sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Gol terá voos para Montes Claros (MG)

A Gol inicia na próxima segunda-feira (01/11) operações em Montes Claros (MG). Os novos voos serão realizados de segunda a domingo, via Belo Horizonte/Confins (MG) em aeronaves Boeing 737-700 Next Genereration configuradas para transportar até 144 passageiros.

O voo da Gol partirá do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, às 22h43, chegando em Montes Claros às 23h25. No sentido inverso, a aeronave decolará às 05h50, pousando em Confins às 06h40. O bilhete para o trecho de ida pode ser encontrado a partir de R$ 79 e a volta, por R$ 59 (tarifas válidas para compras realizadas com 21 dias de antecedência).

Tam reforça operação durante feriados de novembro

A Tam Linhas Aéreas terá uma programação especial para a operação de voos e atendimento aos passageiros durante os feriados de Finados e da Proclamação da República, em novembro. O planejamento visa a atender demanda maior de passageiros que viajam nesse período.

Três aeronaves de reserva da Tam estarão posicionadas em aeroportos estratégicos para eventuais necessidades de cobertura: uma em Guarulhos (SP), uma em Congonhas (SP) e outra no Tom Jobim/Galeão (RJ). Adicionalmente, a companhia mobilizará reforço de efetivo para o atendimento aos clientes nos aeroportos onde opera.

Tranquilidade marca a sexta-feira do final de semana prolongado


A movimentação nos aeroportos da Rede Infraero foi tranquila neste início de fim de semana prolongado, quando ocorrem as eleições (31/10) e o feriado do Dia de Finados (02/11). Até às 18h desta sexta-feira (29/10), das 1849 partidas programadas nos 67 aeroportos da Rede Infraero, 93,5% saíram dentro do horário previsto e 4,4% foram canceladas.

Esse índice de pontualidade é resultado do monitoramento feito pela empresa em seus aeroportos desde a última quinta-feira (28/10), quando a Infraero iniciou seu plano de contingenciamento, com a readequação das escalas de folga de seus funcionários e reforço nas equipes de manutenção e limpeza dos aeroportos. O objetivo dessa ação é assegurar que passageiros e eleitores se desloquem normalmente durante as eleições e o feriado do Dia de Finados.

No Aeroporto Internacional de Brasília/Juscelino Kubitschek, até as 18h horas, 137 partidas foram programadas, sendo que, desse total, 127 saíram no horário previsto e 3 foram canceladas. O Aeroporto Internacional de Guarulhos, por sua vez, registrou 162 partidas programadas, com pontualidade de 82,7% e 3,7% de cancelamentos. Em Congonhas, a pontualidade foi de 93,4%, com 183 voos programados e 4,4% cancelados.

No Rio de Janeiro, o Aeroporto Santos Dumont teve 124 partidas programadas, com 96% delas saindo no horário. Desse total, 8,9% foram cancelados. Já no Aeroporto Internacional do Galeão/Antônio Carlos Jobim, 91% das 89 partidas saíram conforme o previsto e seis voos foram cancelados.

Além do monitoramento intensificado, a Infraero possui ainda o Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago), com sede em Brasília, que também acompanha a movimentação de passageiros e aeronaves nos 67 aeroportos da empresa.

Embarques e desembarques no Marechal Rondon crescem 31% em comparação com 2009

A movimentação no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande passou a marca de 1,5 milhão de embarques e desembarques até o mês de setembro.



No acumulado do ano, o aumento foi de 31% em comparação com o mesmo período do ano passado que registrou 1.190.737 milhão de embarques e desembarques. Os números coletados no maior aeroporto de Mato Grosso, além de acompanhar a projeção registrada para todo o País e que aqui tem apresentado nos últimos anos um crescimento acima da média nacional, ratifica a necessidade mais que urgente de ampliação das estruturas do local, especialmente no desembarque de passageiros.

“O Estado vem organizando-se para fazer jus a novos investimentos e financiamentos para os diversos segmentos do turismo e fortalecimento deste setor economicamente. Estamos trabalhando para inserir Mato Grosso em lugar de destaque no turismo nacional e internacional”, afirmou a secretária de Desenvolvimento do Turismo, Vanice Marques.

Cuiabá tornou-se não apenas um dos destinos indutores do Estado, como um polo de turismo de negócios. E com a realização da Copa de 2014, a ampliação do aeroporto Marechal Rondon torna-se peça fundamental e obrigatória para que se tenham estruturas adequadas ao fluxo de passageiros que irá chegar à Capital no período preparatório, durante e pós-evento da copa.

No geral do País, o número de desembarques nacionais cresceu 22,7% em setembro. Segundo registro da Infraero, foram mais de 6 milhões no mês passado, contra 4,9 milhões na comparação com o mesmo período em 2009. O acumulado de janeiro a setembro foi de 49,2 milhões. Em 2009, foram registrados pouco mais de 40 milhões de desembarques nacionais no período.

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, considera que os números nacionais mostram que a economia do país está cada vez mais fortalecida. “O mercado interno está consolidado, aquecido e com perspectivas de crescer muito mais, a partir do alargamento da base de viajantes, alavancada pela entrada da classe C no mercado de consumo”, disse.
A estimativa do MTur é que o Brasil tenha um novo recorde em 2010 – 65 milhões de embarques e desembarques. Em 2009, foram 56 milhões.

Santos Dumont deve reduzir voos até o final do ano por exigência do Inea



Até o final deste ano o aeroporto Santos Dumont deve reduzir o número de voos passando a operar das 7h às 22h. A secretária estadual do Ambiente e o Instituto Estadual - Inea já encaminharam solicitação para a Infraero neste sentido. Esta é uma das condições para que a licença operacional do aeroporto seja concedida. O objetivo é diminuir o impacto ambiental causado pelo ruído dos aviões no pouso e decolagem

A proposta da secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos é de que o número de pousos e decolagens seja reduzido de 23 para 14 com acontecia antes da expansão dos voos. A Anac e a Infraero têm até o dia 11 para se pronunciar.

Gol condenada a pagar mais de R$ 19 mil a passageiro por negar antecipação de embarque



A 5ª Turma Recursal do Fórum Professor Dolor Barreira condenou a VRG Linhas Aéreas S/A (Gol Transportes Aéreos) ao pagamento de R$ 19.295,80 por negar antecipação de embarque ao casal A.L.G.A.J. E A.N.G.

Segundo o processo, em comemoração aos 25 anos de união matrimonial, eles decidiram viajar para Minas Gerais.

O casal comprou com a referida empresa passagens aérea dos trechos Fortaleza/Confins e Confins/Fortaleza. No dia 12 de março de 2009, desembarcaram no Aeroporto de Confins e seguiram para o interior do Estado em voo de outra companhia aérea. Conforme os autos, dois dias depois,

A.L.G.A.J. sofreu lesão muscular (ruptura de dois centímetros do músculo gastrocnêmio) que o impedia de se locomover.

Após procurar, sem sucesso, atendimento em Governador Valadares (distante 240 Km de Belo Horizonte) e, diante da gravidade do problema físico, no dia 16 de março, decidiram voltar para Fortaleza.

A companhia aérea responsável pelo trecho realizado dentro do Estado de Minas Gerais antecipou as passagens sem obstáculos. No entanto, ao procurar a Gol, foram informados da impossibilidade de antecipação das passagens, mesmo com o pagamento de acréscimo.

Dessa forma, eles foram obrigados a adquirir bilhetes em outra companhia pelo preço de R$ 1.754,14. Sentindo-se prejudicados, ingressaram com ação de indenização por danos morais e materiais na 11ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) da Comarca de Fortaleza.

Em contestação, a empresa alegou que os autores da ação compraram passagens promocionais e restritas a determinadas condições e termos previamente acordados.

Defendeu também que algumas passagens possuem restrições de trechos de ida e volta, com permanência mínima no destino de 10 dias, ficando assim a empresa impossibilitada de antecipar o trecho de volta.

O juiz Washington Luís Terceiro Vieira condenou a Gol Transportes Aéreos ao pagamento de R$ 1.754,14 por danos materiais, referente ao preço das passagens compradas em outra companhia aérea.

O magistrado concedeu também indenização referente a danos morais no valor de dez vezes o preço das passagens, totalizando R$ 17.541,40. Inconformada, a empresa ingressou com recurso (nº 032.2009.919.134/1) junto às Turmas Recursais, no qual afirmou que caberia aos consumidores obter novo bilhete para retorno. Alegou também não ter responsabilidade de ressarcir o crédito e ressaltou inexistir dano moral.

Em sessão realizada na última terça-feira (26/10), o relator do processo, juiz Carlos Augusto Gomes Correia, negou provimento ao recurso.

“A imposição de cláusula contratual em afronta ao direito do consumidor em utilizar de forma livre e plena a compra efetuada, limitando-a de forma a impossibilitar totalmente o serviço prestado, avultando-se tal situação diante do quadro de saúde de um dos recorridos, configura dano moral a ser deferido às partes em face da responsabilidade objetiva do prestador de serviços”, afirmou no voto.

