendimentos das 12e cidades-sede brasileiras

Depois de toda a polêmica levantada acerca das conclusões das obras dos aeroportos brasileiros, a Infraero reafirmou ontem que será possível entregar as reformas e ampliações a tempo. O aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, também deverá cumprir o cronograma estabelecido.

"Todos os aeroportos serão concluidos e isso inclui o aeroporto de Fortaleza", declarou a assessoria de imprensa da Infraero ao O POVO. A expectativa é de que a reforma e ampliação do terminal de passageiros (1ª fase) e adequação do sistema viário do Pinto Martins sejam concluídas em agosto de 2013. O projeto está orçado em R$ 279,5 milhões.

A empresa deverá investir R$ 5,23 bilhões nos aeroportos diretamente relacionados às doze cidades-sede da Copa do Mundo, que juntos concentram 87% do tráfego aéreo nacional. Os aeroportos de Brasília com investimento de R$ 748,4 milhões, Confins com R$ 408,6 milhões e Manaus (R$ 327,4 milhões) são alguns destaques nas obras.

Todas as modernizações estavam previstas para serem entregues até dezembro de 2013. No entanto, no último dia 14 de abril, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou um estudo apontando que nove dos 13 empreendimentos com obras para o mundial não ficariam prontos a tempo. O aeroporto Pinto Martins estava entre os com pior situação no país. O estudo dizia ainda que o prazo para a conclusão das obras ultrapassava os sete anos.

No prazo

O superintendente regional da Infraero em São Paulo, Willer Larry Furtado, disse ontem ser possível cumprir os prazos e acrescentou que o Governo deverá definir a coordenação dos esforços para preparar a infraestrutura aeroportuária do país ao evento

esportivo.

“Todas as obras estão dentro do cronograma previsto. Nós estamos executando o que estava previsto", comentou Furtado, que participou ontem da solenidade de abertura da Airport Infra Expo, feira sobre infraestrutura em aeroportos realizada na capital paulista.

Ontem a presidente Dilma Rousseff minimizou a situação das obras dos aeroportos e conflitos em grandes obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Para ela, esses são “bons problemas” porque os conflitos em grandes obras mostram que o país voltou a investir.

A presidente disse que "é sempre melhor enfrentar os problemas do crescimento, do que enfrentar os problemas do desemprego, da falta de renda, da falta de investimento e da depressão econômica".

Sobre o atraso nas obras dos aeroportos nas cidades que vão receber a Copa do Mundo, a presidente afirmou que o governo está atento, mas está avaliando medidas de curto, médio e longo prazo, que não terão efeitos apenas para os eventos esportivos.

Como

ENTENDA A NOTÍCIA

Os aeroportos brasileiros estão estrangulados em número de passageiros. Empreendimentos das 12 cidades-sede da Copa concentram 87% do tráfego precisariam de reformas mesmo sem o evento.

NÚMEROS

279

MILHÕES DE REAIS

É a previsão de investimentos no aeroporto de Fortaleza

5,23

BILHÕES DE REAIS

Deverão ser aplicados nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

87

POR CENTO

Do tráfego aéreo nacional está concentrado nos aeroportos das doze cidades-sede do Mundial

Tam terá voo extra para Orlando na alta temporada

A Tam Linhas Aéreas programou um voo extra - diário, de ida e volta - entre São Paulo/Guarulhos e Orlando, nos Estados Unidos, para o período de 5 de julho a 1º de agosto. O objetivo é atender ao aumento da demanda esperada durante a alta temporada das férias escolares.

O voo será operado pela aeronave Airbus A330, configurada para 221 passageiros. Diariamente, o JJ 9398 partirá à 1h do aeroporto internacional de Guarulhos, e chegará a Orlando às 9h05 (hora local). No sentido inverso, o JJ 9399 decolará de Orlando às 12h30 (hora local) e pousará em Guarulhos às 22h00.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Tam troca Airbus A330 por Boeing 777 na rota São Paulo– Manaus


A TAM ampliou sua oferta de assentos e cargas entre São Paulo e Manaus desde ontem, 19 de abril. Isso foi possível devido à entrada em operação de uma aeronave Boeing 777 que substitui um Airbus A330 em três frequências semanais do voo direto entre o aeroporto de Guarulhos e a capital amazonense. É a primeira vez que o modelo é utilizado de forma regular na operação da TAM nesta rota.

“Manaus é a cidade onde instalamos o nosso maior terminal de cargas. Percebemos a necessidade de aumentar a capacidade da operação após analisar a demanda da Zona Franca, região que continua a desempenhar função estratégica como polo industrial e entreposto comercial do Brasil para o exterior, e vice-versa”, afirma Carlos Amodeo, diretor da TAM Cargo.

Atualmente, a TAM Linhas Aéreas opera 21 voos diretos de ida e volta por semana entre o aeroporto de Guarulhos e Manaus, oferecendo três frequências diárias aos clientes. Até então, duas eram operadas com A320 e uma com o A330. Agora, com a ampliação da operação, o A330 dará vez para o B777 às terças, quartas e quintas-feiras.

De acordo com Paulo Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Alianças da TAM, o aumento da capacidade é apenas uma das ações da TAM Cargo neste ano. “Também vamos investir R$ 15 milhões na melhoria da infraestrutura de nossos terminais de cargas e R$ 5 milhões em tecnologia, ao longo de 2011″, destaca o executivo.