Com esse entendimento, a 5ª Turma manteve a decisão de 1ª Instância, condenando a empresa ao pagamento de R$ 19,295,80 mil por danos morais e materiais, acrescido de juros e correção monetária.

Azul lança oficialmente operação de voos para dois destinos em São José dos Campos

Usuário pode viajar de São José dos Campos para Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR). Veja os horários


A Azul Linhas Aéreas lançam oficialmente nesta quinta-feira (28), voos de São José dos Campos para Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR). Desde a última terça-feira (26), a companhia aérea opera voos diários para ambos os destinos.

Entre São José e Belo Horizonte são duas freqüências diárias, todos os dias da semana. De São José para a capital mineira, os voos partem às 10h30 e às 20h25. De Belo Horizonte para São José, os horários de voo são 6h55 e 17h59. De Belo Horizonte, os clientes da Azul podem seguir para Campinas, Fortaleza, Recife, Salvador e Porto Seguro.

Entre São José dos Campos e Curitiba, a Azul também oferece dois voos diários. De São José para a capital paranaense estão previstas saídas todos os dias às 8h40 e 19h35 e no sentido contrário os voos partem às 9h15 e às 18h53 para São José.

Com a chegada da Azul, o aeroporto de São José dos Campos terá a primeira operação regular com os E-Jets da Embraer.

Passagens aéreas internacionais nas agências devem ter reajuste de 7% a partir do dia 7


A partir do dia 7 de novembro as passagens aéreas internacionais devem sofrer um reajuste de 7% nas agências de viagens e operadoras. O aumento é decorrente da mudança no cálculo da comissão que até então era paga pela empresas aéreas aos agentes de viagens. Segundo determinação da Iata Brasil com o fim do comissionamento pago nos voos internacionais pelas aéreas às agências fica a critério de cada agência passar a efetuar a cobrança da taxa de serviço, no modelo RAV (Remuneração do Agente de Viagens).

A Rav será paga pelo cliente à agência e terá o valor de 7% sobre o valor da tarifa e poderá ser alterada de acordo com a política de precificação de cada agência. Quando se tratar de emissão em cartão de crédito, a nova modalidade será feita pelo consolidador e repassada para a agência em invoice. A RAV envolverá dois débitos no cartão de crédito, um para a cobrança da tarifa e outro para a cobrança da RAV, diferentemente da taxa DU, já adotada no mercado.


Será cobrada uma taxa administrativa dos cartões de crédito de 3,5% sobre a RAV e que será pela agência emissora. Já a partir do próximo mês a Alitália confirmou que passa a adotar o sistema de pagamento de 0%. Outras aéreas que operam voos internacionais devem seguir o mesmo procedimento.

O presidente da Abav Nacional, Carlos Alberto Amorim informou que fica a critério de cada agência aplicar a RAV ou não. O temor das agências de viagens é que os consumidores concentrem ainda mais suas compras de passagens pela internet onde o preço da tarifa internacional não sofrerá qualquer mudança em função do novo sistema.

Fonte: Mercados e Eventos.

Tam: serviço de telefonia móvel a bordo começa apartir do dia 28/10


A Tam começou apartir de ontem (28/10) a oferecer o serviço de telefonia móvel a bordo. Uma parceria pioneira firmada com a OnAir, empresa que fornece sistemas para uso de celulares em aeronaves, permitirá que os passageiros da Tam usem seus aparelhos durante os voos.

A Tam é a primeira linha aérea das Américas a disponibilizar essa facilidade. O serviço, que utiliza os satélites da Inmarsat SwiftBroadband, já está disponível aos passageiros que viajarem a bordo da aeronave Airbus A321 — que realizará as rotas entre Guarulhos, Recife, Natal, Fortaleza e Porto Alegre. Com o OnAir, os passageiros podem realizar chamadas telefônicas, enviar mensagens e acessar a Internet via rede GPRS, com seus próprios aparelhos de telefone GSM.

"Fiéis ao nosso espírito de servir, estamos inovando mais uma vez para oferecer o melhor serviço. O uso de celular a bordo foi uma demanda detectada por meio de pesquisas com os nossos passageiros que desejam estar conectados ao trabalho, família e amigos enquanto viajam", afirma Manoela Amaro, diretora de Marketing da Tam.

O mecanismo oferecido pela Tam permite que até oito passageiros utilizem celulares para ligações telefônicas ao mesmo tempo. Para dados e envio de SMS, não há restrições. Os aparelhos entrarão em roaming internacional, ou seja, passarão a captar sinal assim que a aeronave atingir 4 mil metros de altura. O uso será cobrado diretamente pela operadora na conta de telefone do passageiro. A tarifa será definida pela operadora usada pelo cliente.

Durante decolagens e pousos, os passageiros serão orientados a desligar seus aparelhos eletrônicos. O sistema garante total segurança aos passageiros, pois impede que o sinal dos celulares cause interferência nos comandos da aeronave e na rede de antenas de celular em terra. Hoje a Tam dispõe de uma aeronave com o sistema já instalado (um Airbus A321, com 220 assentos), para testar a aprovação do serviço pelos passageiros. Para o próximo ano, a companhia planeja ter mais aeronaves que operam voos domésticos equipadas com a tecnologia.

A OnAir é uma joint venture da Airbus e da Sita, organização que desenvolve tecnologia de ponta para aviação. O sistema já foi utilizado em mais de 135 mil voos para 356 cidades, conectando passageiros de 83 países com acordos de roaming com aproximadamente 200 operadoras de telefonia móvel.

FOnte: Mercados e Eventos

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Tam inicia voos diários para Petrolina



A Tam Linhas Aéreas começa a operar a partir de 3 de novembro voos diários de ida e volta a Petrolina, no interior de Pernambuco. Este será o 45º destino doméstico atendido pela companhia. Os novos voos vão partir e voltar do Rio de Janeiro e de Recife, com escalas em Brasília e serão operados com aeronave Airbus A320, com capacidade para transportar até 174 passageiros.

O voo JJ 3822, que vai operar de segunda a sexta-feira e aos domingos, partirá do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, às 23h43, e fará uma escala em Brasília, onde pousará à 01h25. Sairá da capital federal às 02h10 e seguirá direto para Petrolina, chegando às 03h10. Às 03h45, o voo decolará de Petrolina com destino a Recife. No sentido inverso, o voo partirá de Recife à 23h32 e chegará em Petrolina à 00h40, de onde sairá às 01h15 com destino a Brasília, pousando às 04h15. Decolará da capital federal às 05h00 e chegará ao Rio de Janeiro às 06h42.

A partir do dia 13 de novembro, a Tam começa a operar o voo JJ 3810 aos sábados, partindo de Brasília às 23h10 e seguindo direto para Petrolina, aonde chegará à 00h10. De lá, decolará à 00h45 com destino a Recife, pousando na capital pernambucana às 01h55. No sentido inverso, a partir do dia 14 de novembro, aos domingos, o voo JJ 3811 sairá de Recife às 03h00 e chegará a Petrolina às 04h00, de onde decolará às 04h30 e seguirá para Brasília, pousando às 07h45.

Fonte: Mercados e Eventos.

Tam recebe prêmio Top Of Mind


A Tam Linhas Aéreas foi homenageada, pelo quarto ano, com o Folha Top of Mind, principal prêmio de consciência de marcas do país. A companhia aérea foi a mais lembrada pelos brasileiros, recebendo 39% das citações.

A premiação, que completa 20 anos em 2010, ocorreu ontem (26/10) no HSBC Brasil, em São Paulo. A plateia reuniu presidentes e diretores das maiores empresas e agências de publicidade do Brasil.

"Sempre nos pautamos pelo Espírito de Servir. Buscamos oferecer os melhores serviços aos passageiros e ser sua companhia aérea preferida. Estamos honrados pelas lembranças, que consideramos um reconhecimento desse trabalho", afirmou Manoela Amaro, diretora de Marketing da Tam.

O Folha Top Of Mind é realizado pelo Instituto Datafolha e contou com mais de 5 mil entrevistas feitas em 160 municípios, com homens e mulheres com mais de 16 anos de todos os níveis sociais e escolaridades. São 47 categorias diferentes.

FOnte: Mercados e Eventos.

Azul aumenta números de voos para o Nordeste na alta temporada


De 15 de dezembro a 31 de janeiro, a Azul vai operar voos extras para os destinos mais procurados do Nordeste. As cidades de Natal, Fortaleza, Salvador e Porto Seguro ganham mais frequências a partir de Campinas, com possibilidade de conexões para vários outros destinos atendidos pela Azul.

Com o aumento da demanda por viagens de fim de ano, a Azul passará a servir seis voos por dia entre Campinas e Salvador, três por dia entre Campinas e Fortaleza, e dois voos diários entre Campinas e Natal. Entre Porto Seguro e Campinas serão dois voos por dia na alta temporada.

FOnte: Mercados e Eventos.

Cresce número de desembarques domésticos no Brasil



O número de desembarques nacionais cresceu 22,7% em setembro. Segundo registro da Infraero, foram mais de 6 milhões no mês passado, contra 4,9 milhões na comparação com o mesmo período em 2009. Trata-se do melhor setembro da série histórica. O acumulado de janeiro a setembro foi de 49,2 milhões. Em 2009, foram registrados pouco mais de 40 milhões de desembarques nacionais no período.

Para o ministro do Turismo, Luiz Barretto, os números mostram que a economia do país está cada vez mais fortalecida. “O mercado interno está consolidado, aquecido e com perspectivas de crescer muito mais, a partir do alargamento da base de viajantes, alavancada pela entrada da classe C no mercado de consumo”, disse.

De acordo com o diretor de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo (MTur), José Francisco Lopes, a estimativa é que o Brasil tenha um novo recorde em 2010 – 65 milhões. Em 2009, foram 56 milhões. “Até agora, os dados mostram com clareza que o ano será de resultados históricos”, afirmou.

Ainda segundo o diretor, a movimentação internacional também deverá ser recorde este ano. A expectativa é que o Brasil chegue aos 7 milhões de desembarques. No ano passado, a Infraero registrou 4,7 milhões.

Este ano, já foram contabilizados 5,7 milhões de desembarques, resultado recorde para o período acumulado nos nove primeiros meses. Em setembro, a movimentação de passageiros cresceu 30,95% em relação ao mesmo período de 2009. No total, os aeroportos do país realizaram 673.311 desembarques no mês passado. Os dados levam em conta estrangeiros que entram no Brasil e brasileiros em retorno ao país. (Informações do Ministério do Turismo)

Pouso de avião com pneu estourado fecha aeroporto em Sorocaba

Aeronave chegava de São Paulo e estava ocupada apenas por piloto.

Um dos pneus do trem de pouso estourou; avião parou perto de casas.




Uma avião que tinha acabado de chegar de São Paulo fez pouso com um dos pneus estourados no Aeroporto Estadual de Sorocaba (foto acima), a 99 km de São Paulo, por volta das 15h30 desta quarta-feira (27).

O trem de pouso quebrou quando a aeronave estava fazendo uma aterrissagem. Ao tocar no solo, o pneu do monomotor estourou e o avião parou a 100 metros das casas próximas ao aeroporto.

Apenas o piloto estava dentro do aeronave. Ele não sofreu ferimentos. O aeroporto foi fechado e técnicos da Aeronáutica foram chamados.

De acordo com o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), a aeronave estava em procedimento normal de treinamento de pouso e decolagem. O incidente provocou a saída do avião da pista.

O aeroporto permanecia interditado até a chegada de técnicos do Serviço Regional de Investigação de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), ligado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Anac fixa novas regras para o registro das tarifas do transporte aéreo

A partir de 2011, companhias deverão informar as rotas e a quantidade de passagens vendidas

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fixou novas regras para o registro das tarifas comercializadas no transporte aéreo. A portaria publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União complementa resolução divulgada anteriormente, que estabelece procedimentos para o registro de tarifas.

Segundo a determinação, a partir de 2011, as companhias deverão informar à Anac as rotas e a quantidade de passagens vendidas, dando uma previsão geral para os vôos domésticos e internacionais. Até agora, a Anac não dispõe do registro de tarifas internacionais e as empresas nacionais informam as tarifas comercializadas para apenas 67 ligações (cada ligação equivale a uma rota, considerando apenas origem e destino final, desconsiderando escalas).

O texto da resolução propõe que as empresas aéreas sejam obrigadas a registrar na Anac, até o décimo dia útil de cada mês, os dados das tarifas aéreas comercializadas correspondentes aos passageiros transportados no mês anterior. Também existe a determinação de que as regras tarifárias sejam divulgadas pelas empresas em todos os pontos de atendimento e nas páginas das companhias na internet.

Os dados vão para o Relatório Yield Tarifa, feito pela Anac com base nas informações fornecidas pelas companhias aéreas. Esses dados são atualizados mensalmente com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As tabelas são recalculadas mensalmente por esse indicador. O relatório faz o acompanhamento econômico das tarifas cobradas na venda de passagens.

O levantamento não considera as tarifas especiais para o mercado corporativo (negociadas diretamente entre as companhias aéreas e empresas públicas e privadas), de fretamento (acertadas com as agências de turismo) e os assentos oferecidos gratuitamente ou com desconto diferenciado (para tripulantes, funcionários, crianças que não ocupam assentos, programas de milhagem e endosso de passagem).

Problema de estacionamento em Viracopos deve ser levado à Infraero

Equipe técnica da Emdec foi ao aeroporto e irá elaborar plano de soluções



A equipe técnica da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) acompanhou o secretário municipal de Transportes, Gerson Bittencourt, em visita ao estacionamento do Aeroporto Internacional de Viracopos na segunda-feira (25), para constatar problemas relacionados ao estacionamento de veículos no entorno do local, que devem ser levados à Infraero.

Os técnicos realizaram um mapeamento das vias, identificaram os pontos de maior conflito entre veículos e pedestres, verificaram os pontos de parada de ônibus convencionais, fretados e táxis e analisaram as sinalizações verticais (placas) e horizontais (solo) existentes na área do aeroporto.

Um projeto para solucionar os problemas identificados será elaborado e deve ser apresentado à Infraero.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Avião da TAM retorna ao aeroporto de Brasília após suposto vazamento de combustível

Nesta segunda-feira (25), o avião que realizava o voo JJ 3574 da TAM (Brasília-Rio Branco) teve de retornar ao Aeroporto Juscelino Kubitschek, na capital federal, uma hora após decolar. Em nota, a TAM informou que o avião teve de voltar em razão de uma manutenção não programada. Mas, segundo funcionários da empresa, após a decolagem o comandante do voo teria informado ao pessoal em terra a ocorrência de problemas de vazamento de combustível.O pouso aconteceu às 12h47m. Cinco carros do Corpo de Bombeiros cercaram a aeronave, que foi vistoriada. Os passageiros foram retirados e levados de volta à sala de embarque. Uma comissária recebeu atendimento médico e saiu da ambulância caminhando.

O pouso de emergência não provocou atrasos em outros voos. A aeronave foi trocada, mas os passageiros esperaram mais duas horas porque a equipe de comissários não estava completa. O avião substituto só saiu de Brasília às 14h55m.

Um avião da TAM que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, teve de fazer um pouso não programado em Londrina, no início da tarde desta quinta-feira. Segundo nota enviada pela companhia aérea, o motivo foi um parabrisa trincado durante o voo.

Esse é o quarto incidente envolvendo aeronaves da mesma companhia em uma semana. O voo JJ 3133 da companhia aérea TAM, previsto para decolar às 14h55 deste domingo, partindo de Vitória, com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo, apresentou um problema técnico antes da decolagem. Segundo o passageiro identificado como Carlos, que ligou para a Rede Gazeta para falar sobre o problema, os freios da aeronave teriam travado e os passageiros ficaram cerca de uma hora aguardando a manutenção.

Na tarde de quinta-feira, um avião da TAM que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, teve de fazer um pouso não programado em Londrina. Segundo nota enviada pela companhia aérea, o motivo foi um parabrisa trincado durante o voo.

Na noite do dia anterior, a TAM cancelou o voo JJ 3580 após ameaça anônima de bomba na aeronave que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Brasília. Os 95 passageiros e 6 tripulantes foram desembarcados da aeronave. A Polícia Federal realizou uma varredura no avião, mas não encontrou o artefato.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Aeroporto Leite Lopes ganha mais 13 voos para 7 estados


Assessoria de companhia aérea prevê que as novas frequências sejam inauguradas até dezembro.

O aeroporto Leite Lopes ganhará de uma só vez mais 13 voos por semana.

O número representa 25% das 56 frequências atualmente praticadas nos dias úteis em Ribeirão Preto por três companhias.

Os novos voos serão todos operados pela Webjet Linhas Aéreas.

A companhia confirmou nesta quarta-feira, por meio da assessoria, que as frequências entram em operação ainda neste ano.

Os destinos serão para aeroportos de sete estados, além de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Para começar a voar por Ribeirão Preto, a companhia aguarda apenas autorização pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Conforme a assessoria, existe a previsão de que dos 13 voos novos, pelo menos dois deles serão diários.

A assessoria da Webjet não quis adiantar mais detalhes sobre os voos por Ribeirão Preto.

Para atender a essas frequências, e às novas operações já inauguradas entre Foz do Iguaçu (PR) e Navegantes (SC), a empresa adquire três Boeings 737-300.

Palmas passa a contar com mais um vôo da Gol a partir de novembro


Uma boa notícia para os tocantinenses foi anunciada na manhã desta quarta-feira, 20. A empresa de aviação Gol Linhas Aéreas informou ao Jornal Stylo que a partir de novembro o estado passa a ter mais um vôo diário da empresa.