A operação da aeronave B777 na rota doméstica entre São Paulo e Manaus também permitirá aos passageiros experimentar uma aeronave típica das rotas internacionais de longo curso. O modelo, utilizado regularmente pela TAM nos voos entre São Paulo e as cidades de Santiago (Chile), Frankfurt (Alemanha) e Londres (Inglaterra), é um dos mais modernos e eficientes aviões comerciais do mundo.

Gol oferece tarifas de R$69 em alguns trechos


A Gol está com uma promoção válida para os mercados de Brasília, Palmas, Manaus, Rio de Janeiro, Ilhéus, Belo Horizonte/Confins, Goiânia, Vitória, São Paulo/Guarulhos, Curitiba, Campinas e Porto Alegre.

Até as 17h59 desta sexta-feira, 29/04, os clientes poderão adquirir bilhetes a partir de R$ 69. A ação promocional será válida para viagens realizadas até o dia 21 de junho. Por meio da ação, uma passagem com origem em Belo Horizonte/Confins e destino no Rio de Janeiro/Galeão, adquirida com quatro dias de antecedência e com permanência no local de, no mínimo, dois dias, poderá ser encontrada pelo preço promocional.

As tarifas especiais estão sujeitas à disponibilidade de assentos nas aeronaves. Mais informações podem ser encontradas no site www.voegol.com.br, via agentes de viagens, ou Central de Relacionamento com o Cliente, pelo telefone 0300-115-2121 .

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Webjet celebra Páscoa oferecendo descontos nas tarifas

A partir de hoje e até segunda-feira, às 6h, a Webjet vai comemorar a Páscoa com descontos de até 95% sobre o valor integral de suas tarifas. A ação é válida para todos os destinos oferecidos pela companhia para voos de 27 de abril a 21 de junho. No site da Webjet é possível fazer a compra à vista, com cartão de débito, via boleto bancário, ou em qualquer cartão de crédito, em até seis vezes sem juros.

Além disso, até o dia 24 de abril, é possível comprar suas passagens com pagamento em até 10 vezes sem juros utilizando o cartão Mastercard. A ação Super Páscoa é válida para parcelas mínimas de R$ 19,90.

"É importante ressaltar que preço baixo é a política da Webjet, é a nossa vocação", ratifica Fábio Godinho, presidente da Webjet, que também está animado em ver a companhia como a empresa mais eficiente e pontual do setor em 2011. "Nossa visão é ser a melhor companhia aérea para quem quer voar com segurança e pontualidade pagando menos. E estamos cumprindo nosso compromisso", conclui.

Para mais informações, acesse www.webjet.com.br.

Azul pede autorização para voos extras na alta temporada

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras solicitou, ontem (19/04), autorização à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para novas frequências de Campinas para Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, Ilhéus e Porto Seguro, durante a alta temporada de julho. As cidades são as seis mais procuradas nas férias do meio do ano. Se aprovados, os voos terão início em 10 de julho.

Ceará espera receber 69 mil turistas

(Imagens da Terra da Luz )

A estimativa da Secretaria de Turismo é que os 69 mil visitantes gerem 191,5 milhões de renda na cadeia produtiva do turismo. Rede hoteleira terá ocupação de 94,5% no feriadão


A Secretaria de Turismo do Estado (Setur) estima a visita de 69 mil turistas ao Ceará durante os quatro dias de Semana Santa, a começar na próxima quinta-feira, 21. Se a previsão da pasta estiver correta, o número de turistas terá incremento de 15,3% em relação ao mesmo período de 2010.

De acordo com o departamento de pesquisas da Secretaria de Turismo, os 69 mil turistas ocuparão 94,5% da rede hoteleira do Estado. O destino preferido dos viajantes é a Praia da Fontes, cujos hotéis no entorno devem ficar 94,9% ocupados. Em seguida aparecem Jericoacoara (94,5%) e Cumbuco (89,4%). O município de Juazeiro do Norte se destaca como destino religiosos. Lá a taxa de ocupação durante o período será 81,8%, segundo a Setur.

A chegada dos turistas ao Estado irá injetar R$ 109,4 milhões de receita direta, resultando em R$ 191,5 milhões de renda gerada na cadeia produtiva do turismo. Um aumento de 19,1% em relação à Semana Santa passada. O gasto per capita médio dos turistas, calcula a Setur, será de R$ 400 por dia (R$ 1.600 durante todo o feriado prolongado).

“Ceará não tem baixa estação há dois anos”, diz o secretário de Turismo do Estado, Bismarck Maia. “Tanto quanto Fortaleza, outras localidades como as praias dos Litorais Leste e Oeste, vêm se destacando como grandes destinos. O Ceará tem sido o grande indutor do turismo”, afirma o secretário.

Infraestrutura

Bismarck Maia afirma que a infraestrutura do Estado para receber turistas cresce no mesmo ritmo da demanda. “Santa Catarina, um estado rico, Rio de Janeiro e São Paulo não têm seus litorais com estradas duplicadas. Nós teremos. Ceará será um estado diferenciado”, diz.

“Antes se vendia somente as belezas naturais. Hoje temos praias bem preservadas e infraestrutura sendo desenvolvida”. O secretário reconhece que alguns municípios do litoral cearense têm acesso dificultado, mas afirma que as obras estruturantes solveram o problema.

Maia se refere a obras como a duplicação da estrada que dá acesso a Paracuru e da via para Jericocoara, cuja duplicação está prevista para ser iniciada em 2012. O aeroporto de Jericoacoara já passou pela fase de licitação e atualmente a empresa vencedora
desenvolve o projeto.