O horário do vôo ainda não foi anunciado e existe ainda a possibilidade da Gol estender seus serviços a Araguaína.

Voos e fluxo internacional lideram alta no Aeroporto Eduardo Gomes



Manaus - A quantidade de voos internacionais no Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, cresceu 56,77% nos últimos dez anos, passando de 3.324 operações em 2000 para 5.211 em setembro de 2010. O fluxo de passageiros internacionais, nesse período também evoluiu. Este ano é 207% maior do que há dez anos.

Os dados são da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Em 2000, a empresa registrou o fluxo de 39.064 passageiros de voos internacionais no Eduardo Gomes. Em 2010, até setembro, foram 120.127.

Embora tenha havido esse crescimento até 2010, foi no ano passado que o aeroporto que houve recorde na movimentação de voos internacionais no aeroporto de Manaus. Foram 6.105 pousos e decolagens. Em relação ao movimento registrado em 2000, houve aumento de 83,67% no ano passado. O fluxo de passageiros, em 2009, chegou a 150,3 mil pessoas nos voos internacionais que passaram pelo Eduardo Gomes.

Investimentos

A Infraero informou que vai investir, a partir do próximo ano, na reforma e ampliação do Terminal de Passageiros do Eduardo Gomes, cuja área passará dos atuais 37 mil metros quadrado (m²) para 80 mil m². Conformo o projeto, o terminal contará com oito pontes de embarque, um novo estacionamento com mais de 2.500 vagas, triplicação do meio-fio, substituição de todos os sistemas eletroeletrônicos, novos elevadores, escadas rolantes, esteiras de bagagem, entre outras melhorias.

De acordo com a Infraero, o Terminal de Passageiros terá capacidade para receber 5 milhões de usuários por ano, sendo o dobro da capacidade atual. As reformas deste terminal têm previsão de conclusão em 2014.

A demanda atual do aeroporto é de 60 voos diários com a circulação de 6.500 passageiros. A movimentação de passageiros é alterada somente durante os feriados, com uma diferença de até 8% acima do volume diário de pessoas.

Conforme balanço da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), o Amazonas recebeu 411.935 turistas de janeiro a agosto deste ano. O número foi 4,09% maior que em igual período de 2009, quando o Estado recebeu 395.758 visitantes.

sábado, 23 de outubro de 2010

TAP aposta nas cidades médias para superar gargalos e crescer no Brasil



Depois de consolidar sua presença no Nordeste brasileiro, a companhia aérea portuguesa TAP está apostando na interiorização para crescer no país. Nos próximos meses, a empresa pretende tornar diário o voo Campinas-Lisboa, inaugurado em julho passado com frequência de três vezes por semana. A estratégia, que poderá ser levada a outras regiões do Brasil, visa a aproveitar o crescimento da demanda por viagens de avião a partir de cidades médias brasileiras e superar os gargalos dos grandes aeroportos.

Campinas é o nono destino da TAP no país. Até agora, a empresa voava apenas para capitais. Com a nova rota, a aérea estima que o número de passageiros transportados entre Brasil e Europa alcance a marca de 1,4 milhão este ano, crescimento de 24% sobre o movimento registrado em 2009. O voo de ida e volta entre Campinas e Lisboa custa a partir de US$ 1.152, excluindo tarifas de embarque. O valor é exatamente o mesmo dos voos que partem de São Paulo e do Rio para a capital portuguesa.

Movimento em aeroporto de Viracopos subiu 72%

Em apenas três meses, quase 20 mil passageiros foram transportados entre Campinas e Lisboa, o que representou 3% do fluxo de passageiros da TAP no país entre janeiro e setembro de 2010. O movimento em voos partindo de São Paulo ainda lidera o ranking, com 35% do total de passageiros transportados no período. A expectativa da companhia, no entanto, é que essa fatia diminua com o tempo. Após, a inauguração da nova rota, a TAP passou a oferecer transporte gratuito entre o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, e o Aeroporto de Congonhas, contribuindo para desafogar os voos que partem da capital paulista.

- O Aeroporto de Guarulhos está um tanto estrangulado. Como percebemos uma demanda grande das cidades do interior, resolvemos apostar em novas rotas - disse Mário Carvalho, diretor geral para América Latina da TAP.

Entre janeiro e setembro deste ano, 81,7 milhões de pessoas embarcaram ou desembarcaram nos 67 aeroportos administrados pela Infraero. O número representa uma alta de 38% em comparação com igual período de 2009. Desse total de passageiros, 3,8 milhões passaram por Viracopos, o que significou um crescimento bem mais intenso que a média nacional: 72%. É nesse mercado potencial que a TAP está de olho.

A empresa também avalia inaugurar rotas para a Região Sul do país. Hoje, a TAP voa para Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além de Campinas. Todos os voos têm Lisboa como destino e são diretos.

- Estamos sempre avaliando oportunidades. Curitiba e Porto Alegre estão entre algumas opções que estamos estudando - informou Carvalho

Empresa inaugura voo compartilhado para Pequim

O Brasil não é o único país emergente em que a TAP está apostando. Este mês, a companhia inaugurou um voo em code-share (compartilhado) com a Air China que faz o trajeto Lisboa-Pequim. Para Carvalho, a rota é uma nova alternativa para os brasileiros chegarem à Ásia. Partindo do Rio, de São Paulo ou de Campinas, a tarifa é a mesma: a partir de US$ 1.190, sem taxas.

A TAP voa para 65 destinos em 31 países e tem, em média, mais de 1.850 voos por semana. No Brasil, são 70 voos semanais.

Polêmica em licitação pode esvaziar Aeroshoping



O processo de licitação das lojas do Aeroshopping – que é contestado na Justiça – pode resultar em serviços e produtos mais caros para quem frequenta o Aeroporto de Salvador. Com o prazo de concessão de 60 lojas previsto para acabar em 31 de dezembro, a Infraero começou a licitar os espaços que serão explorados nos próximos cinco anos, no caso das lojas do varejo, e sete anos para empresas de alimentação.

Os atuais concessionários questionam a modalidade licitatória definida pela Infraero, que prevê a realização de pregão presencial, em que ganha a empresa que oferecer o maior valor de aluguel. Com preços dos espaços mais caros, o preço dos produtos e serviços tende a subir para compensar as perdas.

O advogado e doutor em direito público Celso Castro, que presta apoio jurídico aos concessionários, diz que o modelo licitatório adotado vai de encontro ao interesse público, já que leva em conta apenas o valor pago e não a qualidade do serviço. “O propósito da Infraero está invertido. Ela não existe para funcionar como uma empresa privada, que busca apenas o lucro. Como estatal, ela deve garantir a qualidade e comodidade de quem usa o aeroporto”, argumentou.

O advogado defende a adoção de outro tipo de licitação, como a concorrência, que permite a avaliação de critérios técnicos ligados à qualidade do serviço, como funcionamento 24h, funcionários qualificados e rapidez no atendimento. “O maior preço não garante o melhor serviço. Apenas favorece às grandes empresas que usam o aeroporto como uma vitrine”.

Batalha de liminares
- Desde o início da licitação, 26 concessionários acionaram a Justiça. Treze, dos 22, processos de licitação abertos este ano pela Infraero estão suspensos por liminares. Com o fim do prazo da concessão, as atuais concessionárias precisam desocupar os espaços.

Com o atraso das licitações, as lojas devem ficar vazias até a definição do problema. E é possível repetir o exemplo do que aconteceu com o Free Shop, que, ano passado, ficou cerca de dois meses fechado por atrasos na licitação.

A Infraero nega qualquer irregularidade. Por meio de nota, informou que em nenhum momento descumpriu qualquer determinação judicial, acatando a todas. “Vale destacar ainda que as concessões de áreas aeroportuárias para fins comerciais são obrigatoriamente precedidas de processos licitatórios, na forma da Lei”, dizia a nota.

Anac inicia avaliação da estrutura da Latam

O grupo chileno LAN e a brasileira TAM deram na quarta-feira à noite o primeiro passo para a aprovação da criação da Latam Airlines, no Brasil.



O grupo chileno LAN e a brasileira TAM deram na quarta-feira à noite o primeiro passo para a aprovação da criação da Latam Airlines, no Brasil. As duas empresas entregaram à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) um volume de 86 páginas detalhando a estrutura final da transação, descrita em memorando de entendimento assinado por elas no dia 13 de agosto.

O mesmo procedimento não foi realizado no Chile porque lá não há restrição de participação de capital estrangeiro em companhia aérea nacional, conforme esclareceu ontem a TAM. No Brasil o limite é de 20% de participação de empresas estrangeiras em companhias de aviação. Tramita no Congresso ampliação desse teto para 49%.

A Anac informou que a análise seria iniciada ontem mesmo pela superintendência de regulação econômica, de responsabilidade do novo diretor da agência Ricardo Bezerra. Ele tomou posse no início de agosto junto com outros dois novos diretores, Rubens Carlos Vieira e Carlos Eduardo Pellegrino.