A prioridade da Setur durante o segundo mandato do governo Cid Gomes, diz Bismarck Maia, será o desenvolvimento de comunidades, como pavimentação e fomento na cadeia turística dos municípios.

Quando

ENTENDA A NOTÍCIA

A Semana Santa, junto com Natal e Carnaval, é uma das datas comemorativas que mais estimulam viagens e a cadeia de serviços turísticos. Para 2011, a Secretaria de Turismo espera um incremento de 15% no número de visitantes.

FUCIONAMENTO NA SEMANA SANTA

Estabelecimentos operam normal no fim de semana

Conforme prevê a lei de número 8.976, de 2003, o varejo deve fechar na Quinta-Feira Santa, dia 21. Quem não cumprir está sujeito a pena cujo valor equivale ao piso da categoria de cada trabalhador flagrado em descumprimento da lei.

Na sexta, sábado e domingo o ponto é facultativo para os varejistas.

Bares e restaurantes de Fortaleza podem operar durante todo o feriado de Semana Santa.

A orientação da Abrasel é que os estabelecimentos operem normalmente. Alguns Hotéis ofertam bufês especiais para o período, na sexta-feira, 22, e Domingo de Páscoa, 24.









Infraero espera movimento 14% maior que Semana Santa de 2010

Para garantir conforto e fluidez nos 66 aeroportos da Rede durante a Semana Santa, a Infraero vai intensificar as ações adotadas no feriado de Carnaval e Réveillon. A expectativa é que, no período entre 20 e 24 de abril, cerca de 1,72 milhão de passageiros embarquem e desembarquem nos aeroportos administrados pela Infraero - movimento, aproximadamente, 14% maior que no mesmo período do ano anterior.

Equipes de plantão, que receberão reforço nas escalas de atendimento, continuarão a circular pelos aeroportos com os coletes amarelos "Posso Ajudar?". As ações da campanha "Fique Por Dentro" também continuarão. O material informativo continua sendo disponibilizado nos Balcões de Informações e nos totens da Ouvidoria espalhados pelos aeroportos.

Voos domésticos crescem mais de 25% em março

O mercado aéreo doméstico brasileiro cresceu 25,48% no mês de março, em comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo a Anac. As informações são do relatório de Dados Comparativos Avançados, divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e que está disponível no site da agência, no endereço http://www2.anac.gov.br/dadosComparativos/DadosComparativos.asp.
Ainda de acordo com o relatório, a oferta de assentos-quilômetro aumentou 16,03% no mesmo período. A taxa de ocupação, que foi de 65,08% em março, passou para 70,38%.
Nos voos internacionais operados por empresas brasileiras, o aumento foi de 29,58%, enquanto a oferta de assentos aumentou 15,04%. A taxa de ocupação saltou de 69,33%, em março de 2010, para 78,09%, em março deste ano.

Tam volta a liderar em março os mercados doméstico e internacional no país

Companhia teve 41,8% de participação no mercado

aéreo no mês de março



Depois de ter perdido em fevereiro a liderança do mercado doméstico para a Gol, a Tam se recuperou no mês passado obtendo um crescimento de 25,2% na demanda de passageiros transportados em seus voos domésticos , na comparação com o mesmo período de 2010. Com isso passou a liderar o mercado brasileiro de aviação, com participação de 41,8%, de acordo com os dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
A Gol voltou ao segundo lugar com um market share de 38,55%, seguido da Azul com 7,79%, da Webjet com 5,55% e da Trip com 2,57%. Ao comentar os resultados obtidos pela Tam, o presidente Líbano Barroso destacou a política estratégica da companhia. "A nossa posição no mercado doméstico em março mostra que estamos no caminho certo em nossa estratégia, focada no equilíbrio entre o market share e a rentabilidade", destaca .
O dirigente garantiu também que a política não será alterada sem perda da qualidade dos serviços."Vamos prosseguir com nossa política de redução de custos, combinada com os esforços para manter e melhorar a alta qualidade de nossos serviços".No mercado doméstico, incluindo os dados da Pantanal, a Tam aumentou sua oferta em 14,6%, na comparação com março de 2010.
A taxa de ocupação na Tam foi de 68,7% no mês passado. O preço médio pago por passageiro a cada quilômetro voado diminuiu cerca de 5%, resultado influenciado pela forte participação de clientes viajando a lazer, que compram suas passagens com antecedência ou utilizam bilhetes-prêmio do Programa Tam Fidelidade.
A companhia manteve sua liderança no segmento nas operações para o exterior operadas por empresas aéreas brasileiras, com market share de 86,1%, seguido da Gol e Varig com 13,07%. Nos voos internacionais, a Tam atingiu uma taxa de ocupação de 80,3% em março, recorde para esse mês, como resultado de um aumento de 12,1% na oferta, combinado com crescimento de 26,7% na demanda. O movimento de passageiros entre o Brasil e o exterior permaneceu forte. O yield internacional em dólar se manteve estável na comparação com o mês anterior.
No acumulado do primeiro trimestre, a Tam registrou market share de 41,8% no mercado doméstico e de 85,8% no segmento das linhas internacionais operadas por empresas aéreas brasileiras. O load factor, por sua vez, foi de 70,5% nos voos domésticos e de 79,7% nas operações para o exterior, com crescimento na demanda de, respectivamente, 14,8% e 16%.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Passaredo tem tarifas promocionais a partir de R$ 69

A Passaredo Linhas Aéreas vai realizar entre os dias 18 e 20 de abril – uma promoção de vendas de passagens para todos os destinos que a empresa opera com voos diretos. A compra vale apenas para voos de ida e volta até o dia 2 de junho com permanência mínima de dois dias.
A campanha terá tarifas que variam de R$ 69 até R$ 239. Os bilhetes devem ser adquiridos até o dia 20 de abril pelo site da companhia ou com os agentes de viagens.

Tam recebe novo A330 e vai ampliar voos internacionais

A Tam incorporou à sua frota ontem (18/04), uma nova aeronave A330, vinda diretamente da fábrica da Airbus em Toulouse (França). Configurada com 221 assentos para passageiros, sendo quatro da Primeira Classe, 34 da Executiva e 183 da Econômica, é a primeira das duas aeronaves desse modelo que serão recebidas pela companhia neste ano e que permitirão expandir, a partir de maio, suas rotas internacionais de longo curso do Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio Janeiro, a Frankfurt (Alemanha), Nova York (Estados Unidos) e Londres (Inglaterra).

A entrega do segundo A330 a ser recebido neste ano está prevista para maio. A Tam investiu cerca de US$ 300 milhões, com base no preço de lista, para receber esses dois aviões. A previsão do plano de frota da companhia é encerrar o ano com 156 aeronaves e chegar ao final de 2015 com 182 unidades em operação.
Com a chegada das duas novas aeronaves, a companhia tornará o voo para Frankfurt diário já a partir do início de maio e aumentará de quatro para seis as saídas semanais para Nova York. A primeira dessas duas saídas adicionais para o aeroporto JFK (de Nova York), começa a operar também em maio, e a expectativa é de que a outra, em processo de aprovação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), comece a operar em agosto. A companhia aguarda, ainda, a autorização da Anac para aumentar os voos para Londres (Inglaterra), a partir de agosto, de três para seis frequências semanais.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Movimento no aeroporto Eduardo Gomes cresce 16%


Número representa um incremento de pelo menos 1.200 novos passageiros por dia, segundo infraero


Manaus - O movimento no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, zona oeste de Manaus, já registra crescimento de 16% nos três primeiros meses de 2011 na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. Este ano passaram pelo terminal aeroportuário 758.655 passageiros, em 13.158 voos, entre domésticos e internacionais.

O número representa um incremento de pelo menos 1.200 novos passageiros por dia, em uma estrutura que já recebia 7.220 viajantes.

De janeiro a março de 2010, o terminal aeroportuário recebeu 649.870 passageiros, transportados em 11.901 voos. No mesmo período deste ano já são 758.655, em 13.158 voos. Se o aumento continuar neste ritmo, até o final do ano o terminal estará operando com 88% de sua capacidade total, que é de 2,5 milhões de passageiros ao ano, ou cerca de 208 mil, por mês.

O maior crescimento verificado este ano foi nos voos internacionais, tanto no número de aeronaves cargueiras, que trazem insumos para o Polo Industrial de Manaus (PIM), quanto de aviões de passageiros.

O número de voos internacionais que passaram pelo terminal cresceu 21,52% no período, foram 2.027 voos nestes três meses. A variante é quase igual ao crescimento registrado de chegadas de aviões internacionais de carga, 21,32%, ou 785 pousos.

Já o número de passageiros de outros países que passaram pelo aeroporto cresceu 60%, sendo que o maior aumento foi verificado nos embarques, 71% mais passageiros.

Obras

Na semana passada o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nota técnica colocando em xeque as obras de nove dos 13 aeroportos das cidades que receberão jogos da Copa do Mundo de 2014, dentre eles o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

De acordo com a avaliação do instituto, se tudo ocorrer dentro dos prazos médios observados no Brasil, as obras no aeroporto de Manaus, cujo prazo de conclusão é dezembro de 2013, só ficarão prontas em 2017, três anos após a realização da Copa.

Na avaliação do Ipea, a situação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, que era considerada “preocupante” em 2009, passou a ser crítica, em 2010.

Previsão de investimento é de R$ 326,4 milhões até 2013, diz Ipea

A previsão de investimentos no aeroporto de Manaus, ainda em projeto, é de R$ 326,4 milhões até 2013, informa o Ipea. Com as obras, o aeroporto passa a ter sua capacidade dobrada para atendimento de passageiros e só ocupará 79,2% de sua capacidade, passando a operar com folga, segundo os projetos até agora previstos para 2014.

De acordo com o Ipea, dos 20 maiores aeroportos brasileiros, 17 operam hoje acima da capacidade. A nota técnica diz que, com o aumento da demanda pelo transporte aéreo, mesmo com todos os investimentos de ampliação dos terminais previstos para a Copa de 2014, dez dos 13 aeroportos que serão ampliados já estarão novamente acima da capacidade quando o Brasil sediar os jogos.

Os aeroportos que hoje operam acima de 100% de capacidade são Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Florianópolis (SC), Vitória (ES), Natal (RN), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Maceió (AL).