Uma equipe de técnicos da superintendência de regulação econômica vai analisar as informações da Latam. De posse dessa análise, Bezerra vai levar o resultado à diretoria colegiada da Anac, que discutirá a aprovação ou não da nova companhia. A diretoria se reúne às terças-feiras.

São cinco diretores, incluindo a presidente da Anac, Solange Paiva Vieira, para que não haja empate. Em casos em que um dos diretores não puder comparecer, por exemplo, e há empate, Solange tem o voto de minerva.

Tanto a Anac quanto a TAM não se pronunciaram sobre expectativas de prazos. As duas últimas negociações envolvendo empresas aéreas brasileiras que foram analisadas pela Anac tiveram prazos bem distintos de aprovação. No caso da compra da Pantanal pela TAM, anunciada por R$ 13 milhões em dezembro de 2009, foram três meses para a aprovação, que foi unânime entre a diretoria da Anac.

A aquisição de 20% da Trip Linhas Aéreas pela americana Skywest, avaliada em cerca de US$ 30 milhões, foi aprovada em fases pela Anac. Isso porque o negócio foi feito de forma gradual, com participações acionárias crescentes até o teto previsto em lei. Somando-se as três etapas, pois cada uma tinha de ter a aprovação da Anac, o aval foi concedido em nove meses.

Segundo a Anac, esses dois exemplos não devem ser levados em conta no caso da Latam porque o tempo varia conforme as peculiaridades de cada caso.

Analistas do mercado financeiro, que acompanham papéis de empresas aéreas na bolsa, dizem que não houve mudanças na estrutura societária da Latam, em relação ao que havia sido anunciado em agosto. Eles analisaram o organograma divulgado na quarta-feira à noite e afirmam que o documento apenas formaliza que os acionistas dos dois grupos concordaram com a estrutura societária proposta.

"O impacto para as ações da TAM é marginal. Essa divulgação da estrutura teria influenciado mais o desempenho das ações se tivesse alguma mudança", diz o analista de setor aéreo da Link Investimentos, Felipe Rocha.

O analista de aviação da Planner Corretora, Brian Moretti, chama a atenção para o desempenho das ações de LAN e TAM desde o dia 13 de agosto. Segundo ele, de lá para cá, em 95,6% dos fechamentos das bolsas de Santiago e São Paulo o desempenho dos papéis das duas empresas foi muito similar. "Desde 13 de agosto, o mercado começou a enxergar as duas empresas como uma só. É como se dissessem: "vamos acreditar na operação".

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

WEBJET LINHAS AÉREAS

Estamos chegando no fim da série de reportagens sobre as companhias aéreas que operam no Aeroporto de Fortaleza.Foi em pouco mais de um mes de reportagens sobre as cia aereas:Azul ,Avianca ,Air Italy ,Delta ,Gol ,Tam ,TAP ,TACV e Webjet.Com muita informação sobre aeronaves,fotos,e curiosidades sobre essas cias.Espero que tenham gostado e estamos preparando muitas novidades aguardem!

WEBJET LINHAS AÈREAS





Empresa aérea WebJet Linhas Aéreas é uma empresa aérea brasileira que opera no conceito low cost low fare (baixo custo, baixa tarifa). Sua sede está localizada na cidade do Rio de Janeiro e atualmente pertence à holding CVC. Iniciou suas operações aéreas em julho de 2005, voava na sua primeira fase entre Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo (Guarulhos), Brasília, Porto Alegre e Florianópolis.
Em 9 de fevereiro de 2006 os vôos foram retomados com uma viagem do Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul, com a presença de jornalistas e agentes de viagens. Nesta retomada, a empresa operava somente vôos fretados (charter). A Webjet realizou neste período vôos para Fortaleza, Natal, Porto Seguro, Porto Alegre e Florianópolis.

Em 2 de maio de 2006 a empresa recomeçou a operar regularmente entre Rio de Janeiro e Porto Alegre, semanas depois esticou seus vôos também até Curitiba e Salvador. Após rever sua estratégia de apostar em vendas somente pela internet, as passagens passaram a ser comercializadas também por operadores de turismo, agentes de viagens e acordos corporativos.

De maio até o final de 2006 registou cerca de 123 mil passageiros e load factor (média de ocupação das aeronaves) de 72%.

A empresa começou a operar em 21 de dezembro de 2007 o terceiro Boeing Boeing 737-300, este utilizado para vôos diários no nordeste do Brasil, atendendo novas cidades como Recife e Maceió. A quarta aeronave, do mesmo modelo, entrou em operação em 10 de fevereiro de 2008, auxiliando a compor a freqüência de vôos nas rotas já operadas pela empresa. Em maio de 2008 recebeu seu sexto, desta forma, ampliando o número de cidades atendidas com a inserção de Campo Grande e Cuiabá entre os seus destinos. Em julho de 2008 a Webjet conquista 3,17% de Market Share e vendas acima de R$ 30 milhões ao mês. Em outubro de 2008, atinge 900 funcionários na empresa e vendas acima de R$ 39 milhões ao mês. Em novembro entra em operação a nona aeronave e a Webjet conquista 3,67% de Market Share. Em dezembro de 2008 mais duas aeronaves entram em operação. A Webjet terminou 2008 com um total de 11 aeronaves Boeing 737-300, atendendo 13 cidades.

FROTA

Boeing 737-300;(20 aeronaves e 0 pedidos)

DESTINOS


*Região Centro-Oeste

°Brasília (Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek)Caldas Novas (Aeroporto de °Caldas Novas) Em Temporada:Julho, Dezembro e Janeiro, direto de Brasília.

*Região Nordeste

°Fortaleza (Aeroporto Internacional Pinto Martins)
°Natal (Aeroporto Internacional °Augusto Severo)
°Recife (Aeroporto Internacional do Recife)
°Salvador (Aeroporto Internacional de Salvador)
°João Pessoa (Aeroporto Internacional Castro Pinto) (Início 2011)

*Região Sudeste

°Belo Horizonte (Aeroporto Internacional de Belo Horizonte)
°Rio de Janeiro (Aeroporto Santos Dumont)
°Rio de Janeiro (Aeroporto Internacional do Galeão)
°São Paulo (Aeroporto Internacional de Guarulhos)
°São Paulo (Aeroporto de Congonhas)
°Ribeirão Preto (Aeroporto de Ribeirão Preto) Em implantação - Início: 02/12/2010

*Região Sul

°Curitiba (Aeroporto Internacional de Curitiba)
°Porto Alegre (Aeroporto Internacional Salgado Filho)
°Navegantes (Aeroporto Internacional de Navegantes) Em implantação - Início: 02/12/2010
°Foz do Iguaçu (Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu) Em implantação - Início: 02/12/2010

DESTINOS APARTIR DE FORTALEZA

°Porto Alegre
°São Paulo (Guarulhos)
°Rio de Janeiro (Galeão)
°Belo Horizonte (Confins)
°Brasília
°Salvador
°Natal

Obs: Espero que tenham gostado dessa serie de reportagens sobre as cias que operam no aeroporto de fortaleza.Obrigado a todos e aguardem novidades chegando!

Iguatu/CE vira base de operação da Força Aérea Brasileira



Entre os dias 27 de outubro e 20 de novembro, o Nordeste brasileiro será palco do maior exercício de combate aéreo combinado da América do Sul, a Operação Cruzeiro do Sul V (CRUZEX V).

Iguatu é um dos pontos de base das operações e será grande a movimentação de oficiais e soldados na realização das ações. Diversos equipamentos desembarcaram no aeroporto Tomé da Frota na última terça (19), além de profissionais da FAB especializados para o desenvolvimento das atividades.

Com a participação das Forças Aéreas do Brasil, Estados Unidos, França, Argentina, Chile e Uruguai, a CRUZEX V levará para o Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco 92 aeronaves, como os caças F-16, dos Estados Unidos e Chile, Rafale, da França e F-2000, A-1, A-29 e F-5EM, do Brasil.

A guerra aérea simulada acontece a partir de um conflito fictício envolvendo a invasão do país Amarelo pelas tropas do país Vermelho e a posterior intervenção de uma coalizão liderada pelo país Azul. No mapa real, Natal, Recife e Campina Grande concentram a maior parte das aeronaves envolvidas, enquanto a partir da Base Aérea de Fortaleza vão operar as forças hostis. Somente na capital potiguar serão 66 aeronaves envolvidas no Exercício, sendo 31 estrangeiras.

Coordenada pela Força Aérea Brasileira, a CRUZEX V tem o objetivo principal de treinar as Forças Aéreas envolvidas no planejamento de operações combinadas com países aliados, nos mesmos moldes utilizados pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) em conflitos internacionais. Os militares brasileiros e estrangeiros poderão treinar no contexto de uma moderna estrutura de comando e controle unificado do poder aéreo, além de trocarem experiências e conhecimentos. No total, participam 2.500 militares brasileiros e estrangeiros, incluindo observadores da Bolívia, Equador, Canadá, Reino Unido, Colômbia e Paraguai.