Só 4,8% dos recursos foram executados no CE

No País, 2,5% do total de R$ 5,6 bilhões para obras em aeroportos das cidades da Copa foram executados até março

Aeroporto de Fortaleza teve R$ 1,74 milhão efetivamente investido

A três anos da Copa do Mundo de Futebol, do montante total de R$ 279,5 milhões previsto para investimento no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, apenas 15,23% foram contratados (R$ 5,45 milhões) e somente 4,8% executados (R$ 1,74 milhão) ou efetivamente investidos.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o projeto de ampliação e modernização do aeroporto de Fortaleza terá sido concluído até o fim deste semestre. A empresa responsável pela elaboração do plano encerrou os trabalhos e técnicos da Infraero estão fazendo os estudos necessários para adequação do esboço.

Média nacional

O resultado do terminal de Fortaleza é melhor que a média de investimentos nos aeroportos das 12 cidades do Brasil que sediarão a Copa. Do montante previsto de R$ 5,6 bilhões para investimentos nos aeroportos dessas 12 cidades, R$ 294,5 milhões foram contratados e apenas R$ 137,7 milhões foram efetivamente aplicados na melhoria ou na ampliação das estruturas aeroportuárias. O que equivale a 2,5 % de execução.

Na última quinta-feira, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou estudo sobre os atrasos nas obras dos aeroportos brasileiros. A nota técnica diz que a maioria dos aeroportos não estarão prontos para receber a Copa do Mundo de Futebol em 2014. Segundo o portal Contas Abertas, no mesmo dia, a Controladoria Geral da União (CGU) atualizou o cronograma de investimentos das obras aeroportuárias, disponível no Portal da Transparência. Os dados foram atualizados até de 23 de março de 2011. Segundo o Contas Abertas, o Rio de Janeiro tem o melhor desempenho. No Aeroporto do Galeão foram investidos R$ 60 milhões. Recife (PE) tem a menor quantidade de investimentos executados: R$ 15 mil foram desembolsados para projeto da nova torre de controle. Há cidades sem qualquer tipo de execução: Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA). Segundo o Ipea não será possível cumprir os prazos de entrega das obras para os eventos esportivos.

sábado, 16 de abril de 2011

Novos destinos Azul


(Desculpe pela qualidade da imagem.Clique em cima da imagem para melhorar a qualidade e para voce poder ver em um tamanho maior )

Projeto do aeroporto de Fortaleza deve sair até junho

Obras do terminal podem começar ainda neste ano, mas dados sobre o projeto divergem dos divulgados pelo Ipea


De acordo com a Infraero, atualmente, o Pinto Martins tem capacidade para 6,2 milhões de passageiros/ano

Até o fim deste semestre, o projeto de ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Pinto Martins terá sido concluído. A empresa responsável pela elaboração do plano já encerrou os trabalhos e, agora, técnicos da Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) estão fazendo os estudos necessários da adequação do esboço. A expectativa é que até junho a estatal dê um parecer positivo, conforme informou a assessoria de imprensa. Dessa forma, no segundo semestre será aceso o sinal verde para a realização da licitação para execução da obra, que podem começar ainda em outubro, caso o cronograma siga conforme o previsto.

Entretanto, os números projetados pelo Instituto de Pesquisa Econômica (Ipea) para a ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Pinto Martins, cujas obras demorariam cerca de sete anos e elevaria a capacidade de três para seis milhões de passageiros/ano, destoam dos divulgados pela Infraero. De acordo com a empresa, a capacidade do terminal com sua ampliação será, na verdade, de 14 milhões de passageiros/ano. As obras devem ser encerradas em 2016, mas um ano antes da Copa, a primeira fase do projeto terá sido concluída, com a movimentação do aeródromo sendo de nove milhões de pessoas anualmente.

Demanda suprida

Além disso, segundo a Infraero, o Aeroporto de Fortaleza não está em situação crítica, conforme foi explicitado no levantamento do Ipea, pois possui estrutura para suportar um fluxo de até 6,2 milhões de passageiros ano. A distorção nos números é relacionada a uma mudança no cálculo de capacidade feita pela estatal. Anteriormente, era utilizada a medida de engenharia, em que o espaço poderia abrigar, de uma só vez, cerca de 8.219 pessoas, que multiplicadas pelos 365 dias do ano, daria os três milhões destacados no estudo do Ipea.

Cálculo reformulado

Com a reformulação do cálculo, em que a Infraero levou em consideração outros fatores, inclusive tecnológicos, como o advento dos totens para check-in, os números relacionados à capacidade do Pinto Martins foram retificados.

A assessoria de imprensa da Infraero informou ainda que existem alguns horários ociosos diariamente no terminal, como pela manhã, das 8h às 9h e das 10h às 11h, justamente devido à falta de demanda.

Sem posição oficial

Apesar disso, a Infraero ainda prefere não se posicionar sobre a nota técnica divulgada pelo Ipea na quinta-feira. Segundo a assessoria, a empresa não foi convidada a participar do estudo, e, portanto, desconhece os dados contidos na pesquisa.

No momento, técnicos da estatal avaliam as informações do Instituto de Pesquisa e só de pois que concluírem a análise, é que a empresa emitirá seu posicionamento oficial.

Atrasos

O Ipea divulgou a nota técnica "Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações", em que afirma que as obras do aeroporto só serão finalizadas em sete anos, mesma situação de outros oito aeroportos brasileiros sediados em cidades-sede da Copa.


SUPORTE À DEMANDA
Terminais regionais precisam de R$ 2,4 bi

São Paulo Levantamento realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Transporte Aéreo Regional (Abetar) estima que serão necessários investimentos de R$ 2,4 bilhões entre 2011 e 2015 para adequar um grupo de 174 aeroportos regionais para atender ao crescimento da demanda nesses terminais. O número foi apresentado ontem pelo representante da entidade, Anderson Correia, durante o Seminário Internacional de Concessão de Aeroportos, que acontece em São Paulo.

Segundo o especialista, o levantamento completo, com a necessidade de cada aeroporto, será encaminhado pela associação ao Ministério do Turismo. Correia explica que esse conjunto é composto, principalmente, de aeródromos municipais e estaduais, mas também conta com aeroportos administrados pela Infraero, como Vitória e Cuiabá, que não estão contemplados no pacote de investimentos previstos para atender à Copa do Mundo que acontecerá no País em 2014.

Estudo realista

O especialista, doutor em engenharia de transportes e ex-superintendente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), classificou como realista o estudo divulgado, na quinta, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que indicou que nove dos 13 aeroportos que receberão investimentos para aumento de capacidade não ficarão prontos a tempo para a Copa. "É muito improvável que a Infraero consiga cumprir o cronograma de modernização e aumento da capacidade dos aeroportos no prazo previsto", disse.

Segundo Correia, cumprir os prazos seria difícil até mesmo para a iniciativa privada. Ele estima que a construção de um novo aeroporto em São Paulo, como já foi cogitado, levaria no mínimo 10 anos. "Os prazos da Infraero não são realistas e o prognóstico para a Copa é alarmante", afirmou. Ele acredita que o governo deverá conseguir cumprir apenas as obras emergenciais e terá que ter um plano B para atender a demanda.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Terminal de Carga de Fortaleza registra movimentação recorde

O Terminal de Logística de Carga (Teca) do Aeroporto Internacional de Fortaleza/Pinto Martins (CE) registrou, no primeiro trimestre de 2011, crescimento de 313% na movimentação de cargas. Foram 4.477 toneladas nos primeiros três meses deste ano contra 1.084 toneladas no mesmo período de 2010.

A movimentação de carga nacional foi onde se registrou o maior crescimento, com um total de 3.391 toneladas no primeiro trimestre de 2011. As 1.086 toneladas restantes são relativas à carga internacional, sendo 236 toneladas importadas e 850 exportadas.

Os principais produtos que passam pelo Teca de Fortaleza são frutas, couro, calçados, peixes ornamentais, flores e plantas ornamentais, vestuário, peixes e frutos do mar resfriados ou congelados, assim como maquinário e aparelhos eletrônicos. Além de todo o território nacional, os principais destinos das cargas são Portugal, Estados Unidos, Japão, China, Holanda, Inglaterra, Espanha, Itália, México e Austrália.

O superintendente do Aeroporto de Fortaleza, Wellington Santos, notou que a posição geográfica da cidade é um fator que favorece o crescimento da movimentação do Teca. “A estrutura do Terminal e o comprometimento dos profissionais envolvidos na atividade logística também são pontos cruciais para o crescimento e o bom atendimento da demanda", adicionou o superintendente.

Infraero amplia área do setor de embarque internacional do Aeroporto de Guarulhos

A Infraero abriu para operações nesta quinta-feira (14/4) a nova área do setor de embarque internacional do Terminal 1 do Aeroporto Internacional de Guarulhos – Governador André Franco Montoro.

A mudança deu mais 700 m² ao espaço de inspeção do passageiros que embarcam para o exterior e o local passa a ter 1.360 m² para os procedimentos de segurança e controle de imigração. A reforma aproveitou melhor o espaço onde estão os equipamentos de raios-X. “Trata-se de uma medida simples que oferece mais conforto aos viajantes”, avaliou o superintendente do aeroporto, Antonio Montano.

Outra melhoria feita com a mudança do lay-out foi o aumento no número de guichês de atendimento da Polícia Federal, que passaram de 14 para 20 balcões. Além disso, o novo espaço permite melhor aproveitamento da luz natural no ambiente e possibilita uma sensação mais confortável ao passageiro, além de economizar energia elétrica

Os trabalhos de melhorias nas áreas de embarque foram iniciados em novembro do ano passado e serão executados nos dois Terminais de Passageiros. Ao todo, R$ 3,4 milhões serão investidos nas melhorias.

Infraero investe em aparelhos de raios-x para inspeção de bagagens

A Infraero adquiriu 71 novos equipamentos de raios-x com tela LCD para a inspeção de bagagens de porão nos aeroportos da Rede, em um investimento de R$ 9,5 milhões. Nesta semana, o Aeroporto Internacional de Campinas/Viracopos (SP) recebeu dois desses equipamentos, sendo que um terceiro deve ser instalado ainda este semestre. A aquisição segue as diretrizes do Plano Nacional de Segurança da Aviação Civil Contra Atos de Interferência Ilícita.

A previsão é que, até o mês de maio, 30 aeroportos da Rede Infraero recebam os aparelhos. A medida contemplará alguns dos principais aeroportos do país. Além de Viracopos, os aeroportos internacionais de Guarulhos, Galeão e Confins e os aeroportos Santos Dumont e de Congonhas devem receber os novos pórticos.

A superintendente do Aeroporto de Viracopos, Lilian Rato Neves, comentou sobre os novos aparelhos recebidos. “Os novos pórticos oferecerão uma inspeção de bagagens com imagens mais nítidas, facilitando o processo”, notou Lilian, que acrescentou: “Com um trabalho de inspeção de maior qualidade, os passageiros ganharão em segurança”.