Vinte e quatro voos foram cancelados na manhã desta sexta, diz Infraero



Dos 364 voos programados pela Infraero até as 7h desta sexta-feira, em todo o país, quatro estão atrasados e 24 foram cancelados.

O aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, opera por instrumentos e duas partidas foram canceladas. Já o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos,na Grande São Paulo, funciona nas mesmas condições e registra dois cancelamentos.

O aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, opera normalmente e nenhuma partida está atrasada.

O Galeão, também no Rio de Janeiro, está aberto para pousos e decolagens e das 13 partidas programadas pela Infraero, três foram canceladas hoje.

Avião que vinha de São Luis (MA) faz pouso forçado no rio Parnaíba

Uma aeronave realizou um pouso forçado no início da noite desta quinta-feira (21) em Teresina, no Piauí.



Trata-se de um modelo ultraleve anfíbio, que teve que fazer pouso "emergencial" no rio Parnaíba, nas mediações do Iate Clube. Segundo informações, o avião estaria vindo de São Luis (MA).

Ao contrário das primeiras informações, não se trata de um acidente. O Corpo de Bombeiros foi acionado e foi até o local.

O piloto Lázaro Camargo informou que a roda da frente sacou na hora do pouso e como é uma aeronave também aquática optou em descer no rio.

"Tive um problema no trem de pouso e fiz um pouso alternativo, normal para este tipo de aeronave, que me permite pousar na água. Não houve nenhum problema mais sério", disse o piloto.

Parabrisa trincado faz avião da TAM realizar pouso de emergência em Londrina, no Paraná


Um avião da TAM que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, teve de fazer um pouso de emergência em Londrina, no início da tarde desta quinta-feira (21). Segundo nota enviada pela companhia aérea, o motivo foi um parabrisa trincado durante o voo.

A aeronave que realizava o voo JJ 3804 decolou de Cumbica às 10h35m e pousou em Londrina às 12h23m. Segundo a TAM, os 98 passageiros a bordo desembarcaram normalmente e foram reacomodados em outros voos da companhia. A aeronave continua em Londrina para manutenção.

Trinta dos passageiros já embarcaram no voo JJ 3156 (Londrina/Guarulhos-São Paulo) e no JJ 3630 (Guarulhos-São Paulo/Cuiabá). De acordo com a TAM, Os outros 68 devem prosseguir viagem às 20h30m, nos voos JJ 3764 (Londrina/Congonhas-São Paulo) e no JJ 3774 (Congonhas-São Paulo/Campo Grande).

Esse é o segundo incidente envolvendo aeronaves da companhia em menos de 24 horas. Na noite desta quarta-feira, a TAM cancelou o voo JJ 3580 após ameaça anônima de bomba na aeronave que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Brasília. Os 95 passageiros e 6 tripulantes foram desembarcados da aeronave. A Polícia Federal realizou uma varredura no avião, mas não encontrou o artefato.

Infraero aplica "multa moral" sobre acessibilidade em aeroportos da Regional Nordeste


A Infraero iniciou na terça-feira (19/10) uma iniciativa permanente de conscientização de acessibilidade nos estacionamentos dos aeroportos da Superintendência Regional Nordeste. Na ação, funcionários que trabalham nos estacionamento monitoram a área, observando a utilização de vagas reservadas a pessoas com dificuldades de locomoção ou mais de 60 anos, aplicando multas morais aos motoristas que desobedecerem às regras de estacionamento nestes lugares.

O aviso de multa é ilustrado com uma rosa e uma mensagem de conscientização, sem gerar nenhum dano aos veículos. Além disso, os funcionários conversam com os infratores sobre a importância da acessibilidade e do respeito a deficientes, idosos e pessoas com mobilidade reduzida. A mobilização segue a Política de Acessibilidade da Infraero e reforça também o trabalho de vigilância do estacionamento dos aeroportos envolvidos. A atividade envolve ainda equipes que percorrem os aeroportos da Rede para treinar as pessoas que lidam com a conscientização sobre os procedimentos e formas de tratamento para cada tipo de deficiência.

Dos nove aeroportos da Regional Nordeste, apenas o Aeroporto Internacional de Fortaleza/Pinto Martins (CE) não participará da ação, porque há no estacionamento do aeroporto uma guarita da Polícia Militar próxima às vagas acessíveis, reforçando a vigilância da área.

Elenilda Cunha, superintendente do Aeroporto Internacional de Recife/Gilberto Freyre – Guararapes (PE), ressaltou que a conscientização promovida por esta ação ganha ainda mais relevância com a aproximação da alta temporada turística, quando aumenta consideravelmente o fluxo dos aeroportos e de seus estacionamentos. “Com esta medida educativa, buscamos garantir os direitos das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida”, acrescentou a superintendente.

Os aeroportos da Regional Nordeste são: Aeroporto Internacional de Recife/Gilberto Freyre – Guararapes (PE), Aeroporto de Petrolina/Senador Nilo Coelho (PE), Aeroporto Internacional de Natal/Augusto Severo (RN), Aeroporto Internacional de Fortaleza/Pinto Martins (CE), Aeroporto de Juazeiro do Norte/Orlando Bezerra de Menezes (CE), Aeroporto Internacional de João Pessoa/Castro Pinto (PB), Aeroporto de Campina Grande/João Suassuna (PB), Aeroporto de Teresina/Senador Petrônio Portella (PI) e Aeroporto de Parnaíba/Prefeito Dr. João Silva Filho.

Infraero conclui etapa em obra na pista do Aeroporto Internacional de São Luís/MA


A Infraero concluiu nesta quinta-feira (21/10) a pavimentação de um trecho de 550 metros da pista principal do Aeroporto Internacional de São Luís / Marechal Cunha Machado (MA). Trata-se da primeira etapa das obras de manutenção e recuperação do serviço, executado pelo Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro.

A Ordem de Serviço foi assinada em junho deste ano. Ao todo, R$ 10,68 milhões serão investidos nos serviços da pista, que ainda têm três etapas a serem executadas até dezembro, quando os trabalhos serão interrompidos em função da movimentação de aeronaves que cresce no final do ano. A previsão é de que logo após o feriado de fim de ano os trabalhos sejam retomados.

O superintendente do Aeroporto de São Luís, Hildebrando Correia, enfatizou a importância dessas obras para os usuários do aeroporto. “Com estes trabalhos, ampliaremos a segurança das operações de São Luís. Outro destaque é que a pista terá condições de receber aeronaves de maior porte, como um Boeing 767”, finalizou.

Operações
Atualmente, as obras de manutenção e recuperação da Pista principal do Aeroporto Internacional de São Luís / Marechal Cunha Machado (MA) estão sendo executadas sem que haja interferências nas operações de pousos e decolagens da pista principal. Já no início da segunda e quarta fases das obras a pista será interditada entre 5h e 13h, conforme decisão acertada pela Infraero, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e companhias aéreas que operam no Aeroporto de São Luís.

O Aeroporto de São Luís possui duas pistas para pousos e decolagens. A principal, que tem recebido as obras, possui 2.385m de comprimento por 45m de largura. Já a auxiliar A segunda pista possui 1.525m de comprimento por 41m de largura.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Polícia Federal investiga denúncia anônima de bomba em voo da TAM

Voo com destino a Brasília teve de ser cancelado; 95 passageiros aguardam para poder embarcar.

A empresa aérea TAM cancelou nesta quarta-feira, 20, voo 3580, que ia de Guarulhos com destino a Brasília partindo do aeroporto de Cumbica, após denúncia anônima de bomba em aeronave da companhia. Os 95 passageiros e seis tripulantes que estavam a bordo desceram do avião.

A Polícia Federal foi chamada e neste momento os agentes vasculham a aeronave e todas as bagagens. De acordo com nota divulgada pela TAM, "os passageiros recebem toda a assistência da TAM e, tão logo quanto possível, serão reacomodados em outros voos da companhia".

Ator enfrenta problemas com companhia aérea em SP

“Eu odeio a Gol!”, diz o ator indignado



Sergio Marone (foto acima) deve ter acordado com o pé esquerdo. Na manhã desta terça-feira (19), o ator recorreu ao seu Twitter para desabafar sobre um problema que teve com uma companhia aérea em São Paulo, quando se preparava para embarcar para o Sul do País.

“Eu odeio a GOL com todas as minhas forças! Todas as poucas vezes que voo de GOL é isso. E isso só acontece quando não tenho opção, o voo atrasa a minha vida”, escreveu o ator.

Pouco antes, Marone parecia bem animado com a ideia da viagem. Ele contou pelo microblog que estava cansado do mal tempo do Rio e sua expectativa era encontrar o sol e calor.

“A caminho do aeroporto. Enjoei do Rio com esse tempo cinza. Vou pegar o primeiro avião para o Paraná. Estou indo a trabalho, não apenas porque estou de saco cheio dos dias cinzas no Rio. Hehehe.”