Atraso no voo: você tem direitos assegurados

Não importa se o atraso é por causa da chuva, da estrutura do aeroporto ou por falha da companhia aérea. O consumidor que sofrer com atrasos ou cancelamentos tem direitos assegurados pela Anac

Chuvas tem atrapalhado horários das companhias aéreas no País

Promoções de trechos por R$10, descontos de até 90% para viajar, possibilidade de trocar poucas milhas por passagens aéreas. As companhias aéreas estão decididas a não sofrer prejuízo com aviões vazios durante o período de baixa estação.

Mas o que deveria ser uma alternativa ao caos aéreo que sempre se forma na alta estação, período de festas e feriados, pode ser um transtorno quando o tempo resolve atrapalhar. Foi o caso nesta semana, quando a chuva que caía em São Paulo causou cancelamentos e atrasos e por conta do chamado sequenciamento (ordem de utilização e voos das aeronaves, que fazem trecho a trecho sequenciados) basta que um voo atrase para toda uma cadeia de atrasos ser formada.

Foi o que aconteceu, por exemplo, com o voo 1706 da Gol, que deveria ter decolado do aeroporto de Congonhas (SP) na tarde da terça e foi cancelado por causa da chuva que caía na cidade. O voo foi redirecionado para o aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Mas e os passageiros que aguardavam a aeronave para chegar em Salvador (BA) e seguir em conexão para Fortaleza (CE)? Neste caso a companhia aérea ofereceu outras opções para os clientes, entre elas a reacomodação num voo que partia do aeroporto internacional de Cumbica em Guarulhos (SP) e o pernoite em São Paulo com partida num outro voo pela manhã.

É nessa hora que o consumidor fica meio perdido, principalmente a grande parcela da população que está aproveitando os preços acessíveis para viajar pela primeira vez de avião. Ficam perdidos também os familiares dessas pessoas. A aposentada Maria da Costa Barbosa aguardava no aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, a chegada do neto que mora em São Paulo. “Ele avisou que ia demorar”, conta apreensiva e observando cada rapaz que saia do portão de vidro com malas na mão. Eram 4h45min quando dona Maria declarou aliviada: “Tá ali. É ele!”, comemorou.

De acordo com Maíra Feltrin Alves, advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), os direitos dos passageiros estão assegurados mesmo quando os problemas não são causados por erro da companhia aérea, como é o caso dos atrasos causados pela chuva. Os direitos são assegurados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). “Se o consumidor necessitou adiar seu retorno ao local de origem porque seu voo foi cancelado pelas chuvas, a empresa aérea está obrigada a cobrir todas suas despesas (transporte, hospedagem, alimentação)”, explica Maíra Alves.

SERVIÇO

Central de atendimento:
0800 725 4445

(atendimento 24 horas, todos os dias da semana)

www.anac.gov.br/faleanac

Quem

ENTENDA A NOTÍCIA

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) tem a função de prevenir e apurar irregularidades no setor por meio de instauração e condução de procedimentos correcionais e disciplinares.

DICAS

Nos casos de atraso, cancelamento de voo ou preterição de embarque, o passageiro tem direito a assistência material, como uma forma de minimizar o transtorno.

A partir de 1 hora de atraso: comunicação (internet, telefonemas, etc).

A partir de 2 horas: alimentação (voucher, lanche, bebidas, etc).

A partir de 4 horas: acomodação ou hospedagem (se for o caso) e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se você estiver no local de seu domicílio, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto.

Se o atraso for superior a 4 horas ou houver cancelamento de voo ou preterição de embarque, a empresa aérea deverá oferecer ao passageiro, além da assistência material, opções de reacomodação ou reembolso. O passageiro pode escolher entre receber o reembolso integral, remarcar ou embarcar no próximo voo. Nos dois primeiros casos, a empresa pode suspender a assistência material.

A assistência material deverá ser oferecida também aos passageiros que já estiverem a bordo da aeronave, em solo, no que for cabível.

A empresa poderá suspender a prestação da assistência material para proceder ao embarque imediato.

Os direitos a assistência material, reacomodação e reembolso são devidos mesmo nos casos em que o atraso, cancelamento ou preterição tenha sido causado por condições meteorológicas adversas.

Dos 20 maiores aeroportos brasileiros, 17 operam acima da capacidade

Segundo estudo feito pelo Ipea, três operam no limite de eficiência operacional

Dos 20 maiores aeroportos brasileiros, 17 operam hoje acima da capacidade. Esta é uma das conclusões de estudo divulgado nesta quinta-feira (14) pelo Ipea (Instituto de Políticas Econômicas Aplicadas), em Brasília.

De acordo com a nota técnica, com o aumento da demanda pelo transporte aéreo, mesmo com todos os investimentos de ampliação dos terminais previstos para a Copa de 2014, dez dos 13 aeroportos que serão ampliados já estarão novamente acima da capacidade quando o Brasil sediar os jogos.

Os aeroportos que hoje operam acima de 100% de capacidade são Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Florianópolis (SC), Vitória (ES), Natal (RN), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Maceió (AL). Os aeroportos de Curitiba (PR), Santos Dumont (RJ) e Belém (PA) operam acima de 80% da capacidade, o que é considerado acima do limite de eficiência operacional.

Após os investimentos previstos para a Copa 2014, se todos os investimentos forem feitos e as obras finalizadas no prazo, dez dos 13 aeroportos que receberão recursos já estarão operando além da capacidade. São eles: Guarulhos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Natal (RN), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Recife (PE) e Salvador (BA).