Governo de SP desiste do Expresso Aeroporto

Licitação de linha ferroviária não atraiu empresas, diz governador. Até 2009 a obra era estratégica.



O governo do Estado decidiu abandonar, pelo menos por enquanto, o projeto do Expresso Aeroporto, que ligaria São Paulo ao aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana. A linha férrea de 28Km de extensão ligaria a Estação da Luz, no centro da cidade a Cumbica, num trajeto de 15 minutos sem estações intermediárias.

Segundo o governador Alberto Goldman, o edital para a licitação chegou a ser lançado, mas não houve empresas interessadas. Goldman avalia que a falta de interesse do setor privado é consequência principalmente da baixa demanda pelo serviço - hoje estimada em 18 milhões de passageiros por ano.
A construção de um terceiro terminal no aeroporto - projeto do governo federal - elevaria este número para pouco mais de 30 milhões de passageiros, número que já tornaria o projeto viável.

Na segunda-feira (18/10), o governador contratou empréstimo de R$ 196 milhões para expansão da linha 11 da CPTM, que atende o extremo leste da Grande São Paulo, inclusive o bairro de Itaquera, onde será construído o novo estádio do Corinthians. O contrato prevê a construção de nova estação, a compra de oito trens e a reforma dos trilhos da via.

Em julho do ano passado, o Tribunal de Justiça de São Paulo havia determinado “a imediata paralisação de toda e qualquer obra” relacionada aos projetos do Expresso Aeroporto e do Trem de Guarulhos", em função de falhas no Estudo e no Relatório de Impacto Ambiental (Eia-Rima) referente aos projetos. Na época o governo paulista considerava a obra estratégica para aumentar a oferta das viagens aéreas, desafogar o Aeroporto de Congonhas, na capital, e criar um “cartão de visitas” da metrópole, principalmente tendo em vista o grande fluxo de turistas durante a Copa de 2014.

TAM cancela voo após ameaça de bomba em Cumbica, na Grande SP

A companhia aérea TAM cancelou o voo 3580 após ameaça anônima de bomba na aeronave que seguia de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, para Brasília, na noite desta quarta-feira. Segundo nota da empresa, os 95 passageiros e 6 tripulantes foram desembarcados.

A empresa também informou que acionou a Polícia Federal e agentes realizam no momento uma varredura na aeronave e em todas as bagagens dos passageiros.

Na nota, a TAM ainda ressaltou que os passageiros receberão toda a assistência da empresa "e, tão logo quanto possível, serão reacomodados em outros voos da companhia. De acordo com a Infraero, o aeroporto opera normalmente.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Iberia começa voos Barcelona-São Paulo em março



Depois de iniciar as ligações diretas entre Fortaleza e Recife e Madri, em voo que começa em fevereiro, a Iberia anuncia mais uma ligação entre Brasil e Espanha. No primeiro semestre de 2011, a companhia lançará voos entre Barcelona e São Paulo, dentro do planejamento de transformar o Aeroporto de El Prat, em Barcelona, em mais um hub intercontinental. Além da rota para São Paulo, a Iberia voará de Barcelona para Miami, também. A princípio, os voos estão programados para 28 de março, sendo três frequências semanais para cada destino (São Paulo e Miami).

Hoje, a companhia aérea espanhola inaugura em El Prat seu novo hangar de manutenção, único de Barcelona capaz de receber aviões com capacidade superior a 100 lugares. Os voos entre Barcelona e São Paulo serão operados com o Airbus 340/300 e, segundo o planejamento estratégico da companhia aérea, a expectativa é de que o voo alimente as conexões da Iberia de Barcelona para toda a Europa e o norte da África, especialmente com a Vueling (low cost, low fare da Iberia) e a Air Nostrum.

Avianca Brasil vai investir US$ 1,6 bi em 5 anos e receberá 6 aviões em 2011

A companhia aérea Avianca Brasil (antiga OceanAir) anunciou nesta segunda-feira que irá investir US$ 1,6 bilhão nos próximos cinco anos e que deverá receber seis novas aeronaves Airbus A319 em 2011. Os aviões irão se somar à atual frota composta por três Airbus A319 e 14 jatos Fokker Mk-28 (Fokker 100).

A empresa também informou que em 16 novembro irá iniciar sua primeira operação internacional, com voos para Bogotá, na Colômbia, partindo do aeroporto de Guarulhos.

Com o novo voo, os clientes poderão fazer conexões para os principais destinos colombianos e conexões internacionais para 18 cidades operadas pela Avianca, entre elas Miami, Washington, Nova York, Aruba, México e Caracas.

Segundo a empresa, as passagens aéreas de ida e volta do destino internacional já estão disponíveis em todos os canais de venda da companhia aérea e custarão a partir de US$ 665,50, sem taxas.

Parceria


A aérea também anunciou hoje o lançamento do cartão de crédito Avianca/Panamericano. "O cartão permite pagamento de passagens aéreas em até dez parcelas e troca de pontos por viagens em voos da Avianca no Brasil, além de embarque preferencial e serviço de assistência em viagens, entre outros benefícios", informa em nota.

A Avianca prevê crescimento do faturamento de 25% em 2010 e de 40% em 2011.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Pantanal cancela mais dois voos para Araçatuba



A Pantanal Linhas Aéreas, adquirida recentemente pela TAM, cancelou dois voos na manhã de sábado (16) na rota Guarulhos-Araçatuba com alegação de problemas operacionais.

Passageiros alegam que a companhia priorizou outros destinos em detrimento de Araçatuba. Após insistência, a Pantanal reacomodou passageiros em voo da Trip Linhas Aéreas, que aterrissou em Araçatuba às 15h45. É a terceira vez em menos de dois meses que a companhia cancela voos na rota Guarulhos-Araçatuba e deixa passageiros esperando horas no aeroporto sem maiores esclarecimentos.

De acordo com relato dos passageiros, o voo da Pantanal que sairia de Guarulhos às 7h05 com destino a Araçatuba foi cancelado mesmo após o check-in dos passageiros. A alegação era de problemas operacionais na aeronave. A companhia ofereceu então acomodação dos passageiros com destino a Bauru no voo que partiria para Presidente Prudente.

Para os passageiros de Araçatuba e região foi oferecida acomodação no voo com destino a Marília e de lá, transporte rodoviário para Araçatuba ou acomodação no voo seguinte, da própria Pantanal, com decolagem prevista para as 11h45. Este voo na rota Guarulhos-Araçatuba também foi cancelado e, após pressão dos passageiros, a Pantanal resolveu acomodá-los no voo da concorrente Trip, com decolagem prevista para as 14h10.

Avianca Brasil inicia operação internacional

A partir de novembro, a companhia aérea Avianca Brasil passará a operar a sua primeira rota internacional. Além disso, a empresa apresenta outra novidade: o cartão de crédito Avianca/PanAmericano, que oferece diversos benefícios. Um deles é a possibilidade de parcelar as passagens aéreas em até dez vezes e ainda trocar os pontos por viagens em voos da companhia Avianca no Brasil.

As iniciativas ocorrem seis meses depois de a companhia anunciar a mudança da marca de Ocean Air Linhas Aéreas para Avianca Brasil, e depois de a empresa incluir na sua frota novas aeronaves no modelo Airbus A-319 na frota da empresa brasileira.

Em julho deste ano, a Avianca Brasil obteve o Certificado IOSA, concedido pela Associação Internacional dos Transportes Aéreos. O certificado é uma pré-condição da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para que a empresa aérea possa dar início às suas operações com rotas internacionais. O documento também é fundamental para que a Avianca Brasil passe a realizar acordos com companhias aéreas estrangeiras.

João Pessoa é a cidade mais procurada pelos clientes da TAM Viagens


Uma semana após anunciar o aumento do número assentos nos aviões da TAM Linhas Aéreas para João Pessoa, a operadora TAM Viagens informou em seu site, no sábado (09), que a capital paraibana era a cidade mais procurada do mundo pelos seus clientes no Brasil. A cidade ganha na preferência de destinos tradicionais, como Pernambuco, Foz do Iguaçu (PR) e as cidades baianas de Porto Seguro, Costa do Sauípe, Salvador e Praia do Forte. Roma, na Itália, é a primeira cidade estrangeira entre as oito primeiras divulgadas no site.

A procura por pacotes para João Pessoa coincide também com o número da movimentação de passageiros (embarques e desembarques) no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Grande João Pessoa, de janeiro a setembro deste ano, que já superou em 13,56% todo o ano passado. A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) informou que em 2009 foram registrados 598.971 embarques e desembarques, contra 680.162 nos nove meses de 2010.