O coordenador do estudo, Carlos Campos Neto, comentou os resultados da pesquisa.

- Mesmo que fosse possível concluir os investimentos no prazo, dez de 13 aeroportos já estariam com movimento acima da capacidade. Isso quer dizer que o atual plano de investimentos não conseguiu fazer uma projeção adequada do crescimento do movimento. Ou as obras demoram tanto que quando ficam prontas a demanda já é maior do que a nova capacidade.

Estudo

O estudo promete dar muita dor de cabeça ao governo. Isso porque o documento afirma que nove que estão com obras previstas não terão condições de finalizar seus empreendimentos a tempo de receber os milhões de turistas que desembarcarão no Brasil na Copa de 2014.

O documento apresenta uma análise dos investimentos feitos pelo governo na infraestrutura aeroviária desde o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De 2003 até 2010, foram investidos R$ 8,8 bilhões nos aeroportos brasileiros, uma média de R$ 1,1 bilhão por ano.

Webjet oferece até 95% de desconto neste final de semana

A Webjet comemora a marca de 11 milhões de passageiros transportados desde a sua fundação com descontos de até 95% nas tarifas, para qualquer um dos 14 destinos voados pela companhia. A ação começa hoje (15/04) e vai até às 6h de segunda-feira. Ela é válida para voos realizados entre 27 de abril e 20 de junho.

"Estamos extremamente felizes com mais essa marca alcançada. O ano de 2010 foi excelente e 2011 promete ser melhor ainda. Quem sai ganhando com isso é o passageiro, que voará com segurança e pontualidade pagando menos", comentou Fábio Godinho, presidente da Webjet.

Para mais informações, www.webjet.com.br.

Avião faz pouso de emergência na Bahia após suspeita de incêndio

Uma suspeita de incêndio durante o voo fez com que um avião da Webjet Linhas Aéreas, que fazia a rota Salvador-Guarulhos, retornasse durante a madrugada desta sexta-feira ao Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, na capital baiana, para um pouso de emergência. Pelo menos 109 passageiros estavam a bordo do voo 6749.

De acordo com informações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a tripulação da aeronave percebeu a indicação de fogo. Com a suspeita, os pilotos iniciaram o retorno às 5h25, minutos após a decolagem. A empresa aérea informou que a nova decolagem para Guarulhos foi realizada às 6h39. Alguns passageiros remarcaram outra viagem para as 9h30.

Tam terá 20 voos extras no feriado da Páscoa

A Tam programou 20 voos extras para o período entre 20 e 25 de abril em várias rotas domésticas. O acréscimo foi motivado pelo aumento da demanda de passageiros que planejam viajar durante o feriado prolongado da Páscoa - neste ano, coincidente com o de Tiradentes.

Além do reforço na malha aérea, quatro aeronaves de reserva estarão posicionadas em aeroportos estratégicos (hubs) para eventuais necessidades: duas em São Paulo/Guarulhos, uma em São Paulo/Congonhas (SP) e outra no Rio de Janeiro/Galeão.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Trip Linhas Aéreas iniciará voo que liga Rondonópolis a São Paulo

A partir do dia 24 de abril, a TRIP Linhas Aéreas, maior companhia de aviação regional da América do Sul, ampliará as opções de horários para a ligação direta de Rondonópolis a Cuiabá. A companhia irá oferecer diariamente voos de ida e volta interligando as duas cidades matogrossenses. Além disso, a rota contempla o interior de São Paulo, Araçatuba e São José do Rio Preto, e, também Guarulhos – a 30 minutos da capital paulista. Com o novo voo, a companhia passa a disponibilizar mais opções de horários para o passageiro rondonopolitano e novas possibilidades de conexões.

Rondonópolis tem mais de 200 mil habitantes e a ampliação do voo da TRIP deverá facilitar ainda mais o trânsito de empresários para o local, atrair turistas e visitantes, uma vez liga a cidade a São Paulo. “Essa nova rota é muito importante para a região, pois o fluxo entre as duas cidades tem se intensificado e, irá permitir ao passageiro de Rondonópolis se conectar a mais de 50 destinos oferecidos pela TRIP”, afirma Evaristo Mascarenhas, diretor de Marketing e Vendas da TRIP Linhas Aéreas

Os voos serão realizados pela aeronave francesa modelo ATR- 42, com capacidade para 47 lugares e que opera com perfeição voos entre cidades de baixa densidade populacional. As passagens já estão a venda e se compradas com antecedência para a rota Rondonópolis – Cuiabá tem tarifas promocionais a partir de R$ 79,90.

Azul inicia venda de passagens para Araçatuba

A Azul Linhas Aéreas brasileiras inicia a venda de passagens para Araçatuba (SP). As operações entre Araçatuba e Viracopos (Campinas) começam em 8 de junho com três freqüências diárias de domingo a sexta-feira e uma aos sábados. O voo será direto e sem escala, o que garantirá a ligação entre as duas cidades em aproximadamente 50 minutos. A rota será operada pelos turboélices ATR 72-200.

Neste período de lançamento da nova rota, as passagens aéreas estão com tarifas introdutórias. A rota Araçatuba – Campinas – Araçatuba inicia com preços a partir de R$ 99 o trecho. Os valores são válidos por trecho e estão sujeitos à disponibilidade de assentos. A promoção é válida até o dia 31 de maio, para viagens realizadas no entre 8 de junho a 31 de agosto.