De acordo com Iván Boljover, consultor de Turismo da Promo Inteligência Turística, de São Paulo, contratada pela PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo) para capacitar agentes de viagens e operadores de turismo sobre o destino Paraíba, as vendas de pacotes para o Estado - que inclui João Pessoa, Costa do Conde e Campina Grande - cresceram em mais de 80% este ano em relação a todo o ano passado. Houve aumento de procura também em operadoras de grande porte como a CVC e Visual, em uma média de 30% a 40%.

Para o presidente da PBTUR, Rodrigo Freire, o resultado atingido pela TAM Viagens “é uma demonstração da consolidação de um trabalho sério que a PBTUR vem desenvolvendo desde o ano passado, quando focou suas ações de divulgação nos principais centros emissivos de turistas para o mercado nacional”, afirmou o executivo.

Segundo Rodrigo Freire, nesta linha, foram desenvolvidas as mais diversas atividades promocionais, capacitando operadores de turismo e agentes de viagens, organizando famtours para o estado, buscando uma comunicação diretamente com o público final em ações promocionais em shoppings e restaurantes das principais capitais do país, e participando das principais feiras de turismo do Brasil, além de feiras internacionais.

“O crescimento da emissão de turistas para a Paraíba no curto prazo, visível seja neste dado da TAM Viagens, que coloca João Pessoa como o seu principal produto, seja no aumento da movimentação dos aeroportos, hotéis e restaurantes do estado, comprova o potencial econômico da atividade turística na Paraíba, que cresce rapidamente quando impulsionada por uma política pública responsável e pautada por objetivos concretos, como a que estamos executando na PBTUR”, enfatizou Rodrigo Freire.

Tam recebe novo Airbus A320


A Tam acaba de receber sua mais nova aeronave, um modelo Airbus A320, vinda diretamente da fábrica da Airbus em Toulouse (França). Com capacidade para transportar até 174 passageiros, o novo avião fará voos da malha doméstica e permitirá a ampliação da oferta de voos e assentos.

Com a incorporação desse avião, a frota da Tam, incluída a da Pantanal, aumenta para um total de 149 aeronaves, sendo 137 modelos da Airbus e 5 ATR-42.

Fonte: Mercados e Eventos.

domingo, 17 de outubro de 2010

TACV-Transportes Aereos Cabo Verde





TACV (de Transportes Aéreos de Cabo Verde), também conhecida como Cabo Verde Airlines é uma companhia aérea de voos regulares e fretados, tanto para transporte de passageiros como de carga, com sua base de operações no Aeroporto Internacional da Praia. É uma empresa nacional da República de Cabo Verde.

É a companhia aérea de bandeira da República de Cabo Verde, uma empresa estatal fundada em 1958, a partir da transformação do então «Aeroclub de Cabo Verde» numa empresa pública de transportes aéreos.

Até 1984, a operação da TACV abrangia apenas as ligações domésticas para 8 das nove ilhas habitadas. A ilha Brava não teve ligação aérea durante este período.

Em 1985, novos horizontes se abriram para a companhia. A emigração em massa de cabo-verdianos para Portugal, que se iniciou a partir da independência de Cabo Verde em 1975, criaram condições de mercado favoráveis para o início da operação internacional com a abertura da linha Sal–Lisboa–Sal.

A partir desta data, a TACV gradualmente foi conquistando novos mercados, tendo actualmente uma rede variada, composta pelas rotas domésticas, regionais e internacionais.

Dois factores foram determinantes para o sucesso da empresa: o facto de existir uma comunidade emigrada que é superior à população residente em Cabo Verde e a descoberta do país como destino turístico na década de 90. Cabo Verde oferece excelentes condições para a prática do turismo, com as sua praias paradisíacas, temperatura amena durante o ano inteiro, povo hospitaleiro e um ambiente social de paz e tranquilidade.

FROTA

*ATR (modelo nao informado);(3 aeronaves)
*Boeing 757-200ER (2 aeronaves)

DESTINOS

África

* Cabo Verde
o Boa Vista (Aeroporto do Rabil) (Charter)
o Fogo (Aeródromo de São Filipe)
o Maio (Aeroporto de Maio)
o Praia (Aeroporto Internacional da Praia)
o Sal (Aeroporto Internacional Amílcar Cabral) (Charter)
o São Nicolau (Aeroporto de Preguiça)
o São Vicente (Aeroporto de São Pedro)

* Gâmbia
o Banjul (Aeroporto Internacional de Banjul)

* Guiné-Bissau
o Bissau (Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira)

* Serra Leoa
o Freetown (Aeroporto Internacional de Lungi)

* Senegal
o Dakar (Aeroporto Internacional Dakar-Yoff-Léopold Sédar Senghor)

América do Norte

* Estados Unidos
o Boston (Aeroporto Internacional de Boston)

América do Sul

* Brasil
o Fortaleza (Aeroporto Internacional de Fortaleza - Pinto Martins)

Europa

* Espanha
o Las Palmas (Aeroporto de Gran Canária)
o Madrid (Aeroporto Internacional de Barajas) (Sazonal)

* França
o Nice (Aeroporto de Nice-Côte d'Azur) (Começa em 2 de Julho)
o Paris (Aeroporto Internacional Roissy-Charles de Gaulle)

* Itália
o Roma (Aeroporto Internacional Fiumicino-Leonardo da Vinci)

* Países Baixos
o Amsterdão (Aeroporto Internacional Schiphol)

* Portugal
o Lisboa (Aeroporto da Portela) Hub
o Porto (Aeroporto Francisco Sá Carneiro) (Sazonal)

DESTINOS APARTIR DE FORTALEZA

A TACV liga Fortaleza a cidade da Praia no Cabo Verde.São dois voos por semana realizado por um Boeing 757.

Obs: Proxima cia aerea sera:Webjet aguarderm!

Rota Rio-Frankfurt da Tam pode se tornar diária em 2011



Diante do bom desempenho da rota Rio de Janeiro-Frankfurt, a Tam já estuda a possibilidade de transformá-la em operação diária em 2011. A informação é de Paulo Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Planejamento da Tam. Atualmente, a compahia oferece cinco voos semanais entre a capital fluminense e a cidade alemã.

"Entre maio e junho do ano que vem recebemos mais duas aeronaves A330. Se a demanda continuar crescendo, teremos condições direcionar esses equipamentos para a realização de frequências diárias", antecipou Castello Branco em entrevista coletiva realizada na noite deste sábado (16/10), durante o Top Tam 2010.

De acordo com o executivo, o Rio de Janeiro é a cidades mais conhecida do Brasil no exterior e tem condições de gerar um tráfego de passageiros a lazer intenso. "Não vemos a infraestrutura portuária como inibidor. Percebemos que vem ocorrendo um processo maior de distribuição de passageiros pelo país e vamos captar esse movimento e abrir novos gateways com o início de voos para Brasília e Belo Horizonte com destino a Miami (EUA).

Com a entrada nesses dois novos mercados para operações internacionais, a Tam passa a oferecer cinco voos diários para Miami. É a primeira vez na história do país - nem mesmo na época da Varig isso ocorreu - que uma empresa aérea brasileira se consolida como um hub nos Estados Unidos", completou Castello Branco.

Fonte: Mercados e Eventos.

sábado, 16 de outubro de 2010

Tam anuncia voos para Miami saindo de BH e Brasília e SP-Bogotá para 14 de dezembro


Paulo Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Planejamento da Tam e Klaus Kühnast, diretor de Vendas da Tam.

A partir de 1º de dezembro, a Tam inicia duas novas rotas internacionais. As cidades de Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF) terão voos com destino a Miami (EUA). "Recebemos a aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil esta semana e os bilhetes já estão disponibilizados em nosso sistema de vendas", revelou Paulo Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Planejamento da Tam, ao MERCADO&EVENTOS. A rota Brasília-Miami será operada quatro vezes por semana com o boeing 767 e saída às 22h.
Já a rota Belo Horizonte (Confins)-Miami será realizada três vezes por semama - terças, quintas e sábados - com partida prevista para às 23h em aeronave boeing 767. "Miami se transformou em um dos mais importantes hubs da Tam na América Latina. Aumentar nossa oferta para esse destino é fundamental", destacou Castello Branco. A Tam tem dois voos diários saindo do Rio de Janeiro e duas frequências de São Paulo.

O vice-presidente confirmou também que a rota diária São Paulo-Bogotá irá começar no dia 14 de dezembro. A companhia utilizará o avião A320 com duas classes - econômica e executiva e a decolagem está programada para às 11h40 do aeroporto de Guarulhos. "Já temos a autorização da Anac. Estamos apenas finalizando o processo estrutural de nossa base na Colômbia para iniciarmos as vendas dos bilhetes", explicou Castello Branco.

A comercialização das passagens serão abertas em até 20 dias. Para 2011, Paulo Castello Branco ainda mantém suspense sobre novos voos. "Ano que vem vamos receber mais duas aeronaves A330 e não sabemos ainda em quais frequências vamos operá-las. Vamos começar os estudos em janeiro", antecipou o executivo, que participa do Top Tam 2010 neste final de semana, em Búzios.

Fonte: Mercados e Eventos.